Conheça as APIs do Sienge e suas vantagens para as construtoras

Rodrigo Campos

Rodrigo Campos

Head of product na Softplan responsável pelo portfólio Sienge. Atua há mais de 20 anos na construção de soluções de TI.

16 de setembro 2019

Você já pensou na quantidade de ferramentas que usa, ao navegar na internet ou acionar um software, mas nem percebe? É o caso das Interfaces de Programação de Aplicação ou  APIs, na sigla em inglês, muito utilizadas em todas as áreas, inclusive na construção civil.

Tecnicamente falando, uma API é um conjunto de rotinas e padrões que são configurados num software para a utilização das suas funcionalidades. Isto é, a API funciona em aplicativos que não se envolvem nos detalhes da implementação do software, mas apenas usam seus serviços.

Complicado, não é? Mas não se preocupe, vou simplificar e explicar para você. 

É surpreendente a importância dessa solução. Na verdade, ela é a chave para que programas, sistemas, compartilhem informações entre eles e funcionem como se espera. 

apis 2

Nas construtoras, as APIs são grandes facilitadoras nas operações dos mais diversos setores, como você vai ver, seguindo a leitura.

Uma ponte entre ferramentas

Imagine o seguinte: quando duas ferramentas se utilizam de APIs para interagir a comunicação entre elas acontece baseada nas rotinas de cada API. Sem que o usuário precise se preocupar em realizar a conexão de uma com a outra, manualmente. 

Pode-se dizer, então, que elas funcionam como pontes ou conexões entre diferentes sistemas que precisam se comunicar para realizar suas tarefas..

Um dos exemplos mais citados para explicar isso é o do Google Maps, onde o tempo todo existem APIs operando nas suas funcionalidades.

Quando você procura um site de reservas de hotel, aparece, instantaneamente, um link para você saber sua localização no mapa. Você já deve ter feito isso alguma vez.

O software do site de reserva do hotel utiliza as APIs do Google Maps para enviar o endereço do hotel. Isto é, por meio das suas APIs, o sistema do hotel se conecta com o Google Maps e recebe em troca a localização no mapa.

Como em milhares de outras situações, acontece sem você precisar sequer pensar nisso. Mas envolve uma sofisticada tecnologia que opera invisível, no modo automático.

É assim que milhões de usuários transitam de um sistema para outro, operando diferentes softwares, por meio das conexões das APIs.

Janelas de Sistemas Operacionais

Sistemas operacionais como o Windows apresentam na sua configuração uma grande quantidade de funções com APIs. E isso permite aos programadores criarem janelas, acessar arquivos e cifrar dados. 

Mais recentemente, o uso de API tem se generalizado nos plugins, que são acessórios que complementam a funcionalidade de um programa. 

Nesse caso, os autores do programa principal fornecem uma API específica para que outros autores criem seus plugins, conectando-os ao software para ampliar suas funções.

APIs das lojas virtuais

Pode-se dizer que as APIs tornaram-se indispensáveis na criação de toda a infinidade de aplicativos disponíveis para os usuários. Nas lojas virtuais como o Mercado Livre, a API permite aos vendedores cadastrar seus produtos, fazer vendas e administrar pagamentos facilmente.

Redes sociais, como o Twitter, Google, Facebook e outras só funcionam mediante o uso das APIs. Enfim, enquanto você usufrui de um aplicativo ou site, ele está conectado a outros sistemas e aplicativos via API.

api 4

Já pensou se cada vez que fosse preciso interagir com outra ferramenta você tivesse que fazer uma operação manual para isso? 

Agora, imagine o tempo que se poupa, a redução de custos e o quanto isso agrega de produtividade a toda a cadeia da economia!

As construtoras não poderiam ficar de fora de uma inovação tão importante. 

APIs e ERP

Neste sentido, as APIs permitiram um salto adiante na tecnologia de ERP, a sigla em inglês de Enterprise Resource Planning ou Sistema de Gestão Empresarial. 

O ERP é um software de grande sofisticação que funciona como um banco de dados que integra todas as áreas das empresas. Tais como: planejamento, contabilidade, recursos humanos, engenharia e todas as demais, seja quantas forem as áreas no organograma da organização.

Ele possibilita que os diferentes departamentos do negócio trabalhem de forma totalmente sincronizada. Quando uma informação é agregada a um setor, o ERP replica essa informação nos demais setores, que ajustam todos os seus processos ao novo dado. 

A qualquer momento, em tempo real, o gestor tem uma visão global do seu negócio, com relatórios gerais ou específicos, para tomadas de decisão muito mais seguras. Entre as principais vantagens de um ERP para as construtoras podemos destacar:

  • Qualidade e eficácia;
  • Redução de custos;
  • Agilidade empresarial;
  • Elimina o uso de interfaces manuais;
  • Otimiza o fluxo da informação e a qualidade da mesma dentro da organização (eficiência);
  • Otimiza o processo de tomada de decisão;
  • Elimina a redundância de atividades;
  • Reduz os limites de tempo de resposta ao mercado;
  • Reduz as incertezas do Lead time;
  • Incorporação das melhores práticas (codificadas no ERP) aos processos internos da empresa;
  • Reduz o tempo dos processos gerenciais;
  • Redução de estoque;
  • Redução da carga de trabalho, pois atividades repetitivas são automatizadas;
  • Melhor controle das operações da empresa;
  • Melhoria de Infra estrutura de Hardware;
  • Aprendizado em TI;
  • Adequação ao cumprimento das legislações federais, estaduais e municipais vigentes.

Mais de 30 APIs numa plataforma

No entanto, a evolução tecnológica é permanente e o emprego das APIs possibilitou um salto adiante nessa ferramenta. É o caso do Sienge, que de ERP avançou para se tornar uma plataforma.

Hoje temos o Sienge Plataforma, uma solução muito mais ágil, flexível e prática. Além de todos os recursos de um ERP comum, a plataforma está cem por cento no ambiente da nuvem. 

APIs do Sienge 3

Isto significa que, no sistema de plataforma, as preocupações com infraestrutura e sistemas operacionais ficam a cargo de quem provê o serviço. No caso, é o próprio Sienge e o empreendedor não tem nenhuma preocupação com isso.  

Outra característica, que faz uma enorme diferença, é que a plataforma permite expandir as facilidades do ERP com rapidez e liberdade. Ao Sienge podem ser agregadas e compartilhada inúmeras outras ferramentas, através das suas APIs. 

Temos atualmente mais de 30 APIs diferentes para integração com as mais diversas soluções. Isto significa dizer que podemos integrar o Sienge com soluções de CRM ou de acompanhamento de produção no canteiro de obras, por exemplo”, explica Delton Quadros,  analista de negócio da Unidade de Construção da Softplan

APIs mais usadas e mais importantes

As APIs mais usadas na plataforma do Sienge, segundo ele, são as do Cadastro de Unidades, Cadastro de Contratos de Venda e Cadastro de Clientes. 

Na Engenharia, ele  destaca as APIs de Empreendimentos (obras), Orçamentos e Tarefas de Obras. relacionadas ao planejamento. “Estamos dando grande foco às soluções voltadas ao acompanhamento de obra”, ressalta o analista. 

Ou seja, o Sienge Plataforma chega ao mercado para mostrar que o cliente pode ter opções muito além das que são proporcionadas pelo sistema de gestão tradicional ou ERP. 

A empresa pode conectar ao Sienge outras soluções que já tenha ou venha a adquirir, como o banco de dados dos clientes, sem precisar desenvolver integrações para isso. Ou pior, sem precisar cadastrar manualmente as informações utilizadas entre as ferramentas

Um bom exemplo é o MS Project, software muito usado na gestão de grandes projetos que é integrado sem dificuldades ao Sienge Plataforma. Essas integrações ocorrem todas através das APIs.

“O Sienge Plataforma atualmente está ligado basicamente às APIs. O cliente precisa apenas adquirir o pacote de APIs para ter acesso às integrações, além de ter o Sienge instalado no nosso Datacenter”, ressalta Delton Quadros. 

Principais benefícios

Como principais benefícios da plataforma dotada de APIs podemos citar a redução de cadastros entre as ferramentas. Também a redução de tarefas internas e maior segurança na transação dos dados.

Tudo isso resulta em maior eficiência, produtividade e competitividade das construtoras num mercado tão disputado. E prepare-se, que vem mais novidades importantes aí. 

No futuro, teremos também soluções que funcionarão no Sienge para executar tarefas específicas, particulares ao negócio do cliente, que estão sendo chamadas de extensões.

Espero que você tenha gostado de nosso conteúdo e seja útil para a sua empresa. Para qualquer dúvida ou orientação, entre em contato conosco, teremos satisfação em ajudá-lo.

Obrigado pela leitura, deixe seu comentário, compartilhe com seus amigos e colaboradores e até o próximo artigo.