Gestão de canteiro de obras: você está fazendo certo?

23 de abril de 2019

Um dos ambientes que podem gerar maior perda de recursos como matérias, tempo e capital, é o canteiro de obras. Nele são armazenados materiais em áreas protegidas e também em espaços abertos expostos a intempérie. Por isso é imprescindível gerir bem o canteiro de obra para garantir o prazo, a qualidade e a margem de lucro esperados.

Para você otimizar os recursos e cumprir os prazos existem métodos e ferramentas que vão lhe ajudar. Neste artigo apresentarei a você os métodos e ferramentas essenciais para que o seu canteiro de obras seja um fator de ganho. Através deste conhecimento será possível torná-lo em um cartão de visita.

Para isto, vou te mostrar dicas de cronograma, práticas de estoque, os erros mais comuns e como evitá-los, práticas de otimização e as tecnologias disponíveis para lhe apoiar neste processo. Além, disso apresentarei exemplos de layout de canteiros de obras.

Vamos começar?

Planejamento e Cronograma do Canteiro de Obras

gestão de canteiro de obras

Para conseguir otimizar o espaço, muitas vezes bem limitado, e evitar movimentação e perda de materiais, é fundamental planejar e fazer um cronograma do seu canteiro de obra. Com isso, será possível visualizar na linha do tempo quais espaços estarão utilizados e livres a cada chegada de material na obra.

É importante comprar o material no momento certo, nem muito antes da sua utilização nem com atraso. Para isso recomendo que antecipe a compra usando esta fórmula:

Antecipação = prazo de entrega + 2 dias, por exemplo.

Mas porque não posso comprar tudo de uma vez?

Ao comparar conforme a necessidade, você tem três grandes vantagens:

  • Não imobiliza o seu capital de giro sem necessidade;
  • Tem o canteiro de obras mais livre para circulação e estoque dos materiais da etapa corrente;
  • Evita perdas de material por estarem ao relento ou por danificação durante o armazenamento.

Caso o seu pagamento seja feito através de medições de obra, é imprescindível que você siga exatamente o cronograma e execute o que foi estabelecido para cada etapa. Do contrário, aumentará o risco de se ter períodos negativos no caixa e ser necessário buscar recursos adicionais externos à obra.

Não esqueça:

Você deve também levar em conta a oscilação no custo dos materiais. Como menciono no artigo sobre acabamentos, se houver uma promoção em alguma item como um piso ou houver previsão de aumento do custo do aço, é melhor criar um estoque desse material.

Esta análise pode não ser tão fácil de se fazer sem o auxílio de um software ERP que faça análise financeira. Por isso, no final deste artigo, mostro a você algumas dos processos que podem ser agilizados para uma tomada de decisão mais assertiva.

De qualquer forma, para comprar somente o material necessário, você deve ter em mão a lista detalhada de materiais com seus quantitativos para cada etapa. E isso será possível através de um projeto detalhado e compatibilizado do qual se possa extrair uma lista completa de materiais.

Maneiras de Incentivar a Organização

gestão de canteiro de obras

Você concorda que um canteiro de obras bem organizado chama a atenção e agrada a quem vê?

Existem diversas maneiras de se manter a organização do canteiro de obras. Em todos os casos, é importante deixar este objetivo claro para as equipes de supervisão da obra. Além disso é possível oferecer algum bônus ou até mesmo um churrasco ao término de determinadas etapas se o canteiro permanecer organizado.

A organização do canteiro de obras vai além da facilitação de circulação e da imagem passada aos que notam a obra. Ela facilita a separação dos resíduos e do seu descarte correto. Com isso, é possível aumentar a reciclagem dos resíduos e até gerar receita com o descarte de materiais como: alumínio, plásticos, aço, dentre outros.

Na fábrica da Brasil ao Cubo, o resíduo gerado, apesar de pouco, é todo destinado a reciclagem e gera receita para festas de confraternização dos colaboradores. Isso os incentiva a separarem os materiais durante a o descarte.

Layout do seu Canteiro de Obras

O layout do canteiro de obras varia de obra para obra e de terreno para terreno. No entanto, existem fundamentos que você poderá repetir em todos eles para facilitar seus processos.

O primeiro fundamento é ter o projeto de implantação da obra para, em cima dele, definir o seu canteiro. Desta forma, você saberá exatamente o espaço ocupado pela obra e poderá definir melhor os espaços de acordo com acesso e deslocamento.

É importante deixar um espaço para circulação ao redor da obra para entrada de caminhões com materiais, por exemplo. Hoje muitos materiais vêm em pallets e devem ser descarregados com caminhões muncks. Por isso, deixe espaço suficiente para que um caminhão munck consiga entrar ao lado da área de armazenamento.

Agrupe os materiais que serão utilizados junto, como brita e areia, próximos da área onde fica a betoneira. Isso evita perda de tempo e de material ao transportar de um lado para outro. Nestas áreas, reaproveite caixaria para dividir os materiais e evitar a perda e mistura dos materiais por erosão.

Cuidado!

Evite estocar o aço na intempérie, principalmente em regiões litorâneas. A deposição de sal por conta da maresia pode causar problemas futuros de corrosão e expansão da armação dentro do concreto. Armazene o aço próximo de onde as armaduras serão feitas. Isso facilita a reutilização de pedaços de barras na montagem das armações.

Uma das perdas comuns e fáceis de se evitar é a do cimento. O cimento reage com a umidade, por isso deve ser armazenado bem protegido da chuva e em local bem ventilado. Mesmo a umidade de um local abafado pode ir petrificando o cimento e tornando-o inutilizável. Use lonas no chão para evitar a percolação da umidade.

Para se otimizar espaço e ter mais área coberta para armazenagem de materiais, em muitas obras se utiliza a área do primeiro pavimento quando a estrutura deste está coberta. Isso pode desafogar o barraco de obras no armazenamento de materiais como pisos e louças.

Mas como posso monitorar e controlar os processos envolvidos em um canteiro de obras?

Ferramentas e Tecnologias de Apoio (ERP)

Existem ferramentas que ajudam você a monitorar o as contas a pagar, a receber, compras, controle de estoque, gestão de pessoas, entre outros recursos de maneira rápida e sem erros.

Você já deve ter ouvido falar em ERP, um sistema que integra as informações de diversas áreas da sua empresa e possibilitam um fluxo de informações e um controle muito melhor.

Ao utilizar um ERP, você não só tornará a gestão do canteiro de obras melhor como também a gestão de toda a sua empresa. Na prática, você diminuirá problemas de fluxo de caixa, conseguindo prever as entradas e saídas com mais clareza. Você também poderá gerir o seu estoque em tempo real e se antecipar a faltas de material, por exemplo.

Além disso, o sistema ERP controla também as contratações e a alocação de mão de obra. Com isso você consegue evitar gargalos e tornar mais produtiva a sua obra. Todos estes controles auxiliam na execução do seu projeto e na gestão do seu canteiro de obras, tornando-o mais eficiente.

Compartilhe as suas dicas sobre gestão de canteiro de obras nos comentários!

Eng. Jonathan Degani

  • CTO da Brasil ao Cubo
  • Criando inovação na Construção Civil
 

Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa