banner sienge

Gerenciamento de obras: quais as etapas fundamentais?

Blog > passo-a-passo
18 de setembro de 2017

Você sabe como fazer o gerenciamento de obras de forma eficiente? A gente sabe que esse trabalho exige muita atenção do engenheiro, que precisa se preocupar desde o momento do estudo de viabilidade até o cumprimento de prazos para a entrega das chaves.

Então, como estar à frente da concorrência e atender projetos complexos de construção civil? É preciso cumprir com os prazos de entrega, fazer uma gestão da construção de forma eficaz, trabalhar dentro do orçamento, fazer a gestão de canteiro de obras e entregar um serviço de excelência.

E como conseguiremos tudo isso?

É o que explicaremos a seguir!

Faça um estudo de viabilidade

Antes de iniciar qualquer empreendimento, é essencial fazer o estudo de viabilidade técnica e econômica. Ao avaliar os custos de construção do imóvel e as possibilidades de venda, o construtor consegue avaliar se o investimento vale a pena.

Para tanto, deve-se considerar os materiais e métodos utilizados na obra e os valores de contratação de funcionários, por exemplo.

Além disso, a gestão de construção também demanda uma atenção em relação a fatores mais abrangentes. Entre eles estão: o zoneamento urbano, restrições geotécnicas da área, limitações legais, levantamento da taxa de ocupação e autorizações necessárias para a obra.

Caso esse estudo de viabilidade identifique um alto custo para o empreendimento e um baixo ou nenhum retorno para o investimento, muitas vezes a construção será cancelada.

Estude o orçamento

Outro fator que deve ser considerado é o orçamento para o gerenciamento de obras. Para ter uma ideia de como os preços podem variar, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) identificou uma aumento de 3,4700% de janeiro a agosto de 2017 na construção civil.

Portanto, é fundamental ter muito cuidado ao fazer o levantamento de preços para a construção e acompanhar as variações do mercado. Isso contribui para diminuir os riscos e aperfeiçoar a gestão da construção. Sendo assim, fique atento às seguintes questões:

  1. Não misture orçamentos: o valor de uma construção no Rio de Janeiro é muito diferente dos valores aplicados em uma obra para uma cidade do interior de Santa Catarina. Por isso, você deve avaliar os preços de cada localidade para fazer um orçamento de obras correto.
  2. Conheça técnicas de formação de preços: se você não sabe como fazer um orçamento de forma adequada, procure auxílio de um software específico ou de um profissional capacitado. Afinal, é fundamental avaliar o preço de cada item e as taxas tributárias envolvidas no gerenciamento de obras.
  3. Acompanhe a inflação: fique atento às mudanças de preços para compra de materiais e locação de equipamentos. A inflação pode provocar aumento de preços, o que exige um reajuste nos custos da obra.

Planeje todos os itens essenciais para a gestão da construção

Depois de fazer o estudo de viabilidade e montar um orçamento, é hora de planejar outros detalhes importantes da construção. Veja:

  • Verifique o tempo necessário para obter as licenças junto aos órgãos públicos;
  • Regularize todos os procedimentos;
  • Faça a matrícula do imóvel e solicite alvará de construção;
  • Solicite a certidão negativa de débito;
  • Verifique os atestados da rede elétrica e infraestrutura de água e esgoto;
  • Instale uma placa indicando o responsável técnico para garantir uma gestão de canteiro de obras;
  • Defina um espaço para guardar os materiais;
  • Cerque a área;
  • Analise as possibilidades para contratação de funcionários e a capacidade técnica deles;
  • Lembre-se de ficar atento aos direitos trabalhistas;
  • Defina o que será feito com os resíduos da obra;
  • Organize o fluxo de caixa para manter as contas em dia;
  • Faça o gerenciamento de obras para se certificar de que a entrega será feita dentro do prazo estabelecido.

Estabeleça um cronograma de construção

Uma grande dificuldade para muitos engenheiros é a criação de um cronograma de obras possível de ser atendido. Esse é o seu caso?

Fique tranquilo!

É preciso compreender que o planejamento deve unir desde os prazos previstos por fornecedores e  prestadores de serviços até as possibilidades de intempéries.

Para tanto, é essencial especificar detalhadamente cada item e, caso um fornecedor não cumpra com o prazo, a dica é trocá-lo. Mas você deve estar se perguntando “e os outros fatores que influenciam no resultado?”

Trocar a mão de obra já é um pouco mais complicado quando os funcionários não cumprem com as metas. Contudo, é uma medida que deve ser feita caso ocorram muitos atrasos.

Por isso, a pessoa responsável pela gestão de obras deve acompanhar diariamente o trabalho e sempre ter uma lista de empresas parceiras que podem ajudá-lo em casos de “aperto”.

Aa gestão da construção exige um planejamento que faça um sincronismo entre entrega de materiais e atuação da equipe de trabalho. Também é fundamental considerar os feriados existentes, período de férias de profissionais envolvidos e considerar possíveis problemas gerados pelo excesso de chuva.

Faça a gestão de canteiro de obras

Depois de organizar todas as etapas, é hora de fazer o acompanhamento dos trabalhos. A gestão de canteiro de obras evita o desperdício de materiais, o que contribui para reduzir os custos da construção.

Para verificar a utilização correta dos itens de construção, o engenheiro pode fazer uma lista com todos os produtos adquiridos e monitorar a quantidade disponível diariamente.

Além disso, a pessoa responsável pela gestão da construção precisa acompanhar a equipe de trabalho, esclarecer dúvidas, prevenir erros e garantir a segurança dos trabalhadores.

Para isso, deve cobrar resultados diários, manter uma comunicação efetiva com a equipe e prever problemas. Também é recomendável registrar as etapas da obra por meio de fotografias a fim de evitar contratempos no futuro.

Utilize a tecnologia para o gerenciamento de obras

Você tem dificuldade para fazer a gestão da construção de maneira eficiente? Alguns softwares do mercado auxiliam nesse processo que envolve desde o planejamento até a gestão do canteiro de obras.

Um software direcionado para a construção civil é capaz de diminuir erros, organizar o trabalho e propiciar um controle de todos os processos. Sendo assim, ele permite fazer o registro de medições físicas e emitir relatórios para que o gestor de obras faça uma comparação entre o que foi planejado e o executado.

A ferramenta ainda possibilita integrar dispositivos móveis. Assim, você consegue lançar dados a partir do seu smartphone para manter todas as informações atualizadas.  Dessa maneira, é possível fazer a análise de resultados e propor ações para corrigir falhas.

A tecnologia também dá mais agilidade aos pedidos de materiais ou informações relevantes para o acompanhamento das obras, pois aperfeiçoa os processos de comunicação. Sendo assim, ela reduz distâncias e permite o envio de dados em tempo real para a equipe.  

Conclusão

A gente sabe que o gerenciamento de obras exige atenção e tempo do engenheiro. É esse cuidado que garantirá o término da obra dentro do prazo e a satisfação do cliente no momento da entrega das chaves.

Lembre-se de ficar atento a todos os detalhes para se certificar que a obra será executada com excelência. Para complementar: se algum fornecedor ou funcionário falhar repetidamente com você, é preciso fazer a troca para garantir que tudo saia conforme o combinado!

Você tem alguma dificuldade com a gestão da construção? Deixe sua dúvida para que possamos ajudá-lo! Agora se você achou que este post foi útil para você, o que acha de compartilhá-lo nas redes sociais? Vamos gostar muito de saber que outras pessoas podem aperfeiçoar o processo de gestão de canteiro de obras!

Compartilhe no Facebook
compartilhe-facebook
capa gerenciamento de obras

Tomás Lima

  • Gestor de Conteúdo
  • Graduado em Administração pela UFMG
  • Apaixonado por Construção Civil
 

Deixe um Comentário

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa