Controle de qualidade em obras: como ter ainda mais eficiência?

Daniel Moraes

Engenharia Civil / Construção

7 de dezembro 2021

Compartilhe

Como anda o controle de qualidade nas suas obras? É seguro dizer que um bom trabalho nessa área representa muito para a lucratividade final do empreendimento.

Então é muito importante se manter atento para aumentar a eficiência desse controle de maneira contínua. E o caminho mais rápido e seguro para isso é unir tecnologia e processos eficazes de trabalho.

Mas é aí que muitas empresas pecam:

Depois de alcançar um nível razoável de organização e controle de qualidade, muitos gestores param de buscar a melhoria e se acomodam.

O grande erro nisso é que com o tempo esses processos ficam ultrapassados e o negócio perde dinheiro enquanto pensa que está com a operação otimizada.

Por isso, neste artigo eu vou mostrar para você como deixar o controle de qualidade ainda mais eficiente e quais as vantagens disso.

O poder do controle de qualidade no sucesso da obra

O controle de qualidade tem tudo a ver com a entrega dos projetos e afeta de forma direta a operação de pós-venda da empresa. Isso significa que a qualidade de uma obra determina o seu sucesso no longo prazo e afeta a maneira como a empresa será vista no mercado.

Assim, as empresas que priorizam a qualidade da obra evitam problemas como:

  • retrabalho;
  • reclamações de clientes;
  • publicidade negativa;
  • perda de contratos;
  • multas e acionamento de dispositivos contratuais;
  • entre outros.

Ao mesmo tempo, essas empresas conquistam espaço e constroem uma marca sólida, digna da confiança dos clientes.

Então, fazer um bom controle de qualidade vai muito além de ter problemas com uma obra ou não, mas tem a ver com o posicionamento e a reputação da empresa no curto, médio e longo prazo.

Como deixar o controle de qualidade da sua obra mais eficiente em 5 passos

Mesmo que você já tenha uma operação de controle de qualidade eficiente, sempre há campo para melhora. Com isso em mente, preparei uma lista com 5 passos práticos que qualquer gestor deve dar para tornar o controle de qualidade das suas obras ainda mais eficiente.

A lista a seguir não tem nada de novo, mas envolve vários elementos que precisam de atenção e envolvem uma implementação para o longo prazo. Ou seja, não se trata de realizar ações pontuais, mas de instituir processos que você e sua equipe vão precisar revisar, ajustar e melhorar no dia a dia do negócio.

1. Adote um sistema digital de controle de qualidade

O primeiro passo é adotar um sistema de controle de qualidade digital, que você pode integrar com outras ferramentas da sua gestão de negócios. E perceba que eu estou falando sobre gestão de negócios, não só de obras.

Afinal, o bom controle de qualidade da obra afeta a empresa como um todo, ao mesmo tempo em que você precisa de informações de outras áreas para fazer um bom controle.

2. Aplique treinamento constante para os colaboradores

É um grande erro pensar que você vai dar as ferramentas necessárias e os colaboradores vão saber imediatamente o que fazer com elas. Em geral, acontece o contrário, e mesmo as pessoas mais qualificadas precisam de treinamento recorrente.

treinar funcionários é essencial

Por isso, ofereça treinamento constante para que seus colaboradores entendam como extrair o melhor do sistema e criar um bom ambiente com a ajuda dela.

3. Comece o controle de qualidade na realização do serviço

Para muita gente o controle de qualidade é a inspeção das atividades, mas isso significa avaliar o que já foi feito. Ou seja, qualquer problema encontrado vai custar tempo e dinheiro para consertar.

Por isso, comece o controle de qualidade já na realização do serviço, por criar processos claros de trabalho, oferecer treinamento, ferramentas e materiais de qualidade.

4. Crie uma rede de parceiros de alto nível

Parte da missão de fazer do controle de qualidade uma prioridade desde a realização do trabalho envolve criar uma rede de parceiros de alto nível. Isso inclui fornecedores, parceiros estratégicos, clientes, funcionários e prestadores de serviço.

Assim, você vai garantir que sempre terá os materiais certos, no prazo, sem problemas financeiros como distração. Com isso em dia, tudo fica mais fácil e o controle de qualidade vai ser para prevenir problemas, não apagar incêndios.

5. Ajuste os processos em tempo real

Por fim, nunca pense que seus processos estão bons o suficiente a ponto de se acomodar. Sempre há um ponto de melhora ou algum detalhe que não funciona. Encontre esses problemas, mesmo que sejam pequenos, e os ajuste em tempo real.

Aprender com seus erros e entender o que torna a vida dos colaboradores mais fácil no dia a dia faz toda a diferença entre um controle de qualidade bom e um ótimo.

Conheça os 5 principais benefícios de aplicar bem o controle de qualidade nas suas obras

O que acontece quando você aplica os 5 pontos que acabei de listar? A resposta está nos 5 benefícios que separei na lista abaixo.

Essa lista tem uma função dupla: a primeira é motivar você, por mostrar o que você vai colher de resultados. Já a segunda, e mais importante, é ajudar você a medir o nível de progresso da sua estratégia.

Ou seja:

A medida que você começar a ver todas as melhorias abaixo terá a validação prática de que executou os passos acima da forma certa.

1. Agilidade

Quando o controle de qualidade é bem treinado, tem as ferramentas e o ambiente certo e usa um sistema de gestão poderoso, como o Sienge Plataforma, tudo fica mais ágil. E agilidade na construção significa manter prazo e orçamento em dia, ou seja, é prioridade máxima.

2. Segurança

Segurança é uma das palavras mais importantes da construção civil, tanto do ponto de vista humano quanto do ponto de vista comercial. Um acidente pode tornar um empreendimento lucrativo em um grande prejuízo em pouco tempo.

Felizmente, contar com um programa de controle de qualidade garante a segurança dos trabalhadores e de quem vai usar o imóvel depois.

3. Otimização de custos

É um engano pensar que é preciso cortar custos de qualquer lugar para fazer uma obra ser lucrativa. Pelo contrário, é preciso otimizar os custos, ou seja, investir forte no que é mais importante e eliminar apenas o que não tem valor.

E o programa de controle de qualidade ajuda a focar no que é mais importante, o produto final, pois é nele onde está o grande valor do empreendimento. Ao mesmo tempo, esse programa reduz o retrabalho, problemas com materiais ruins e outras dores de cabeça que só dão prejuízo à obra.

4. Produtividade

Um bom controle de qualidade acaba refinando também a forma de trabalhar de todos os envolvidos na obra. Se você pensar a respeito, não é possível trabalhar em alto nível de qualidade com um caos total e falta de produtividade.

Então, um dos efeitos colaterais positivos de aplicar o controle de qualidade da forma certa é o ganho de produtividade em tarefas grandes e pequenas.

5. Nível de qualidade das obras

Por último, mas não menos importante, está o próprio objetivo final do programa: garantir o mais alto nível de qualidade da obra. Com um produto excelente em mãos, fica muito mais fácil vender o produto com o valor que ele merece, sem risco de ter problemas com garantia no futuro.

Sem dúvida, o controle de qualidade é de vital importância para o sucesso da sua construtora ou incorporadora, tanto agora quanto no longo prazo. Mas, para tornar seu controle de qualidade ainda mais eficiente e colher os benefícios vistos aqui, é crucial contar com um sistema digital confiável e com processos dinâmicos.

Sabia que a gestão integrada pode ajudar você a realizar o controle de qualidade e todas as outras missões estratégicas da sua construtora de forma completa? Veja tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de sistema!

Compartilhe