Telhado Verde – Vantagens e desvantagens

Giseli Barbosa Anversa

Giseli Barbosa Anversa

Engenheira Civil, é Product Manager do Sienge, atuando no desenvolvimento de ações para impulsionar o desempenho de empresas da Indústria da Construção.

3 de janeiro 2020

Todo mundo concorda que começar a construir uma edificação pelo telhado não é boa ideia. Mas isso não quer dizer que essa parte da estrutura tenha pouca importância, ou que não deva ser incluída no planejamento com antecedência. 

Também se engana quem acha que não existe muito espaço para inovação ou variedade no telhado de uma casa ou prédio comercial. Para essas pessoas, é bem possível que o conceito de telhado verde seja uma novidade completa.

Quer você seja uma delas ou já tenha ouvido falar no conceito, vai gostar deste artigo. Nele eu vou mostrar o que é o telhado verde, quais são as vantagens e desvantagens dele e alguns exemplos práticos desse tipo de cobertura.

O que é o conceito de telhado verde?

O nome de telhado verde tem tudo a ver com o principal material que compõe esse tipo de cobertura: plantas. Em vez de cerâmica, aço ou qualquer outro material duro, o segredo do telhado verde está em usar a vegetação aparente.

E o mais interessante:

A ideia não é só decorar o local, como uma espécie de vaso decorativo de plantas. O propósito é economizar energia e tornar a edificação mais sustentável e amigável ao meio ambiente.

Outro ponto que pode surpreender:

Não se trata apenas de criar uma espécie de horta no telhado de concreto e plantar o que bem entender. Há muita tecnologia por trás do telhado verde. Para que tudo isso funcione bem existe um processo bem desenhado de engenharia que garante o cuidado com a vegetação e a manutenção do local com o tempo.

Como funciona o telhado verde?

Vale a pena ser mais específico quando falo que existe muita tecnologia por trás do processo de implantação do telhado verde. Basicamente, a estrutura de uma cobertura desse tipo se apoia em nada menos que 7 camadas de materiais. Eles são:

  • telhado: a própria lajota que é usada para cobrir a construção serve como base para aplicação das demais camadas;
  • membrana à prova d’água: a membrana garante que nenhuma umidade passe para o interior do prédio;
  • barreira contra raízes: as raízes de qualquer planta crescem de forma natural. Essa barreira serve para conter esse crescimento e estabilizar o telhado todo;
  • sistema de drenagem: é o sistema que vai drenar, ou escoar, a água captada da chuva e impedir vazamentos ou alagamentos no telhado;
  • tecido permeável: o tecido permeável logo acima do sistema de drenagem serve como base para colocar a terra que vai receber a vegetação;
  • terra: toda plantação precisa de terra. Ela vai logo acima do tecido permeável para manter o sistema vivo a garantir que a planta cresça e respire;
  • vegetação: por fim último vem a vegetação, que pode ser grama ou alguma planta específica.

Alguns sistemas de telhado verde são inteligentes o suficiente a ponto de reter um pouco da água de chuva para irrigar a planta em tempos secos. 

4 vantagens de usar o telhado verde nos seus projetos

Há muitas vantagens em contar com um sistema de ecotelhado para uma casa ou prédio comercial. Apenas para citar algumas das vantagens, vale destacar:

1. Conforto térmico e acústico

O primeiro e mais óbvio benefício é o conforto térmico e acústico que o telhado verde oferece. Como é feito de vegetação, ele impede que o calor e o som entrem para o ambiente interno da edificação.

A temperatura interna mais agradável e o baixo índice de ruído no local dão maior qualidade e bem-estar a quem ocupa o prédio.

2. Manutenção inteligente

O sistema de retenção de água da chuva para irrigar a vegetação do telhado em épocas de seca é uma grande vantagem que tira a preocupação de como manter o telhado bonito e vivo.

É claro que ainda há necessidade de cuidado com a aparência do local. Sem automação não existe um sistema de manutenção que faça 100% do trabalho. Mas já é uma ajuda e tanto.

3. Menor poluição

Outra grande vantagem é a diminuição da poluição ao redor do prédio por conta do processo de fotossíntese que a vegetação do telhado realiza normalmente. 

Pense da seguinte forma:

Por um lado, é como se você tivesse um sistema de ar-condicionado natural que funciona para dentro da edificação com o conforto térmico já citado. Por outro, é como se tivesse um purificador de ar que envolve o exterior da construção. É a combinação perfeita.

4. Visual diferenciado

Não há vegetação 100% igual a outra. Por isso, mesmo que duas construções sejam idênticas e ambas usem um telhado verde, há grandes chances de que elas tenham um visual único. 

Esse toque de diferenciação é perfeito para construções que buscam se destacar por meio do design, especialmente quando querem isso aliado à sustentabilidade.

3 desvantagens de usar o telhado verde nos seus projetos

É claro que não seria realista pensar que o telhado verde tem só vantagens. Apesar de isso ser algo a vislumbrar para o futuro, o fato é que hoje ainda há possíveis entraves que podem dificultar a adoção do modelo sustentável de cobertura.

Algumas das principais dificuldades em potencial que você pode encontrar no meio do caminho caso deseje colocar o telhado verde em uma construção são as seguintes:

1. Custo da mão de obra qualificada

Como estamos falando de um processo novo, altamente tecnológico e revolucionário em termos de qualidade do resultado final da obra, não dá para esperar mão de obra barata. 

A boa notícia é que você já pode encontrar no Brasil bons profissionais e até empresas especializadas em telhados verdes. O problema é que como a concorrência é quase zero, o preço dessa qualificação tende a ser muito mais alto.

Além disso, a demora por conta de deslocamento pode ser maior do que optar por um tipo de telhado convencional, que qualquer profissional da construção está acostumado a fazer.

2. Burocracia com aprovação de projeto

Mais uma vez o fator novidade pesa do lado negativo quando levamos em conta o tamanho e peso da burocracia no Brasil. Obviamente o projeto precisará ser aprovado na prefeitura local antes da construção receber sinal verde.

O problema é que com a novidade alguns órgãos de fiscalização podem ficar confusos e causar entraves ao processo. Infelizmente, o padrão brasileiro é de travar o que é novidade por simples falta de informação e autonomia dos agentes de fiscalização.

Isso quer dizer que será muito complicado ou até impossível aprovar um projeto com telhado verde? Não necessariamente. Já existem muitas construções assim. Mas vale o alerta de que pode não ser tão fácil quanto deveria.

3. Adaptação do ciclo de manutenção

Apesar de o ciclo de manutenção ser, em alguns aspectos, até mais suave do que o de um telhado convencional, não dá para discutir que ainda assim o telhado verde inspira cuidados. Como o ciclo de manutenção dessas coberturas é diferente, a adaptação a ela pode causar estranhamento no início.

Isso é motivo para deixar de lado o telhado verde e todas as suas vantagens? Não. O processo de adaptação é passageiro, e apesar de os primeiros projetos talvez trazerem alguns entraves, a tendência é que depois esse passe a ser o padrão.

Mas então por que falar disso como uma desvantagem?

Porque no curto prazo isso pode significar um pequeno incômodo. E é sempre bom se preparar para os incômodos para não se frustrar e achar que o conceito de telhado verde não é tão bom quanto parecia.

5 exemplos de obras com telhado verde

Confira alguns exemplos de telhados verdes na prática:

telhado verde 1
Exemplo 1
telhado verde 2
Exemplo 2
telhado verde 3
Exemplo 3
telhado verde 4
Exemplo 4
telhado verde 5
Exemplo 5

Fotos: Ecotelhado

O telhado verde é uma grande e bem-vinda novidade no mercado de construção civil. As vantagens vão muito além da estética. Conforme o futuro avança para soluções sustentáveis, entender o conceito mais a fundo e aplicá-lo nas suas próxima obra pode fazer toda a diferença na sua carreira. 

Além do telhado verde, existem outras soluções sustentáveis que estão mudando o mercado, como o TI verde. Já ouviu falar? Veja tudo sobre esse conceito no artigo que preparamos sobre o assunto!