Dicas práticas para evitar acidentes no canteiro de obra

Eng. Jonathan Degani

Eng. Jonathan Degani

CTO da Brasil ao Cubo
Criando inovação na Construção Civil

9 de novembro 2020

Independentemente do tipo de construção ou do mercado que sua empresa atenda, a segurança é essencial. Para evitar acidentes no canteiro de obra, é preciso muito mais do que capacetes e botinas com CA (Certificado de Aprovação).

Por isso, vou apresentar e explicar a você formas práticas de evitar acidentes e tornar o seu canteiro num ambiente seguro. Com isso, você terá economia, produtividade e maior qualidade em suas obras. Além disso, seus colaboradores terão mais saúde a curto e longo prazo.

Como o ex-CEO da Alcoa, Paul O’Neill, defendia fortemente, “a segurança no trabalho impacta positivamente toda a organização”. E para você entender como, vou contextualizar rapidamente os conceitos básicos e dar exemplos de como construir uma cultura de segurança e, dessa forma, evitar incidentes e acidentes no canteiro de obra.

A segurança no trabalho impacta positivamente toda a organização

Mas o que torna um canteiro inseguro?

Antes de focarmos nos conceitos sobre como tornar o seu canteiro de obras mais seguro, vale lembrar o que o torna inseguro e, a partir desta ótica, solucionar o problema na raiz.

Existem duas categorias de riscos:

  1. Ato inseguro: causado por pressa, imprudência ou imperícia, pode ser visto na falta de EPIs, na utilização incorreta e no improviso de equipamentos, na distração durante o trabalho, etc.
  2. Condição insegura: causada por um risco no ambiente de trabalho, seja por falta de planejamento, falta de sinalização, clima desfavorável, desorganização ou sujeira na obra, fio desencapado, materiais propensos a queda, etc.

Com esta diferenciação, agora você vai ver como tratar cada uma destas categorias.

Condição insegura

Para identificar e tratar uma condição insegura é necessário ter um olhar treinado e aguçado. Muitas empresas contam com Técnicos de Segurança do Trabalho para identificar e sanar estes riscos. No entanto, de modo geral, é essencial treinar e acostumar todos seus colaboradores para terem este olhar e cuidar uns dos outros.

Assim, esta habilidade se desenvolve com o tempo e com a constante lembrança e reforço dos líderes. Por isso, você e sua equipe de liderança devem ter os conhecimentos básicos e estar em conformidade com as exigências de segurança.

Então, treinamentos como da NR12, NR35, NR18 ajudarão a trazer o conhecimento à sua equipe e torna-la mais atenta aos riscos referentes às condições inseguras.

Atos inseguros

Já os atos inseguros podem ser evitados através do cumprimento dos procedimentos de segurança, tais como o uso dos EPI, uso adequado dos equipamentos, etc. A conscientização para tais comportamentos também pode ser feita durante reuniões diárias (DDS), treinamentos e outras atividades relacionadas.

Para evitar ainda mais possíveis acidentes, empresas como a Ambev têm como procedimento elaborar para cada atividade uma APR (Análise Preliminar de Risco). Você pode achar exagerado ter um documento destes para cada atividade a ser realizada, mas a criação desta cultura de pensar e planejar a atividade reduz muitos riscos e acidentes no canteiro de obra.

Quais treinamentos posso dar à minha equipe?

Os treinamentos básicos que a sua equipe pode receber são:

  • NR18: Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção;
  • NR12: Máquinas e equipamentos;
  • NR35: Trabalho em altura;
  • NR33: Trabalho em espaços confinados;
  • NR10: Instalações e serviços em eletricidade.

Os treinamentos são fundamentais para aumentar a segurança no canteiro de obra

Estas são, portanto, as principais normas regulamentadoras que você pode (ou melhor: deve) oferecer como treinamento às suas equipes.

Dessa forma, seus colaboradores estarão mais preparados para identificar riscos, mitigá-los e orientar os colegas. O descumprimento destas normas pode, além de colocar seus colaboradores em risco, acarretar em penalidades à sua empresa.

Como reduzir condições inseguras e acidentes no canteiro de obra?

Além de treinar os seus colaboradores, você precisa se atentar a outras medidas. A organização dos seus canteiros tem relação direta com a segurança que eles oferecem.

Pense em um canteiro onde há fios, pregos e ferramentas espalhadas pelo chão. É seguro um canteiro assim?

Agora, se ao invés disso o canteiro tiver todo o chão limpo com locais pra guardar cada ferramenta e material quando não estiverem em uso… Não é muito mais seguro?

Por isso, cuide da organização do seu canteiro. Uma vez por dia ou a cada atividade, peça para a equipe organizar o canteiro, guardando o que não estiver em uso.

A utilização de sinalizações e isolamentos também é algo muito importante. Em locais onde houver uso obrigatório de algum EPI ou existir risco como alta tensão, área molhada, dentre outros, é importante usar sinalizações. E em locais onde não se deve passar, como nos casos de buracos e vãos abertos, é essencial o isolamento.

Em locais ainda mais críticos como fosso de elevador, é necessário um isolamento com tapume para evitar que algum colaborador cai nele. 

Quando estiver trabalhando com caminhão betoneira ou uma perfuratriz de estaca raiz, por exemplo, também é interessante isolar a área. Isso evitará que pessoas ou outros veículos possam bater nos equipamentos ou atrapalhá-los durante a manobra.

Então, para isolamento, você pode usar fita zebrada, tela laranjada, tapume, cones, etc. O importante é proteger seus colaboradores, colaboradores de outras empresas e visitantes.

Use esta tabela aqui para controlar os indicadores de segurança do trabalho na sua empresa.

Crie e controle indicadores de segurança do trabalho na sua empresa

A importância de um Técnico de Segurança do Trabalho para evitar acidentes no canteiro de obra

Você, como gestor da sua empresa, está focado na satisfação do seu cliente, em fechar novos contratos, etc. O seu mestre de obra foca na entregar da obra dentro do prazo. A sua equipe de almoxarifado trabalha para não faltar material na obra.

Mas quem está focado 100% para a segurança dos seus colaboradores?

Mesmo que a sua empresa já tenha uma forte cultura de segurança no trabalho, é imprescindível a presença constante de um Técnico de Segurança do Trabalho (TST). Este profissional alimentará esta cultura e contribuirá para evitar acidentes no canteiro de obras, além de aumentar a saúde dos seus colaboradores a longo prazo.

Como criar a cultura da segurança do trabalho?

É preciso criar uma cultura de segurança do trabalho nas construtoras

Enfim, a questão-chave para evitar acidentes no canteiro de obra é a criação da cultura da segurança. É ela que vai fazer com que um colaborador cuide e oriente seus colegas, que tomarão mais cuidados no uso de seus EPIs.

Mas como criar esta cultura?

Aprendendo com o exemplo

Você já deve ter ouvido a expressão: “faça o que eu falo, não faça o que eu faço”. Para qualquer argumento ou ideia que você defende e principalmente as que você propõe aos outros que sigam, você deve ser o primeiro a praticar.

É através do seu exemplo que as pessoas perceberão a importância da segurança no trabalho.

Evitar acidentes no canteiro de obras é um trabalho constante

A cultura não surge da noite para o dia. Ela leva tempo e um trabalho constante de conscientização, lembrança, discussões positivas e fiscalização.

Foco na saúde

Durante este processo, lembre sempre do propósito que é manter a saúde de todos que trabalham no seu canteiro de obra, visitam ou passam por ele.

Por fim, não economize com EPIs, sinalizações, treinamentos e outras atividades que alimentem a cultura da segurança. Na medida do possível, compre bons EPIs que sejam confortáveis para o uso. Isso fará com que mais pessoas se sintam bem com eles e passem a usar.

Elogie as boas práticas e o cuidado de cada colaborador para evitar os acidentes no canteiro de obras, pois isso reforça o seu hábito e mostra o quanto você se importa e repara.

Acidentes são quase totalmente evitáveis e só por meio do esforço de toda a equipe que os riscos são mitigados.