Como a indústria da construção lida com a produtividade

Carla Regina de Moraes Ezaki

Carla Regina de Moraes Ezaki

Product Manager do Sienge Plataforma do Módulo de Suprimentos. Formada em Sistemas de Informação, já atuou como analista de suporte, desenvolvedora e agora foca suas atividades na área de produto.

5 de março 2020

Compartilhe

A indústria da construção é uma das mais fortes no mundo e tem grande impacto na economia global. Ao mesmo tempo, a luta pelo aumento da produtividade continua a todo vapor, assim como em outros setores.

E o desafio é grande, por conta de tantos fatores envolvidos em uma indústria tão grande e com tanta relevância econômica e social. Saber como a indústria lida hoje com a produtividade é a primeira forma de encontrar os meios de avançar nesse processo.

É isso que eu vou te mostrar neste artigo:

Como a indústria da construção entende e lida com a produtividade, como medir os avanços e quais soluções já existem para aumentar a produtividade do setor.

Como medir a produtividade no setor da construção

Em primeiro lugar, é importante dar o contexto correto para a produtividade nessa conversa e entender como ela pode ser medida no setor da construção. A produtividadeprodutividade costuma ser associada com a quantidade de tarefas que alguém consegue realizar. Mas isso, por si só, não diz nada para a qualidade da obra.

A melhor forma de medir a produtividade é comparar o que se pretende fazer com o que realmente foi feito, mas não de forma isolada, e sim em  fluxos de atividades. Como assim?

Em vez de pensar na quantidade de tarefas que são realizadas, é importante pensar em blocos de tarefas que têm relação direta entre si e que são importantes para a obra. Isso ilustra bem a diferença entre estar ocupado e ser produtivo. Vale mais a pena realizar menos tarefas em quantidade e mais atividades-chave na obra.

Aliás, reduzir processos e tarefas desnecessárias é uma das formas de aumentar a produtividade. Por isso, a medição precisa levar em conta o tempo gasto e o trabalho necessário para chegar até o resultado final desejado.

Contribuição da construção civil brasileira para a economia global

Agora vale a pena falar um pouco sobre a afirmação que eu fiz na primeira frase deste artigo, sobre o quanto a construção civil é relevante no mundo. Quais são os dados que dão base para isso?

Para você ter ideia do impacto global da indústria da construção, o GDP (equivalente ao nosso PIB) global gira em torno de 74 trilhões de dólares por ano. Sabe quanto a construção civil gera? Em torno de 11 trilhões! Para completar essa conta, nada menos que 7% da população mundial ativa trabalha na indústria da construção.

No Brasil não é diferente, já que o setor construtivo é responsável por 6,2% co PIB (Produto Interno Bruto) do país. O número de pessoas envolvidas também é enorme: 12,5 milhões de profissionais.

Leve em conta também o seguinte: a indústria construtiva movimenta também outros setores, como de alimentação, serviços financeiros, jurídicos, manufatura, prestação de serviços e outros. Ou seja, a relevância da construção para a economia nacional e mundial é enorme. 

A importância da construção e os desafios de produtividade que o setor enfrenta

Como ficou claro até aqui, a indústria construtiva é muito importante tanto para o desenvolvimento econômico quanto para o avanço social do Brasil e do mundo. Mas essa grande responsabilidade também traz grandes desafios para o futuro.

Uma das maiores dificuldades das empresas para conseguir aumentar a produtividade está em encontrar pessoas qualificadas. E os profissionais são peça-chave na produtividade de uma empresa, e serão ainda mais à medida que a tecnologia desempenha um papel de destaque no setor da construção.

Indústria da Construção 1

Além de pessoas, é preciso focar em metodologias e ferramentas. Entre os principais métodos do mercado, podemos destacar a “Construção Enxuta” e o Kanban.

Diferença de produtividade entre os demais setores e a construção civil

Em comparação com outros setores, a indústria construtiva fica para trás quando o assunto é produtividade. Isso está diretamente relacionado à capacidade de inovação do segmento. 

Enquanto áreas como manufatura e agropecuária inovam muito mais e veem os índices de produtividade subir, a construção ainda está, em grande parte, presa a métodos antigos. 

Quanto mais inovação, maiores as chances de aumentar a produtividade. Mas será que falta inovação ao Brasil? É o que vamos ver agora.

O que falta para a construção civil no Brasil aumentar sua produtividade? 

O Brasil já tem tecnologias de ponta disponíveis para aumentar muito a produtividade. A inovação, destacada acima, é mais um aspecto cultural e de gestão do que técnico ou tecnológico.

Cabe aos gestores enxergar suas operações como um todo, mas também com a habilidade de pensar nos problemas específicos e se mobilizar para solucioná-los. Isso é muito melhor que pensar só em termos de ferramentas disponíveis.

Muitas empresas já têm investido tanto em tecnologia e processos quanto em profissionais capacitados para realizar mais no novo cenário da indústria. 

Quais as tecnologias existem hoje no mercado que podem ser utilizadas para aumentar a produtividade das empresas?

Existem várias tecnologias que têm ganhado destaque no mercado nacional e internacional de construção civil. E cada uma delas pode ser muito útil para o aumento da produtividade de qualquer empresa do setor. 

Algumas das principais tecnologias que as empresas no Brasil já têm começado a usar são:

  • Inteligência artificial: mais de 12% das empresas já usam essa tecnologia para melhorar processos e fazer análises que ajudam na gestão do negócio;
  • Impressão 3D: cerca de 28% das empresas já usam algum tipo de impressão 3D, seja para a criação de estruturas ou para auxiliar em projetos;
  • BIM: o tão falado sistema BIM já faz parte da rotina de 16% das empresas, que buscam na ferramenta uma forma de planejar melhor seus projetos;
  • Internet das coisas: a conexão entre objetos que permite uma integração maior com o back-office já é usada por 19% das empresas.

Indústria da Construção 2

Mas vale um alerta:

Essas soluções não devem fazer parte do dia a dia da sua empresa porque estão na moda ou porque são novidades no mercado. É importante pensar em quais são seus problemas, gargalos e desafios e adotar as ferramentas mais adequadas para isso.

Como o Sienge Plataforma pode auxiliar no controle da produtividade?

A ideia de produtividade não deve se resumir só a realizar um trabalho mais rápido no canteiro de obras, mas a tomar decisões mais rápidas e certeiras em cada etapa do projeto. Para isso, é fundamental ter as informações e indicadores mais relevantes para o negócio facilmente acessíveis a qualquer hora e lugar. 

Indústria da Construção 3 

O Sienge Plataforma é a solução ideal para isso. A plataforma permite acompanhar os dados de cada obra em tempo real desde o período de planejamento até o trabalho no canteiro.

Com a plataforma fomos capazes de acompanhar melhorias de 15% a 30% na produtividade, o que se traduz na economia de tempo ou dinheiro nos projetos. Ou seja, a capacidade do Sienge Plataforma como ferramenta de produtividade impacta diretamente na receita e no crescimento das empresas.

A necessidade de aumento da produtividade na indústria da construção civil é alta. Afinal, estamos falando de uma indústria estratégica para o crescimento da economia e para o avanço da sociedade global. E nesse sentido, soluções tecnológicas e treinamento são a base dessa evolução inevitável. 

Quer saber mais sobre como o Sienge pode ajudar sua empresa a produzir mais e melhor para aumentar receita e crescer? Veja o que faz da plataforma a solução de gestão que você precisa!

Compartilhe