Tecnologia na construção civil e o aumento na produtividade

Gabriela Torres

Escrito por Gabriela Torres

19 de julho 2022| 10 min. de leitura

Compartilhe
Tecnologia na construção civil e o aumento na produtividade

Experimente observar um canteiro de obras por alguns minutos: você consegue perceber quais deslocamentos de materiais e pessoas são desnecessários? Quanto material foi desperdiçado? Processos falhos que resultaram em retrabalho? 

A competitividade na indústria da construção, marcada por margens de lucro apertadas, grandes volumes de produção e prazos curtos, impõe eficiência máxima de gestão. Cada minuto do canteiro parado pode significar prejuízo. 

Por isso, a produtividade do seu empreendimento está amarrada a uma condição: a modernização do processo construtivo a serviço da otimização do tempo e de recursos. Você verá neste artigo como a adoção de tecnologia na construção civil pode ser a saída para projetos mais ágeis e com custo reduzido. 

8 aplicações da tecnologia na construção civil

Quando se fala em novas tecnologias aplicadas à construção civil, você não precisa imaginar um robô empilhando tijolos. Existe uma série de práticas e recursos que já são adotados e trazem mais competitividade às empresas do setor.

Confira oito exemplos:

  • BIM (Buildin Information Modeling): Proporciona a construção em 3D virtual, integrando todas as disciplinas, como se o projeto fosse uma maquete digital. Também permite que vários profissionais trabalhem ao mesmo tempo no mesmo arquivo. Saiba tudo sobre o BIM neste artigo.
  • Drones: Levantamento topográfico antes da obra; inspeções durante a obra; imagens e vídeos para o pós-obra (vendas e marketing) etc.
  • Impressão 3D: Desenvolvimento de maquetes e impressão de matéria-prima.
  • Sensores inteligentes: Contribuem com a segurança no canteiro, a exemplo do uso de EPIs.
  • Construção modular: Proporciona linhas de montagem padronizadas no local da construção, trazendo mais agilidade e menos desperdícios no processo.
  • Inteligência artificial: Tem aplicação diversa na construção, a exemplo das câmeras inteligentes que realizam reconhecimento facial.
  • Novos produtos e materiais: Bioconcreto (estrutura se regenera em caso de rachaduras); alumínio transparente (em substituição ao vidro); telha solar (produz energia captando a luz solar); tijolo ecológico (menor impacto ambiental); tintas solares (transformam e armazenam energia solar); etc.
  • Ferramentas de gestão de obras: Softwares de gestão de obras e projetos são indispensáveis na organização e controle do orçamento, planejamento e acompanhamento de obras, controle de estoques e materiais. Veja no final deste artigo quatro excelentes opções para aplicar na sua empresa!

O desafio permanente da produtividade

Não há dúvida de que a cadeia da construção civil impulsiona a economia nacional. O PIB da construção cresceu 9,7% em 2021, o melhor desempenho do setor desde 2010. Mas este mesmo indicador acumulou queda de 26% entre 2014 e 2021.

O incremento no custo da construção (materiais e equipamentos; serviços; mão de obra), taxas de juros altas e inflação em patamares elevados são freios que ainda seguram o avanço da produtividade.

Em congresso realizado em 2019, o engenheiro civil Luiz Henrique Ceotto lembrou que há cinco décadas a construção civil brasileira discute sua baixa produtividade. Também são raros os estudos e faltam dados sobre o tema. 

Nesse cenário, as atenções se voltam ao canteiro de obras: é lá que o planejamento dos processos produtivos, a qualificação dos colaboradores e a aplicação de novas tecnologias trazem resultados na prática.

Transformação digital a serviço da produtividade

O aumento da produtividade é a principal vantagem quando a transformação digital passa a ser uma realidade na rotina de construtoras, incorporadoras, empresas de engenharia e empreiteiras.

A confirmação vem das 500 empresas nacionais consultadas na pesquisa “A Transformação Digital na Construção Civil”, realizada pela AECweb. Observe como os números demonstram esta importância.

Como a empresa é beneficiada pela transformação digital

  • Aumento de produtividade: 26%
  • Automatização de processos: 22%
  • Redução de custos: 21%
  • Visibilidade gerencial: 17%
  • Melhoria na qualidade das obras: 14%

O canteiro de obras também é diretamente beneficiado pela aplicação de tecnologia na construção civil:

  • Planejamento e controle: 32%
  • Gestão operacional e de processos: 32%
  • Integração entre escritório e obras: 18%
  • Controle de custos: 18%

A mesma pesquisa ainda traz respostas para outra pergunta: quais as novidades que teriam mais impactos no setor?

  • BIM 4D Planejamento e controle: 21%
  • BIM 3D Modelagem de Projetos: 20%
  • BIM 5D Orçamentos: 17%
  • Drones: 9%
  • Realidade aumentada: 9%
  • Internet das coisas: 7%
  • Inteligência artificial: 6%
  • Big Data: 4%
  • Robôs: 1%

Muito a evoluir: você consegue imaginar que quase um terço das empresas consultadas apontam apenas o uso do WhatsApp e e-mail como exemplos práticos de aplicação da transformação digital? Esta é uma realidade em 31% das organizações entrevistadas.

fim segundo lote meio conteudo

5 exemplos práticos da tecnologia na construção civil

A produtividade está diretamente ligada à eficiência na produção, sendo uma das melhores medidas para aferir a performance de uma empresa. Uma organização altamente produtiva, portanto, usa todo o seu potencial, garantindo maior rentabilidade, mais competitividade e preparo para o futuro.

Com esse princípio, o Prêmio Produtividade da Abrainc e do Comitê de Produtividade DoMesmoLado reconhecem as melhores práticas da construção civil. Você verá abaixo alguns cases que inspiram e também pode conferir outros exemplos aqui.

1. Tecnologia aliada à gestão Lean

A implantação da ferramenta Agilean, que incorpora a metodologia Lean com tecnologias da Indústria 4.0, trouxe aumento na velocidade de elaboração do planejamento da obra, reduzindo em 60% o tempo necessário para sua elaboração. Também houve redução em 88% do tempo médio de paralisação das equipes de produção no canteiro.

2. Construção modular de prédio em 100 dias

A execução do maior prédio da América Latina na tecnologia modular, realizada em Santa Catarina, ocorreu em apenas 100 dias. O uso da estrutura metálica dispensou o uso de caixaria. A fabricação com parafusos também garantiu economia de tempo dedicado à solda. Uma obra convencional do mesmo porte levaria até dois anos e meio.

3. Sensor de segurança e o uso da grua

Ao utilizar sensor de segurança em uma construção executada com módulos pré-fabricados, a empresa ganhou duas horas diárias de utilização da grua para outras atividades. Esse tempo trouxe ganhos na organização, carregamento e descarregamento de materiais, limpeza e organização e distribuição de materiais nos postos de trabalho.

4. Drone no levantamento topográfico

O uso de drones no levantamento topográfico reduziu em aproximadamente 80% o SLA do serviço executado pela empresa. A tecnologia viabiliza mapeamentos e monitoramentos mais eficientes, com menos esforços humanos e maior segurança aos trabalhadores. Também trouxe ganhos econômicos e reduziu custos com contratações de terceiros.

5. Painéis de lightwall

A opção por painéis de lightwall na construção de um edifício garantiu mais velocidade construtiva, redução de mão de obra e dos custos diretos e indiretos do empreendimento. Os ganhos em produtividade ocorrem desde a logística de entrega no canteiro (material é entregue paletizado) até a fase de acabamento, pois se trata de um produto que dispensa as etapas de chapisco, emboço e reboco. O ganho estimado em produtividade foi de 400%.

O que os exemplos acima têm em comum?

Cada um sintetiza cinco elementos essenciais para a produtividade sustentada na tecnologia:

  • Padronização de processos
  • Menos desperdício
  • Menos retrabalho
  • Mais segurança aos trabalhadores
  • Maior precisão e segurança na definição de prazos e custos

Tecnologia na construção civil: conclusão

Quanto mais digitalizadas e automatizadas as operações no canteiro de obras, melhores são os resultados. A tecnologia na construção civil proporciona mais desempenho em tarefas repetitivas e previsíveis, que podem substituídas por soluções automatizadas e inteligência artificial. Assim, as mentes envolvidas no projeto ganham mais tempo para a criação e a atividade intelectual.

Agora que você já sabe como a tecnologia agrega produtividade na construção civil, confira também: