Funcionário digital: revolução no dia a dia da construção civil já é realidade

Martha Ramos

Jornalista, Especialista em Marketing
Redatora do Sienge

8 de Novembro

E se você recebesse notificações no celular sobre o andamento das suas obras? Saiba que isso já é possível! Isso mesmo, a tecnologia e a inovação já são realidade na construção civil. O funcionário digital, recurso cognitivo que pode ser encontrado no Sienge Go!, software criado pelo Sienge para atender pequenas construtoras, é capaz de fazer interações utilizando inteligência artificial.

Essa jornada dupla de empreiteiro e gestor se torna muito mais fácil com a ajuda do funcionário digital, mantendo você sempre informado do que é essencial na sua obra, evitando prejuízo e perda de tempo com burocracia. Trata-se de uma solução que ajuda o construtor a tomar melhores decisões, sem precisar ter uma grande equipe. 

Se você quer saber sobre o funcionário digital, continue essa leitura e descubra como essa funcionalidade pode ajudar na gestão de sua empresa. E, tudo isso, sem tem que contratar um novo profissional!

Facilidade na gestão das pequenas construtoras

funcionário digital 2

O funcionário digital é sinônimo de pura praticidade. “Além de responder diversas dúvidas sobre todas as áreas de uma construtora mais enxuta (Orçamento, Medição, Compras e Financeiro), ele também é proativo, ajudando os donos de construtoras, mesmo sem que se faça grandes esforços”, explica o gestor de Projetos do Sienge Go!, Dayvson Neves Carvalho. 

O recurso foi criado com a missão de fazer com que os pequenos construtores, com um orçamento mais enxuto, possam ter uma gestão profissional e permitir que suas empresas cresçam. “Acreditamos mesmo que vamos causar uma revolução de como se olha um software. Buscamos interagir como as pessoas interagem”, revela Carvalho. 

Essa revolução é tão promissora porque, ao se pensar no dia a dia de qualquer empresa, quando se trata de tomada de decisão, quem está por trás é o dono. A diferença está no porte da mesma, tendo em vista que, no caso das maiores, há uma rede de suporte.

Agora, quando se fala de empreendimentos menores, a realidade é diferente, pois o quadro de funcionários é reduzido. Normalmente são de duas a quatro pessoas. Nesse sentido, sabe-se que a figura de um profissional que cuida da parte financeira e administrativa, por exemplo, é algo raro de se encontrar. 

Portanto, na hora da tomada de decisão, na maioria das vezes, esse gerente ou dono de empresa terá que decidir sozinho. O funcionário digital seria a figura de suporte para a gestão. Alguém que desempenha um trabalho rotineiro, mas que dá total apoio aos seus superiores.

Usabilidade

O Sienge Go! é dividido em duas partes. Uma delas é a do software, que é a interface, onde é possível gerar os gráficos e relatórios. A outra é o funcionário digital, onde é possível conversar com ele. 

Funciona da seguinte forma: se surge uma dúvida dentro do dia a dia da empresa, basta perguntar para o funcionário digital. Ele responderá com base no que tem de informações base sobre a estrutura geral da empresa, que já estão cadastradas nas demais usabilidades disponíveis no software. 

Ele funciona de forma intuitiva. Para usá-lo, basta perguntar de forma natural, que o funcionário digital responderá exatamente como uma pessoa. “Se você questionar: o que eu tenho para pagar na semana que vem? Ele vai te responder quantas são e destas, quais já foram quitadas, e quais ainda constam com valor em aberto”, exemplifica Dayvson.

funcionário digital
Exemplo de como o funcionário digital pode ser usado no dia a dia

O gestor esclarece que não se trata de um chatbot, mas de uma forma inovadora de responder questionamentos de forma detalhada e personalizada. “O funcionário digital  tem toda uma inteligência para conseguir responder, entendendo o segmento da construção”, pontua. Na prática, a ideia é que essa ferramenta possa ajudar o dono da empresa a, efetivamente, melhorar a sua gestão. 

Dayvson detalha como funciona na prática: “o nosso funcionário digital é como uma pessoa. Ela vai te ajudar a responder questões para auxiliar o seu financeiro, as suas contas, a sua engenharia. Enfim, saberá tudo sobre o seu empreendimento. Então ele é proativo, faz ações sem você pedir. E, quando for necessário tomar uma decisão, ele te ajuda e dá suporte, possibilitando uma gestão eficaz”. 

Cognitivo

funcionário digital 1

O Sienge Go! é um Enterprise Resource Planning (ERP) cognitivo, ou seja, sua linguagem se aproxima, ao máximo, de uma linguagem natural.  O software é uma interação que se faz com inteligência digital: ao se perguntar algo, ele responde em tempo real.

Por isso, atualmente é o único ERP da construção civil 100% cognitivo. E, ao fazer essa afirmação, significa dizer que, consultar o funcionário digital é um ato muito próximo ao de se falar com uma pessoa. Isso porque ele não só disponibiliza dados, mas ajuda a fazer análises.

“Acreditamos que isso vai fazer o micro construtor ter um nível de gestão muito mais próximo de construtoras mais estruturadas. Ele agora vai ter um funcionário que entende sobre gestão de obra para ajudá-lo a tomar decisões melhores, pagar um preço melhor, saber se o orçamento equilibrado, entre outras funcionalidades. Isso tudo ajuda no processo de saber onde deveria focar a sua energia”, esclarece Carvalho.

Ressaltando que, de maneira sintética, o funcionário digital pode ajudar a empresa a conseguir reduzir custos, saber se uma obra tende ou não, a dar lucro já no início. “Se for o caso de se perceber que a obra não será lucrativa, o próprio funcionário digital fará sugestões de mudanças”, exemplifica o gestor de Projetos. 

Além disso, com a funcionalidade é possível saber saber qual a diferença entre o orçado e o realizado e, com isso, ter obras com maior lucro; evitar a falta de dinheiro e ter menos tempo gasto com gestão, visto que o orçamento, o compras e o financeiro são integrados. “Isso tudo sem precisar contratar um funcionário para fazer análises da empresa. Você tem um assistente financeiro digital que é mais ágil que um humano”, acrescenta. 

Dentre as vantagens de se utilizar o funcionário digital, estão:

  • assertividade
  • agilidade
  • proatividade
  • controle sobre as obras
  • controle de orçado x realizado
  • gestão profissional e segura
  • praticidade
  • segurança de dados
  • redução de desperdício

Prêmio Internacional de Inovação

O funcionário digital é uma funcionalidade que pode ser encontrada dentro do software de gestão Sienge Go!, aclamado com o prêmio Beacon Awards antes mesmo de ser lançado no mercado. O prêmio Internacional de Inovação da IBM foi entregue em fevereiro de 2019, em San Francisco, Estados Unidos. 

O software foi vencedor da categoria Cloud, que reconhece as soluções baseadas e entregues na plataforma IMB Cloud. Durante o processo de validação, o produto foi testado com 181 empresas do mercado da construção. Ou seja, o software teve como validadores o seu próprio público-alvo!

O Sienge Go! é um sistema integrado de gestão. Ele usa inteligência artificial para atender as necessidades de micro e pequenos negócios da indústria da construção civil.

Conclusão

Vimos que o funcionário digital pode se tornar o verdadeiro braço direito de um gestor de empresas da construção civil de pequeno porte. Ao utilizar inteligência artificial no sistema de gestão integrado, a funcionalidade contribui para agilizar e automatizar os processos do dia a dia. 

Com o funcionário digital é possível sanar frequentes dúvidas que surgem no decorrer da rotina de trabalho. Responder esses questionamentos de forma rápida, intuitiva e inteligente,  fazem do funcionário digital uma promissora revolução dentro da obra!

Se esse conteúdo foi relevante para você e pôde contribuir para trazer insights para a sua empresa, curta e compartilhe ele!