Como usar a metodologia Scrum nas obras

Rodrigo Rovaris

Rodrigo Rovaris

Gestor de Projetos, com 10 anos de vivência em facilitação de grupos de desenvolvimento, comunicação, feedback e motivação.

3 de setembro

Um lema muito comum no mundo dos negócios diz que tempo é dinheiro. Mas os profissionais mais atentos sabem que ele é até mais importante. É por isso que metodologias ágeis de trabalho, que aumentam a produtividade e reduzem custos são tão importantes no mercado atual.

Um dos principais modelos de trabalho ágil no mundo é a metodologia Scrum, capaz de mudar a forma de produzir em vários segmentos, incluindo a construção civil. É claro que o método só funciona para quem o entende e aplica do jeito certo.

Mas aqui está uma boa notícia:

Neste artigo eu vou te mostrar o que é a metodologia Scrum, como ela funciona e o que fazer para aplicá-la no canteiro de obras.

O que é a metodologia Scrum

Scrum é uma metodologia de planejamento e gestão de projetos. De início, ela era usada principalmente no setor de tecnologia, mas pode ser incorporada em vários segmentos. 

A ideia por trás do modelo é simples:

Em vez de trabalhar em projetos enormes que nunca terminam, é melhor criar projetos de curto prazo, com metas e tarefas bem organizadas, e trabalhar nelas de forma iterativa. Com uma boa comunicação e um ritmo dinâmico de trabalho, os times que usam o Scrum cumprem todas as tarefas sem distração dentro do prazo e alcançam seus objetivos.

Por que a metodologia Scrum pode mudar a sua forma de gerenciar obras

Qualquer empreendimento da construção civil exige muito planejamento e grande capacidade de execução para dar certo sem sustos ou problemas de orçamento. O problema é que o mercado brasileiro, de forma geral, ainda carece de organização e foco para executar projetos eficientes, com pouco desperdício e maior retorno financeiro. 

É aí que entra o Scrum: 

A metodologia já foi testada e comprovada por empresas de diferentes setores e tamanhos, é relativamente simples de aplicar e não envolve grande investimento. 

Como a metodologia Scrum funciona na prática

Ao ver como a metodologia Scrum funciona, na prática, você vai entender melhor por que tantas empresas a usam em seus processos internos. Para começar, você precisa entender os elementos que fazem parte do modelo Scrum:

Projetos

Os projetos são chamados de “sprints”, termo inglês que significa “arrancada” e tem a ideia de alcançar uma meta de “curto prazo”, geralmente entre 2 e 4 semanas. Para isso, é preciso consultar uma lista de pendências do produto ou empreendimento (chamada originalmente de Product Backlog). 

metodologia Scrum 1
Fonte da imagem: https://bit.ly/2lQKtaj

A equipe responsável pelo sprint define quais são as tarefas do Product Backlog que vão fazer no momento. Então, criam uma nova lista só com esses itens, chamada de Sprint Backlog.

Equipe

A equipe necessária para um projeto de Scrum tem vários papéis, que são:

  • Dono do Produto: é quem mais entende do produto ou empreendimento. Seu papel é priorizar e inspecionar a entrega das tarefas;
  • Scrum Master: é o profissional responsável por garantir que as regras da metodologia sejam aplicadas corretamente para que o projeto funcione como deve;
  • Equipe Scrum: é a equipe que vai realizar todas as tarefas definidas no sprint.
metodologia Scrum 2
Fonte da imagem: https://bit.ly/2lT5TDK

Processos

Os processos são parte tão importante do Scrum que, como você acabou de ver acima, um membro da equipe é designado apenas para garantir que eles sejam seguidos. O Scrum Master atua como uma espécie de Compliance, neste caso.

Eu já abordei o primeiro dos processos acima, quando falei sobre o Product Backlog e o Sprint Backlog. Para esclarecer um pouco mais: um é a lista de pendências total do produto ou empreendimento. O outro é a lista das pendências que serão eliminadas no sprint em questão.

Depois dessa definição, o time se reúne todos os dias para repassar o que foi feito e o andamento do sprint. Isso é feito até o fim do projeto. 

O quadro completo

Agora que você já entendeu cada elemento de forma isolada, vai entender melhor como tudo isso atua em conjunto. O passo a passo fica assim:

  1. Reunião de planejamento: todos os envolvidos participam. O Dono do Produto usa o Product Backlog para ver as tarefas e prioriza, com a ajuda dos outros, quais serão feitas agora. Disso surge o Sprint Backlog.
  2. Distribuição de tarefas: cada membro da equipe Scrum recebe suas tarefas e as cumpre sob a orientação e supervisão do Dono do Produto e do Scrum Master.
metodologia Scrum 3
Fonte da imagem: https://bit.ly/2lXSkmF
  1. Reuniões diárias: todos se reúnem brevemente para repassar o que foi feito no dia anterior e dar continuidade ao trabalho. Neste momento o time dá visibilidade aos possíveis impedimentos que estão ocorrendo durante o Sprint. Isso acontece até o fim do sprint.
  2. Revisão: no fim do sprint, a equipe apresenta todas as melhorias feitas no produto para ver se houve progresso real.
  3. Retrospectiva: é uma reunião final para ver o que funcionou bem, o que dá para melhorar e planejar o próximo sprint.

Como aplicar a metodologia na construção civil

Você já entendeu bem como o Scrum funciona, mas sei que a sua dúvida ainda é: “como isso vai funcionar na construção civil?”. Para começar, é importante adaptar os papéis da equipe dentro da construtora ou incorporadora.

No caso de uma obra, o Dono do Produto pode ser o engenheiro responsável. Afinal, ele tem maior conhecimento técnico do empreendimento. Qualquer colaborador devidamente treinado pode ser o Scrum Master, mas esse papel talvez fique bem alinhado com as tarefas normais do gestor da obra. 

E a Equipe Scrum é multidisciplinar, já que depende muito do objetivo do Sprint e das tarefas que o projeto vai priorizar. Mas uma coisa é certa: a metodologia Scrum é flexível e com o treinamento adequado todos vão saber o que fazer no momento certo.

Passos que qualquer construtora precisa dar para aplicar o Scrum no canteiro de obras

Se uma construtora quiser aplicar o Scrum no canteiro de obras, mas precisa começar o planejamento do zero, o que fazer? Aplicar os passos abaixo é a melhor solução para começar do jeito certo:

Entender como o Scrum já tem sido usado no setor

O primeiro passo para aplicar o Scrum no canteiro de obras é entender todo o seu potencial e suas aplicações práticas por estudar o que já tem sido feito no mercado. Por exemplo, é possível usar a metodologia para:

  • planejar fases da obra;
  • realizar estudos de viabilidade;
  • organizar a logística de equipamentos e materiais;
  • entre outras coisas.

Oferecer treinamento a todos

Além de entender como o Scrum pode ajudar, é preciso fazer com que todos na empresa o entendam e, mais do que isso, se motivem para adotar o método. Isso passa diretamente pelo treinamento. 

Quanto mais treinamento e orientação os colaboradores receberem, maior será a chance de fazer o Scrum funcionar de forma consistente na empresa.

Definir a lista de pendências da obra

Por último, mas não menos importante, é fundamental que o profissional que vai atuar como Dono do Produto, possivelmente o engenheiro ou o gestor da obra, defina a lista de pendências. Afinal, é isso que vai servir de base para a análise de planejamento preliminar e como ponto de partida do sprint.

A metodologia Scrum é simples de entender e muito dinâmica para ajudar na produtividade e eficácia das equipes. Não pense que esse modelo de trabalho só dá certo para outros setores, até porque já há empresas que estão conquistando resultados positivos no setor da construção civil. O segredo está em entender os processos e aplicá-los o quanto antes.

Além da metodologia Scrum existem outros recursos que ajudam a melhorar a gestão de obra. Um deles é o software BIM. Veja como ele pode ser decisiva para que você gerencie obras de forma mais eficaz!