banner sienge

O QUE É UM ERP E POR QUE ELE TAMBÉM É IMPORTANTE NA CONSTRUÇÃO CIVIL?

Blog > gestao, industria-da-construcao, software
14 de agosto de 2015

O mercado nacional, cada vez mais competitivo, exige das construtoras decisões e ações voltadas ao aumento da produtividade, com otimização de processos e redução de custos. A Sondagem Especial, divulgada recentemente pela  Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostrou que 80% das empresas da indústria da construção civil pretendem investir em novas tecnologias nos próximos cinco anos. A Sondagem mostra ainda que, a tendência é que esses  investimentos sejam direcionados principalmente para tecnologia da informação.

Esse dado evidencia a importância da utilização de soluções tecnológicas em gestão, para crescimento e competitividade das empresas da construção civil. Quando se fala em solução tecnológica de gestão, a mais abrangente delas é o ERP – sigla de Enterprise Resource Planning. Traduzindo para o português: Sistema Integrado de Gestão Empresarial.

Um ERP é uma solução desenvolvida para integrar as diversas áreas de uma empresa, trazendo automação, integração e armazenando todas as informações do negócio. Contar com um ERP significa ter menos retrabalho, maior confiabilidade nos dados e informações trafegando entre as diversas áreas em tempo real.

banner sobre o quiz insumos da construção civil

Com a crescente expansão do setor de tecnologia, a construção civil foi muito beneficiada, podendo contar com ERPs especializados no segmento. Todo o processo de construção, deste o orçamento da obra, gestão de suprimentos, estoque, concretização do empreendimento até a venda e faturamento, é realizado e acompanhado integralmente. Essa tecnologia fornece as construtoras mais subsídios para planejamento, redução de custos e promoção de melhorias em toda a cadeia de produção. A tomada de decisão é mais rápida e eficaz, o que impacta diretamente nos resultados das obras.

Por exemplo, o engenheiro pode fazer a checagem do estoque de insumos a serem utilizados em uma obra, e  registrar as ordens de compra para o material em falta. Essa informação já fica disponível para a equipe de compras, que pode iniciar o processo de aquisição. A área financeira ou contas a pagar, também já tem disponível a visão do que sua construtora está comprando, e pode provisionar com tranquilidade os pagamentos. Ou seja, uma área vai gerando insumos para que a outra trabalhe de forma mais precisa e organizada. Todas as áreas da sua construtora podem ser beneficiadas- link do e-book: Um único software é suficiente para a gestão da sua obra contemplando todas as áreas?

E se engana quem pensa que uma solução tecnológica de gestão, especializada em construção civil, é restrita a grandes empresas que contam com verbas tentadoras. Construtoras dos mais diversos portes já contam com um ERP para estruturar, profissionalizar, desenvolver e ajudar a empresa a enfrentar o cenário competitivo do setor.

banner sobre o quiz desperdicio

Se você está se perguntando se sua construtora precisa mesmo de um ERP, continue acompanhando nosso blog ou entre em contato conosco! Será uma satisfação atendê-lo!

Brenda Bressan Thomé

  • Editora do blog Sienge
  • Especialista em comunicação em mídias digitais
  • Jornalista formada pela UFSC
  • Filha de Engenheiro Civil e apaixonada por Construção

Leave a comment

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa