Conheça o sistema de gestão da construção civil ideal para você

1 de abril de 2019

Se você é gestor em uma empresa de engenharia entende a importância da inovação. Mas, se ainda utiliza planilhas para criar orçamentos, acompanhar o andamento de projetos e outras informações, você tem um custo de oportunidade muito alto. Eu vou te mostrar o que um sistema de gestão da construção civil pode fazer pela produtividade e eficiência da sua companhia.

A Ten Engenharia, por exemplo, passou por uma transformação muito positiva ao contratar um software de gerenciamento. Antes, as informações eram armazenadas em planilhas. Embora elas pudessem ser acessadas remotamente, não facilitavam o trabalho de edição, nem de colaboração entre o engenheiro e sua equipe.

Essa realidade mudou quando a empresa contratou o Sienge, nosso sistema de gestão da construção civil. Além de compartilhar informações com os times, a qualquer horário, permitiu que várias pessoas trabalhassem, ao mesmo tempo, de maneira muito mais fácil e produtiva.

Interessante, não é? Você quer saber como fazer o mesmo na sua empresa?

Então acompanhe este artigo no qual te explico o que são esses softwares, as funcionalidades do Sienge e por que essa é a melhor opção para empresas de engenharia.

Sistema de gestão da construção civil: o conceito

sistema de gestão construção civil

Antes de tudo, precisamos esclarecer o que é um ERP e por que empresas, de todos os nichos, utilizam esses softwares. Basicamente, um Enterprise Resource Planning (ERP) é um programa que unifica todos os dados, informações e processos de uma companhia. Isso facilita diversas ações e análises gerenciais.

Você pode, dependendo do ERP, instalar o sistema em computadores, laptops, tablets e celulares e automatizar o fluxo de informações entre vários setores da sua empresa. Apenas como um exemplo, é possível atualizar o estoque e preparar o envio de produtos, automaticamente, após a confirmação do pagamento de uma venda.

Existem várias opções desse tipo no mercado, que variam muito em relação às funcionalidades, preços e integrações que oferecem. Algumas atendem a todos os nichos, outras são mais especializadas, como é o caso do Sienge, nosso sistema de gestão da construção civil, criado pela Softplan.

E sabe por que essa é a melhor opção de software para empresas da construção civil?

O Sienge nasceu por encomenda de uma construtora, que precisava de um sistema sob medida, ainda inexistente no mercado, para atender suas necessidades. Somente após evoluir, o software começou a ser comercializado como ERP no mercado.

Isso significa que todas as suas funcionalidades foram desenvolvidas para atender a esse nicho e facilitar o dia a dia do engenheiro e profissionais relacionados. No Sienge é possível integrar todas as áreas de uma construtora ou incorporadora.

Você pode, por exemplo:

  • analisar o seu fluxo de caixa;
  • organizar os processos de compra;
  • gerar relatórios gerenciais com dados confiáveis;
  • acompanhar diferentes canteiros de obras ao mesmo tempo;
  • administrar contratos de venda; e
  • facilitar a cobrança e correção de parcelas com os clientes.

Quer conhecer mais sobre cada funcionalidade desse grande sistema de gestão da construção civil? Então confira a seguir como isso funciona na prática e entenda de que maneira isso garante o fluxo de informações e a continuidade de seus projetos.

Funcionalidades do software

No total, são 12 módulos que ajudam nas diversas atividades do dia a dia de uma construtora. Você pode contratar todos ou apenas alguns módulos, de acordo com as necessidades da sua empresa. Confira alguns exemplos para cada módulo abaixo:

  1. engenharia: controle do orçamento, planejamento e acompanhamento de obras. Cadastro de custos unitários, criação de relatórios de cronogramas físicos e financeiros e acompanhamento da execução de obras;
  2. suprimentos: gestão dos fluxos de compras, distribuição de materiais, envio de cotações automáticas e controle dos estoque das obras e do almoxarifado;
  3. financeiro: acompanhamento do fluxo de pagamentos e de impostos retidos, conciliação bancária e emissão de notas fiscais;
  4. nota fiscal eletrônica: envio e recebimento digital de vários tipos de notas;
  5. contabilidade fiscal: garantia de cumprimento das obrigações fiscais de maneira confiável e automatizada, apuração de tributos e geração de obrigações acessórias;
  6. comercial: cadastro de informações, acompanhamento da carteira de clientes e da disponibilidade de imóveis em estoque;
  7. gestão de ativos: controle da movimentação e baixa dos bens patrimoniais da empresa, da frota de veículos e de equipamentos em geral;
  8. suporte à decisão: acesso a dados e relatórios para auxiliar o engenheiro no processos de decisões gerenciais;
  9. gestão da qualidade: processo de estruturação para programas de qualidade, acompanhamento de metas de avaliação e monitoria da melhoria contínua da empresa;
  10. recursos humanos: controle de admissão, rescisões, benefícios, ponto eletrônico e seleção de talentos para a empresa;
  11. segurança: gestão de permissões e restrições de acesso a dados mais específicos;
  12. integração BIM: criação de orçamentos mais assertivos e confiáveis, em menos tempo, com as informações de um projeto BIM.

sistema de gestão da construção civil

Apenas um módulo, individualmente, pode ajudar o engenheiro em atividades como conferência de caixa, criação de orçamento e exportação de relatórios. Agora imagine como a integração entre os diversos setores de uma empresa pode otimizar o dia a dia em uma construtora.

É isso que explico a seguir. As possibilidades de integração são muitas e ajudam a automatizar processos, permitindo que os gestores e suas equipes foquem em ações estratégicas, não em operacionais.

Integrações entre as áreas de uma empresa de construção civil

Ao utilizar um sistema de gestão da construção civil, você consegue gerenciar todas as atividades da sua construtora, sejam estas referentes ao canteiro de obras, seja ao financeiro. As informações de diferentes áreas se integram, automaticamente, no sistema, de acordo com os módulos contratados.

Se você fizer pedidos de compra no Suprimentos, por exemplo, estes serão enviados para o Financeiro para a criação de uma ordem de pagamento. Além disso, as notas fiscais são encaminhadas diretamente para a Receita Federal, tudo por meio do Sienge.

É importante lembrar ainda que, como o sistema é 100% web, você pode fazer essas e outras ações em qualquer lugar e ao mesmo tempo que outros colaboradores. É perfeitamente possível, portanto, fazer um pedido diretamente do canteiro de obras, evitando que a construção pare.

Outro aspecto muito relevante é a possibilidade de integrar o sistema de gestão da construção civil a um software BIM. No futuro, essa será uma exigência para qualquer fornecedor do governo. Portanto, é recomendável que as empresas já aprendam a criar projetos nesse programa para garantir mais oportunidades nos anos seguintes.

Aliás, essa já é uma realidade no estado de Santa Catarina, como você pode conferir neste link.

Essas possibilidades facilitam muito o trabalho de gestão em uma construtora. Basta inserir uma informação, como custos unitários, em um módulo, para conseguir gerar diversas análises contábeis e financeiras. Isso, como você deve imaginar, pode aumentar expressivamente a produtividade da empresa e reduzir seus custos.

E você acredita que essas integrações internas são tudo? Agora vem outra possibilidade muito interessante.

sistema de gestão da construção civil

Integrações com outros softwares

Você já utiliza algum software para empresas de construção civil? Softwares como CRM (Customer Relationship Management) para vendas, ou até mesmo chatbots podem ser integrados ao Sienge para otimizar ainda mais o fluxo de informações.

Geralmente, essas conexões com aplicativos terceiros são feitos por API. Elas que permitem a integração do software com plataformas específicas. Por exemplo: sistemas de geração de Linhas de Balanço, de gestão de estoque, de planejamento de obras e com o Revit, uma alternativa de software BIM.

Vai participar de uma licitação para obras públicas? Você pode importar automaticamente as composições e insumos da Tabela SINAPI, de maneira mais ágil e intuitiva. Seus clientes perderam o boleto para pagamento? Via chatbot, você pode oferecer a impressão de uma segunda-via. As possibilidades são realmente muitas!

Ainda com dúvidas se o nosso sistema de gestão da construção civil é realmente a melhor opção para você? O Sienge é uma das soluções mais completas especializadas para empresas de engenharia e seus relatórios são muito confiáveis, além de serem gerados com facilidade, o que otimiza o trabalho do diretor.

As várias possibilidades de integração do Sienge fazem dessa alternativa uma opção excelente para a gestão de construtoras e incorporadoras, facilitando processos, aumentando a produtividade de todos os profissionais e, naturalmente, reduzindo custos.

Se você está pronto para levar a gestão da sua empresa para o próximo nível ou se ainda tem dúvidas das funções do Sienge, entre em contato conosco pelo formulário neste link ou ligue agora para (48) 3027-8140!

Tomás Lima

  • Gestor de Conteúdo
  • Graduado em Administração pela UFMG
  • Apaixonado por Construção Civil
 

Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa