Modelagem BIM: Vantagens do uso em Construtoras e Incorporadoras

Gustavo Prata

Gustavo Prata

Engenheiro Civil com mais de 12 anos de experiência em gerenciamento de obras, planejamentos, controle de cronograma físico-financeiro, orçamentos e organização de obras. Atualmente, é Product Manager no Sienge.

21 de setembro 2021

Compartilhe

Já faz algum tempo que a modelagem BIM não é mais novidade no mercado da construção civil. Mas isso não quer dizer que todas as empresas do setor já usam esse recurso tão poderoso. Ou seja, a solução já é realidade, mas por diferentes motivos, ainda não é vista como algo indispensável por todas as construtoras e incorporadoras.

Mas há um problema nisso:

A modelagem BIM traz vantagens grandes demais para ignorar, e seus benefícios superam seus custos por uma grande margem. Então, quem ainda não adotou o BIM precisa entender o que está deixando na mesa.

Por isso, neste artigo eu vou te mostrar algumas das maiores vantagens que as construtoras e incorporadoras ganham ao usar a modelagem BIM no dia a dia das obras.

5 vantagens de usar a modelagem BIM em construtoras e incorporadoras

Uma das barreiras de resistência que qualquer empresa do mercado de construção civil enfrenta ao pensar em usar uma nova solução, como o BIM, é: será que vale a pena mudar?

Em um mercado conhecido por soluções tradicionais, pode ser difícil dar espaço a novidades, ainda mais tão grandes como o BIM. Afinal, no fim das contas estamos falando de uma forma muito diferente de projetar obras. Além disso, visto que a tecnologia tem um papel central no BIM, alguns profissionais e gestores podem se sentir intimidados.

Software BIM

Mas há pelo menos 5 grandes benefícios que eu posso destacar para mostrar a você o quanto a modelagem BIM vale a pena. Antes de mais nada, só o fato de que o BIM não é uma aposta, e sim uma realidade, já conta muito.

Além disso, aqui estão algumas vantagens que você precisa levar em conta:

1. Visão completa da obra

O projeto da obra sempre deve ser capaz de dar uma visão macro do que será construído, além de fornecer detalhes específicos da edificação. Mas, com a modelagem BIM, essa visão macro chega a outro nível, pois é possível ver até o projeto em 3D da construção, com prazos e o tipo de mão de obra necessário para cada tarefa.

Em outras palavras:

Você tem uma visão geral muito realista e simples do projeto, ao mesmo tempo em que tem à disposição detalhes mínimos sobre cada aspecto da obra. A partir disso, o planejamento fica muito mais seguro e eficiente, e se torna mais fácil prever e evitar problemas comuns.

2. Colaboração transparente e eficiente

Outra questão importante de lembrar é que alguns projetos mais complexos ou maiores envolvem mais de um profissional especializado no planejamento da obra. Agora, imagine os problemas que isso pode trazer quando cada um usa seu próprio método e ferramenta de projeção.

BIM traz colaboração eficiente

Algo comum é que os diferentes projetos tenham problemas de compatibilização, o que custa tempo e dinheiro para resolver. Além disso, alguns desses problemas podem passar sem ninguém notar até chegar no canteiro de obras, onde o prejuízo é ainda maior.

Por outro lado, a modelagem BIM oferece um ambiente em que é possível planejar em conjunto com os outros profissionais, de forma transparente e eficiente. Assim, o que um projeta sempre fica visível ao outro e o projeto caminha sempre na mesma direção. E o melhor: sem atrasos ou necessidade de refazer partes do trabalho.

3. Otimização do cronograma de obra em tempo real

Todo mundo que trabalha com construção civil sabe o quanto imprevistos e outros problemas de execução podem atrapalhar o cronograma de um projeto. E, no primeiro momento, pode parecer que o BIM, conhecido como uma ferramenta de “pré-construção”, não ajuda em nada nisso.

Mas quem pensa isso vai se surpreender:

É aí que entra a famosa modelagem BIM 4D, em que o fator tempo se encaixa no planejamento que já existe para a obra. Na prática, o que isso quer dizer?

De modo simples, o BIM não termina sua função quando a obra começa. Pelo contrário, à medida que cada parte da obra avança, você pode atualizar a simulação no BIM. Assim, o cronograma da obra se ajusta à evolução da obra em tempo real.

Então, se o cronograma começa a sair do eixo, é possível avaliar no próprio BIM quais são as potenciais fontes de atraso e onde dá para buscar um ganho maior de eficiência.

4. Ambiente controlado de testes e ajustes

Diante de tudo o que falei acima, uma coisa fica clara sobre o BIM:

Além de ser uma ótima ferramenta de planejamento, ele também oferece um verdadeiro ambiente controlado de testes. Assim, dentro da modelagem BIM os profissionais responsáveis conseguem fazer simulações de diferentes cenários, prever e ajustar erros sem que isso custe tempo e dinheiro da obra.

Afinal, dentro do BIM as projeções são rápidas e eficientes, mas uma vez que algo sai dali para se tornar um processo real, que será executado no canteiro, tudo muda. Então, é muito importante poder contar com uma ferramenta completa, que ajuda a prever e controlar tantas variáveis importantes da obra antes mesmo de elas acontecerem.

5. Efeito cascata de redução de custos

Cada um dos benefícios que citei acima já traz, por si só, vantagens que justificam o uso do BIM para a sua construtora ou incorporadora. Mas eu quero te provocar a pensar no seguinte:

Imagine o efeito cascata de todas essas vantagens juntas e o que isso representa para os custos das suas obras. Quanto tempo e dinheiro a menos você vai gastar se suas obras não atrasarem, se a logística dos materiais não falhar e se não houver erros de projeto?

Essa é a vantagem definitiva de usar a modelagem BIM: um efeito cascata de redução de custos, sem contar o ganho de segurança, tanto física quanto jurídica que a ferramenta traz.

Não é à toa que governos do mundo todo estão transformando o BIM em solução obrigatória para obras de construção de todos os tipos. A solução é mais que um software, mas uma forma nova de enxergar projetos e desenvolvimento de obras.

Mas ainda não paramos por aqui: o BIM guarda um poder secreto quando você o une a uma ferramenta específica.

O poder secreto da integração entre modelagem BIM e plataforma de gestão

O que acontece quando você junta duas ferramentas poderosas que se complementam? Elas se tornam uma ferramenta única e ainda mais robusta. Este é o caso da união entre modelagem BIM e uma plataforma integrada de gestão.

Há duas vantagens nessa união que você precisa conhecer:

1. Avaliação de custos

Quando você junta o BIM a uma plataforma integrada, com acesso ao financeiro da sua construtora ou incorporadora, o fator custo entra em ação. Ou seja, você é capaz de avaliar não apenas os prazos, mas também a eficiência de orçamento da obra em tempo real.

Assim, você ganha segurança para neutralizar os principais problemas que qualquer obra pode enfrentar: atraso e estouro do orçamento.

2. Otimização de processos

Por fim, com o acesso total ao seu financeiro e aos processos logísticos da empresa, fica mais fácil observar os padrões e formar um histórico de atividades de cada obra. A partir disso, você pode otimizar vários processos, desde a contratação de mão de obra terceirizada até o formato de negociação na compra de materiais de construção.

Assim, não resta dúvida de que a modelagem BIM é uma ferramenta essencial no arsenal de construtoras e incorporadoras que desejam continuar vivas no mercado. Não se trata de uma aposta, mas de uma realidade que vai ganhar mais espaço nos próximos anos. E se você quer potência máxima do BIM, basta uni-lo a uma plataforma integrada de gestão.

Se você ainda tem uma empresa de pequeno ou médio porte e ainda duvida que o BIM é para você, veja agora o artigo que preparamos sobre isso!

Compartilhe