Incluir mais verde nas construções é tendência

Marília Gaspar

Marília Gaspar

Arquiteta e urbanista com especialização em gestão de projetos e arquitetura e cidade. Professora e mestranda.

15 de julho 2020

A pandemia do novo Coronavirus alterou radicalmente nossa rotina, não é mesmo? De uma hora para outra tivemos que reinventar a nossa forma de trabalhar e nos divertir, já que passamos a ficar o tempo inteiro dentro de casa.

Essa mudança toda nos forçou a modificar a nossa visão sobre várias coisas, e uma delas é que aprendemos a dar mais valor à natureza e ao contato com ela. Mas que impacto isso terá nas construções?

Neste artigo eu vou te mostrar as vantagens, que já existiam, da presença do verde nas construções, o que fez com que isso se tornasse uma tendência e apresentar as estratégias utilizadas pela arquitetura para isso. Por fim, vou ajudar você a entender como a pandemia pode acelerar ainda mais a ressignificação da moradia como conhecemos hoje.

Viver perto do verde faz bem

Vários estudos científicos mostram os benefícios de se estar em contato com a natureza. Ou seja, viver perto da vegetação traz ganhos para a qualidade de vida. Dentre eles:

  • Contribui para a saúde mental e diminui o risco de depressão;
  • Ajuda na concentração;
  • Reduz o estresse;
  • Reduz a hipertensão;
  • Promove a sensação de bem-estar;
  • Ajuda na memória;
  • Aumenta a longevidade;
  • Contribui para o desenvolvimento saudável das crianças.

Além disso, a presença de parques e praças em centros urbanos trazem benefícios climáticos e ambientais, como o controle da poluição, a regulação da temperatura e da umidade do ar e preservação da biodiversidade.

Verde nas cidades

Durante muito tempo a urbanização adotada no Brasil nos levou a outro caminho. A conformação mais comum em nossas cidades é com o solo cada vez mais impermeabilizado formando verdadeiras “selvas de concreto”. Nesse desenho urbano, os parques e as praças aparecem como “respiro” a essa configuração.

Mas a crescente preocupação com a preservação ambiental e com a sustentabilidade alterou a forma de pensar as cidades, que passou a dar mais importância a inclusão do verde nas construções. Então, a valorização dos locais públicos e da infraestrutura verde que já vinha acontecendo foi potencializada pela pandemia, o que trouxe reflexões sobre o futuro desses espaços.

Verde nas construções

Dentro desse contexto de preocupação com a natureza surgiu o termo arquitetura verde, ou arquitetura sustentável.

Com isso, outra tendência contemporânea é a incorporação de vegetação nas próprias construções. Assim, além da aproximação do morador com o verde, o que traz os já mencionados benefícios, isso se tornou uma maneira de valorização estética dos ambientes.

Nesta perspectiva, vamos apresentar algumas estratégias que podem ser utilizadas em diferentes contextos.

1- Jardins verticais ou paredes vegetais

Trata-se de uma tendência que tem ganhado cada vez mais força, já que ela permite o uso de vegetação em lugares antes inimagináveis como é o caso das fachadas. E visto que podem ser utilizados também em espaços internos, sua principal vantagem está no fato de ocuparem pouco espaço.

Jardins verticais são exemplo claro de verde nas construções

 

Decorações verdes nas construções dão charme sustentável

 

2- Telhados verdes

Os telhados verdes permitem a criação de um novo ambiente nas coberturas em um espaço que antes era considerado como “perdido” quando ocupado pelos telhados tradicionais. Além disso, a vegetação é considerada um ótimo isolante, o que contribui para o conforto térmico da construção

São também uma boa alternativa para a drenagem urbana por absorverem água da chuva e contribuírem para não sobrecarregar os sistemas de coleta pluvial. .

Telhados são mais bem aproveitados para incluir verde nas construções

3- Hortas

Além dos benefícios já mencionados, as hortas em prédios são uma tendência que contribui para uma alimentação mais saudável. Elas se difundiram tanto na cobertura dos edifícios quanto nas demais áreas comuns para o uso coletivo dos condôminos, que cada vez mais prezam pelo verde nas construções e no prato.

Hortas em telhados garantem verde nas construções e nos pratos

As pequenas hortas individuais também ganharam seu lugar nos apartamentos com o plantio em vasos e jardineiras. As sacadas são os locais ideais para esse tipo de cultivo. Durante a pandemia, esse espaço foi ainda mais valorizado, pois permitem possuem melhor insolação e ventilação, ideal para as plantas.

Mais ainda, quem não gostaria de poder temperar sua comida ou fazer um chá com as ervas colhidas na hora na própria casa?

Hortas residenciais mostram a tendência do verde nas construções

4- Jardins de inverno

Esses pequenos jardins internos são a maneira mais tradicional e comum de levar o verde para dentro de casa. Trazem ainda outros benefícios como a iluminação natural e a ventilação. Eles podem ter diversas conformações que variam de acordo com o projeto e a decoração.

Inclusão de verde nas construções passa pelos jardins de inverno

O impacto da pandemia no tipo de construção

Ficar tanto tempo dentro de casa durante a pandemia não é fácil, não é mesmo? Queremos estar em um ambiente confortável e aconchegante no qual nos sentimos bem e que tenhamos espaço para realizar as nossas atividades.

Especula-se que após a pandemia se tenha uma alteração no padrão de consumo de imóveis. Algumas empresas já anunciaram que adotaram o home office permanente, o que nos leva a acreditar que as mudanças provocadas por esse período vão permanecer mesmo após o final da quarentena.

Assim, os funcionários que trabalham remotamente não precisam pagar caro pelo m² próximo ao escritório o que os obriga a morar em pequenos apartamentos. Torna-se possível um novo estilo de vida, com casas espaçosas que tenham áreas verdes em locais mais afastados e, até mesmo, a mudança para cidades do interior.

A arquiteta Luciana Calil relata que muitos clientes reclamaram dos seus apartamentos. “Eles diziam se sentir enclausurados e passaram a procurar uma novo tipo de moradia em casas amplas ou em sítios próximos a cidade.” Outra demanda que cresceu foi a procura por reformas residenciais que incluíssem área de lazer e espaço verde.

O impacto da pandemia na inclusão do verde nas construções

A longa estadia jogou luz em problemas das nossas moradias que antes, quando íamos em casa praticamente só para dormir, não nos incomodavam. Esse foi o motivo que aumentou a procura por pequenas reformas e projetos de decoração durante a pandemia.

A falta de contato com a natureza, que a vida dentro dos apartamentos provoca, foi um aspecto muito notado, principalmente com os parques fechados e o impedimento de passeios ao ar livre. Com isso, as estratégias antes mencionadas passaram a ser mais utilizadas para tentar levar um pouco desse contato para o interior da casa.

Alguns indicadores nos mostram que o interesse do brasileiro em jardinagem aumentou durante a pandemia. A busca pelo termo “kit de jardinagem” no Google aumentou 180% e as vendas de sementes e produtos de jardinagem em até 160%.

Ninguém ainda sabe como será o “novo normal” do mundo pós pandemia, mas esses são alguns fatores que nos levam a acreditar que as pessoas irão buscar cada vez mais moradias que proporcionem o contato com a natureza, tanto no interior de casa como nas áreas comuns de edifícios.

Por que incluir verde nas construções como estratégia de vendas

O mundo muda rapidamente e a pandemia acelerou muitas dessas modificações. Pensando nisso, o aumento da preocupação com a saúde física e mental não deve acabar com o fim da quarentena. Com os seus comprovados benefícios, o contato com a vegetação é algo que a população buscará cada vez mais.

Diante disso, é essencial que as construtoras e as incorporadoras estejam atentas às alterações no comportamento dos seus potenciais clientes.

As estratégias arquitetônicas apresentadas podem ser incluídas em seus empreendimentos como uma estratégia de valorização. Então compreendê-las pode ser um importante diferencial competitivo em um mercado cada vez mais concorrido.

E você? Como anda sua relação com o verde durante a quarentena? Comente aqui embaixo se você gostaria de aumentar a área verde de sua casa e qual das estratégias é a sua preferida. E não se esqueça e curtir o post!