banner sienge

Como organizar as etapas de acabamento de obras

17 de abril de 2019

O acabamento de obras é um dos principais pontos que fazem com que um empreendimento se destaque. Ele agrega valor e traz mais qualidade de vida aos seus ocupantes. Porém, para conseguir atingir um excelente nível de acabamento não basta ter os melhores materiais.

É necessário ter mão de obra qualificada, e também um bom planejamento e cronograma de obra. Isso garante que os acabamentos de obras não sejam danificados durante os processos posteriores.

Para que se torne mais fácil entender qual o melhor processo e sequência para execução dos acabamentos, escrevi este artigo que traz exemplos práticos e importantes dicas. Você conhecerá como são feitos os acabamentos em um dos processos construtivos mais rigorosos e rápidos e, além disso, poderá ter insights úteis para qualquer projeto.

Irei explicar para você, como elaborar seu cronograma e assim poder executar seus acabamentos de obra na sequência certa e com eficiência. Além disso, trarei aqui uma forma de se fazer um controle de qualidade e de garantir de que o acabamento esteja não só bonito, mas principalmente bem feito.

Qual a importância do cronograma de obra?

Uma obra possui diversas etapas e processos que estão ou não relacionados. Um cronograma de obra, além de auxiliar na redução do prazo de conclusão de um empreendimento, auxilia no planejamento da ordem das etapas de acabamento de obras. Isso evita perdas e desperdícios, como por exemplo, ao sujar as paredes pintadas por se ter que alterar um ponto de luz.

Outro ponto importante para se levar em consideração é a compatibilização de projetos. Ao compatibilizar seus projetos antes de começar a execução, é possível prever interferências que afetam inclusive o acabamento de suas obras.

Para isso, você pode usar o MS Project, por exemplo. Saiba como fazer corretamente um cronograma de obra através deste excelente artigo.

Você também pode baixar gratuitamente essa planilha gratuita com um modelo de cronograma físico-financeiro de obras. É só clicar na imagem abaixo!

cronograma de obras etapas de acabamentos de obras

Clique na imagem para baixar

Compra de materiais: é necessário estocar?

Tendo o cronograma bem elaborado e sabendo a melhor ordem para se executar a obra, é possível programar as compras e contratações para os respectivos acabamentos. Gerando assim, a possibilidade de fazer um levantamento de preços e ganhar mais tempo para encontrar bons materiais por valores menores.

Quanto ao prazo para comprar os acabamentos, deve-se avaliar o tempo de entrega e se existe algum produto em promoção. Se o tempo de entrega dos acabamentos é curto e não há nenhum material em promoção, deixe para comprar logo antes da utilização.

Antecipação = prazo de entrega + 2 dias, por exemplo.

Caso exista o acabamento que você busca e o mesmo esteja em oferta, avalie o desconto e, se for vantajoso, antecipe a compra. Leve em consideração que acabamentos necessitam um armazenamento mais cuidadoso e que são materiais caros, principalmente louças e metais. Por isso, garanta que estes materiais não sejam danificados ou perdidos.

Para saber mais sobre como planejar a compra de materiais, leia este artigo sobre gestão de suprimentos.

Outra dica que eu tenho é o ebook gratuito do Sienge: Guia dos Materiais de Acabamento de Obra. Com ele você vê várias opções para revestimento de paredes e piso, peças de louça e metal. Para baixar é bem fácil, só clicar na imagem abaixo!

guia dos materiais de acabamento de obras etapas de acabamentos de obras

Clique na imagem para baixar

As etapas de acabamento de obras

Por acabamento, entenda tudo que o usuário final terá contato direto ou visual após a obra entregue. Dentre os itens de acabamento vou tratar a respeito de:

  • piso;
  • forro de gesso;
  • pintura;
  • louças;
  • metais;
  • balcões;
  • móveis;
  • chuveiros;
  • tomadas;
  • lustres;
  • aberturas.

O piso é diretamente antecedido pela etapa de contrapiso, no caso de cerâmico e laminado. No entanto, o ideal é que as paredes já estejam prontas e até o gesso colocado, pois assim você evita a danificação do piso por sujeira, arranhões e quebra. Porém, o rejunte do piso, principalmente se for claro, pode vir no final da obra.

O forro de gesso deverá vir após as instalações hidrossanitárias, no caso de serem instalados abaixo de banheiros. A massa corrida pode sujar outras partes da obra durante a sua lixação, portanto, é conveniente executá-la antes de se instalar as tomadas, pisos e mobílias.

A pintura vem depois do reboco ou da massa corrida. Tenha atenção no tempo de cura necessário para o reboco. Pintar antes de o reboco estar curado pode danificar a pintura e diminuir a sua aderência. O mesmo ocorre com a massa corrida. Lembre-se de isolar bem com fita e papel ou lona tudo que estiver ao redor da área a ser pintada, como mostra o vídeo abaixo:

As louças e metais devem vir após a colocação dos pisos e revestimentos cerâmicos em paredes e da pintura. Isso se deve ao posicionamento destes acabamentos que depende do nível destes outros acabamentos. E, recomenda-se pintar antes para evitar ter que isolar todos estes itens quando se faz a pintura.

E quanto às louças e metais que irão sobre balcões?

Para algumas louças e metais, é necessário instalar balcões de pia, por exemplo. Neste caso, devem ser protegidos da sujeira, principalmente se forem pedras claras que podem absorver a poeira. Existem produtos como o salvapiso que pode ser usado também para proteger estes balcões.

As mobílias fixas devem ser feitas baseadas nas medidas dos ambientes com piso, rodapé, cimalha, balcões e aberturas. Isso porque elas dependem das medidas finais destes outros acabamentos. Por este motivo, a etapa da mobília fixa é uma das últimas etapas de acabamento de obras.

Os chuveiros e tomadas também devem ser colocados após a pintura e colocação das cerâmicas. O posicionamento delas depende destes itens. No entanto, a caixa elétrica que fica embutida na alvenaria, apesar de ter uma margem de erro, deve ser instalada em ângulo reto. Os lustres devem ser colocados no final da obra.

Aberturas também devem ser instaladas após as cerâmicas, principalmente as portas, por conta do nível de base. Lembrando que cuidados especiais devem ser tomados para protegê-las durante a execução de outros acabamentos.

Mão de obra: própria ou terceirizada?

Para atingir um acabamento de obras excelente é primordial ter uma mão de obra excelente. E onde você pode encontrar esta mão de obra?

Você pode treinar e capacitar alguém, contratar alguém que já tenha experiência para a sua empresa ou terceirizar esta função. A primeira alternativa implica no fato que você demorará em ter alguém capacitado, mas poderá economizar nos custos. Outro risco é que a pessoa saia da sua empresa assim que ficar boa.

A alternativa de trazer alguém com a habilidade do mercado é um pouco mais cara, mas funciona quando não se tem o tempo de espera. Deve ser analisado se haverá demanda constante para justificar o custo fixo.

A opção de terceirização é um pouco mais cara a primeira vista, mas pode trazer uma qualidade alta para o seu projeto, pois ela é especialista. Além disso, existem vantagens em relação a encargos, produtividade e uso de ferramentas. No entanto, deve se tomar cuidado para fazer as medições atreladas ao controle de qualidade.

Por serem terceirizados, é possível que a mão de obra acelere processos para tentar finalizar antes, o que pode vir a comprometer a qualidade. Por isso é essencial fazer a medição de obra, o controle de qualidade rigoroso durante a execução de terceiros.

Espero que você tenha aproveitado as dicas e recomendações que apresentei neste artigo. Sinta-se a vontade para deixar nos comentários as suas dicas para executar melhor as etapas de acabamento de obras.

Eng. Jonathan Degani

  • CTO da Brasil ao Cubo
  • Criando inovação na Construção Civil
 

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa