banner sienge

Plataforma BIM: Tudo sobre a grande tendência da Construção

Blog > bim, tendencias
11 de setembro de 2017

Plataforma BIM é a modelagem da informação da construção, que permite criar plantas de construção inteligentes. Ou seja, consegue-se inserir informações úteis como insumos, metragem e espessura, em cada parte dessa planta. Se ainda não conhece, baixe nosso ebook gratuito, Tudo sobre BIM.

Um projeto arquitetônico realizado em BIM, por ter uma visão espacial em 3D, já auxiliaria a encontrar erros. Ao integrar com informações, possui uma geometria que auxiliará em todo o processo da construção. Isso envolve planejamento, serviços preliminares, planejamento, orçamento, fundação, estrutura, instalações elétricas e hidrossanitárias.

Na imagem abaixo, de uma planta de banheiro desenvolvida na plataforma BIM, é possível ver todos os componentes necessários. Clicando na pia, por exemplo, sabe-se informações como seu custo e quantas unidades desse modelo existem em estoque.

Banheiro em Plataforma BIM

 

Resumindo: Na plataforma BIM, une-se uma maquete, o orçamento, estoque e adiciona tudo que vai dentro do edifício. Fica mais fácil de saber, se algo vai dar errado ou não, certo?

5 níveis da Plataforma BIM: 3D, 4D, 5D, 6D e 7D

Apesar de conhecido pelo nível “BIM 3D”, há diferentes profundidades de utilização, com diferentes objetivos. Conheça melhor os “D” do BIM:

Plataforma BIM 3D: foca na visualização em aspecto espacial, permitindo que todos vejam as alterações realizadas no mesmo instante que são feitas. Também ajuda que o trabalho seja realizado de forma colaborativa através da integração de dados de diferentes área. Ou seja, integra desde arquitetos, passando pelos fornecedores de materiais até a área de engenharia.

BIM 4D: Utilizado na prevenção de riscos, permitindo uma visualização prática do planejamento da construção. Esse segundo nível de BIM, auxilia na gestão de conflitos, antecipando análises que seriam feitas apenas no momento de execução.

BIM 5D: Nível de orçamentação, mostra o impacto do custo ao longo do tempo, fazendo um trabalho análogo a Planilha de Cronograma Físico-Financeiro. O benefício do BIM 5D? Um maior acerto na previsão do orçamento.

BIM 6D: Num mundo que preza cada vez mais o uso sustentável dos recursos naturais, esse nível trabalha na análise do consumo de energia, que resultará em escolher equipamentos de alto desempenho (e que consumam menos energia proporcional). Esse nível é amplamente incentivado pela Green Building Council.

BIM 7D: Nesse nível há um foco na manutenção das instalações, resultando em benefícios como a substituição mais rápida das peças. Tem grande serventia para os líderes de projetos que precisam gerenciar todo o tempo de vida de um empreendimento.

banner sobre bim

Vantagens da Plataforma BIM

Pergunte a qualquer empresário da construção:

Você quer aumentar sua produtividade? A resposta mais provável é um sonoro sim! Essa é uma das propostas da plataforma BIM, que permite que várias pessoas editem o projeto ao mesmo tempo. E ainda gera produtividade por evitar fazer algo mais de uma única vez, o famoso retrabalho, visto que consegue-se ver em tempo real se há algum conflito, como um pilar ficando na frente do elevador.

Outro ponto muito comentado pelas construtoras que utilizam a plataforma BIM é a possibilidade de modelar objetos já inserindo as suas propriedades físicas. Além de poupar tempo em etapas futuras, torna o projeto de engenharia integrado, permitindo uma análise mais precisa de como está a obra e com isso facilita a tomada de decisão.

Se você sabe o custo real de modificar superficialmente o banheiro do quarto, consegue decidir: Vale a pena ao ponto das pessoas pagarem um pouco mais, por esse pequeno acréscimo de qualidade?

8 principais vantagens da plataforma BIM

Em uma pesquisa realizada pela Autodesk e McGraw-Hill Construction, ficou evidenciado as 7 principais vantagens do uso da plataforma BIM na visão de proprietários de projetos de infraestrutura.

Veja como ficaram distribuídas as respostas:

  1. 44% – Melhores resultados;
  2. 44% – Redução no retrabalho dos projetos em plataforma BIM;
  3. 38% – Menos litígios de sinistros;
  4. 33% – Redução de erros em documentos;
  5. 33% – Redução no tempo do fluxo de trabalho;
  6. 33% – Redução na duração do projeto;
  7. 22% – Redução no custo da construção.

O fato dos custos ter ficado apenas na 7º posição como principais vantagens da utilização do BIM, difere de outros estudos, como o da Dodge Data & Analytics. Nela 48% dos profissionais da construção entrevistados, olham uma redução de custos de pelo menos 5% no final do projeto, por utilizar a plataforma BIM e não outras plataformas.

Outras duas vantagens levantadas pelo estudo são:

  • Mais de 51% vêem claramente uma redução no tempo de projeto;
  • 31% dos respondentes observaram melhoras significativas, de aproximadamente 25%, na produtividade do trabalho.

Você sabia que o Sienge é integrado com o BIM? Não? Clique aqui e confira!

Desvantagens da Plataforma BIM

Apesar da utilização da plataforma BIM ser uma grande tendência no ramo da construção existem alguns aspectos que merecem atenção. Separamos os cinco principais pontos que devem ser analisados antes da escolha de utilizar o BIM:

  • Incompatibilidade com parceiros de projetos: Não é todo mundo que utiliza o BIM (infelizmente!). Sempre existirá o risco de algumas das empresas que você precisará envolver-se, não trabalharem.
  • Falta de profissionais qualificados: Como uma tendência da construção relativamente nova, existe poucos profissionais aptos no mercado. Assim o empresário da construção precisa investir em consultorias e treinamentos.
  • Interoperabilidade: A integração do BIM com outros softwares pode ocasionar problemas. Inclusive podem tonar impossível sua utilização no projeto de construção.
  • Investimento: Será necessário comprar um novo software especializado na tecnologia BIM.
  • Problemas jurídicos: há em trâmite na Câmara dos Deputados e no Ministérios do Planejamento, leis que tragam uma segurança legal aos prestadores de serviço de BIM.

Melhores softwares para a Plataforma BIM

Separamos para você, uma lista com os 4 melhores softwares para a plataforma BIM, que foi criado em 1994 quando teve o desenvolvimento do formato de arquivo aberto IFC (Industry Foundation Classes). Esse formato foi fundamental para integrar diversas ferramentas e permitir a criação de um projeto completo.

Mas porque usar um software específico de BIM, se podemos usar o AutoCad?

Pois você perderá todas as informações ricas que o BIM gera através de seus modelos e se transformará apenas em uma grande maquete 3D.

Então, aproveite nossa lista dos 4 melhores softwares BIM:

Revit Architecture

Um dos softwares de BIM mais conhecidos do Mercado,  disponibiliza para o profissional diversas ferramentas como cortes automáticos, quantitativos e toda a parte orçamentária. Foi desenvolvido pela Autocad / Autodesk.

Vectorworks Architect

Relativamente fácil de usar, o Vectorworks Architect é um dos preferidos das construtoras, incorporadoras e escritórios de arquitetura que querem começar no BIM. Essa indicação para quem inicia, se dá pela possibilidade de criar projetos 2D em ambiente 3D simplificado, sem perder a possibilidade de edição. Também é uma opção mais barata em relação ao Revit Architecture.

ArchiCAD

Um dos preferidos dos arquitetos e indústria do design. O Archicad permite projetar grandes obras de maneira colaborativa, através do TeamWork. Com essa tecnologia, o projeto fica na nuvem, permitindo que profissionais de todo o mundo se envolvam. Fácil e intutivo, essa plataforma BIM tem compatibilidade com softwares como o Valare.

Bentley Architecture

A coordenação automática de documentos de projeto e construção, que reduz erros e omissões, faz o Bentley Architecture ser a escolha de muitas empresas, principalemente internacionais. É utilizado normalmente por empresas maiores, que querem um grau de detalhamento aprofundado. Um ponto de atenção é ser um software pouco intuitivo.

superbanner do ebook como aumentar a produtividade do time de sua construtora

Plataforma BIM pelo mundo

O BIM é uma realidade mundial, vista como evolução no processo construtivo. Confira como é a realidade de 5 países sobre a utilização da plataforma BIM em seus projetos:

Estados Unidos: Em 2006, a General Services Administration (GSA) decretou a obrigatoriedade da utilização do BIM. Obrigatoriedade válida para a fase de projetos de novos edifícios públicos.

Europa: Em 2016, houve uma reunião oficial com 14 países com objetivo de fomentar a utilização de BIM na administração pública na Europa. Para tal foi criado o “EU BIM Task Group”.

Chile: desde 2011, o Ministério de Obras Públicas exige BIM em licitações de hospitais.

Finlândia: Foi um dos pioneiros na utilização do BIM. A Senate Properties obriga o uso do BIM em seus Projetos desde 2007.

Reino Unido: Com objetivo de se tornar líder mundial em plataforma BIM, o Reino Unido procura reduzir o custo dos projetos de construção em 20%. Além da visão sustentável, procurando reduzir a emissão de carbono

Quer saber como está na realidade brasileira? Confira nossa palestra online e gratuito “BIM na Construção. Tudo sobre BIM na Engenharia Brasileira”.

 

4 Melhores vídeos sobre a Plataforma BIM

Gostou de conhecer sobre a Plataforma BIM? Compartilhe esse conteúdo com seus colegas no Facebook, Linkedin ou Twitter. E fique à vontade para tirar dúvidas ou dar sua opinião, usando o campo de formulário abaixo. Até mais!

Compartilhe no Facebook
compartilhe-facebook
Destaque da Plataforma BIM

Dayvson Carvalho

  • Analista de Marketing
  • Graduado em Administração pela ESAG
  • Apaixonado por números, dados e estatística
 

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa