banner sienge

Como gerenciar suprimentos na construção civil com eficiência

14 de novembro de 2017

A importância dos suprimentos na construção civil é indiscutível, não é mesmo?

Dar a devida atenção aos suprimentos proporciona, entre diversos resultados:

Nesse post você vai ver como a gestão adequada dos suprimentos na construção civil resulta em diversos benefícios para sua construtora.

Estou certo de que você quer saber como isso é possível.

Por isso, antes de mais nada, vamos definir uma coisa:

O que são suprimentos na construção civil?

De forma geral na indústria, suprimentos podem ser classificados como todo e qualquer elemento necessário para a atividade de fabricação. Matérias-primas, por exemplo, são um tipo de suprimento. Assim como são suprimentos os materiais de suporte à produção, os equipamentos ou peças necessários ao processo e até mesmo à mão de obra.

Sendo assim, são alguns exemplos, em específico, os seguintes itens:

  • Cimento;

  • Aço;

  • Areia;

  • Agregados;

  • Portas, janelas e esquadrias;

  • Revestimentos;

  • Argamassa;

  • Coberturas;

  • Fôrmas e escoramentos;

  • Tratores, gruas, guindastes e elevadores;

  • Tintas;
  • Operários;

  • Projetos;

  • Tubos e conexões.

Esses são só alguns exemplos, mas o mais importante é entender os conceitos que estão por trás da…

Cadeia de suprimentos na construção civil

Também conhecida como cadeia logística ou supply chain, representa o grupo de fornecedores que atende às demandas da linha de produção de uma empresa.

Na gestão da cadeia de suprimentos, reside um enorme potencial de aumento da eficiência de processos na sua construtora.

Afinal, a cadeia de suprimentos é crucial para qualquer que seja a atividade econômica. É o gestor de suprimentos quem controla os fluxos de  informação, bens, finanças e serviços e as relações entre as empresas.

É fundamental que a gestão da cadeia contemple formas de melhorar o rendimento das etapas logísticas de produção. Resumidamente, a gestão dos suprimentos na construção civil deve considerar as seguintes fases:

  • Planejamento de oferta e previsão de demanda;
  • Seleção e relacionamento com fornecedores;
  • Fabricação;
  • Armazenamento;
  • Entrega;
  • Assistência técnica e atendimento ao cliente.

Como você pode ver, a gestão da cadeia de suprimentos na construção civil é muito importante para o sucesso da sua construtora. Mas quem é o responsável por realizar as suas atividades na prática?

suprimentos na construção civil

Atuação estratégica do setor de suprimentos

O setor de suprimentos – muitas vezes chamado de departamento de compras – é uma área estratégica dentro das construtoras.

Isso porque é essa área que negocia diretamente com fornecedores de materiais e mão de obra. E a negociação foca não apenas em custo, mas também em qualidade.

O perfil do profissional de suprimentos é polivalente. É preciso que ele entenda a obra como um todo, conheça de finanças e tenha uma sólida base de negociação. Tudo para identificar fornecedores e desenvolver parcerias comerciais.

É importante salientar que é responsabilidade do setor de suprimentos a qualificação de fornecedores. Para tanto, o profissional de suprimentos na construção civil pode avaliar fornecedores quanto a:

  • Certificações de qualidade;
  • Capacidade de atendimento os requisitos especificados dos produtos/serviços;

  • Capacidade de entrega no prazo desejado;

  • Existência de licenças para atuação;

  • Condições de pagamento;

  • Formalidade;

  • Qualificação pelo programa setorial da qualidade (PSQ).

Um parâmetro muito eficiente para orientar o setor de suprimentos é o atendimento ao PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat).

A importância do setor de suprimentos na construção civil é indiscutível. Para organizar nossa abordagem, vamos delimitar as responsabilidades desse departamento?

Funções do setor de suprimentos

Você saberia identificar os erros mais comuns na compra de materiais de construção? São efeitos de problemas na gestão de suprimentos atrasos, custos acima do esperado, baixos índices de qualidade e de satisfação do cliente, por exemplo.

Vamos elencar todas as funções pelas quais responde o profissional de suprimentos na construção civil:

Coordenação do setor

É ele quem faz a compra de materiais, incluindo estudos de disponibilidade, pedido, controle de requisição e recebimento, relacionamento com fornecedores, dentre outras tarefas.

Custos

O setor também auxilia na determinação da Curva ABC de materiais.

Qualidade

Tanto a especificação quanto o controle da qualidade dos materiais que entram na obra são aprovados por esse departamento.

Aquisição

Uma vez que o fornecedor e o material são aprovados, a compra de fato cabe ao profissional de suprimentos.

Fornecedores

Responde pela  manutenção dos dados e cadastros dos fornecedores.

Expedição

Nesse aspecto, responde pela garantia da qualidade dos materiais e equipamentos, inspeções, cumprimento de padrões, controle da qualidade.

Inspeção

Desempenho do fornecedor, status do pedido e da entrega.

Transporte e recebimento

Organiza toda a logística, incluindo o planejamento e a documentação da entrega, a verificação das remessas, percurso dos insumos, condições de segurança e cumprimento das datas de entrega. Também faz o recebimento físico e respectivos relatórios.

Armazenamento e controle de estoque

Responsável por definir locais para descarga e estocagem de materiais de acordo com as respectivas normas de segurança e conservação dos insumos. O desenvolvimento do plano de transporte interno também é função desse departamento. Uma vez armazenados, o material precisa passar por periódico controle.

Agora que você já sabe como se organiza o setor de suprimentos, talvez queira saber como medir a eficiência da sua cadeia logística.

Indicadores de desempenho de suprimentos

Sem indicadores confiáveis não é possível medir o desempenho dos seus processos. Você deve estar sempre atento e saber o que medir para ter sucesso em compras na construção civil.

Para saber se os resultados obtidos estão de acordo com o planejamento estratégico você pode usar alguns KPIs (Key Performance Indicators, ou indicadores-chave de performance).

Os KPIs indicados são específicos para a cadeia de suprimentos.

Confira:

  1. Saving: indica a economia realizada ao comparar valores orçados e realizados. Também permite verificar o tempo salvo nos casos em que um item é adquirido em momento próximo ao uso, evitando custos com armazenamento, por exemplo;

  2. Lead time: monitora o tempo entre o pedido de compra e o atendimento, mensurando a eficiência da operação. Lead times elevados indicam necessidade de simplificar processos;

  3. Evolução de preço: ao comparar o preço atual e os preços registrados anteriormente, permite identificar efeitos sazonais e, com isso, programar o momento ideal para compra;

  4. Prazo médio de pagamento: auxilia no controle do fluxo de caixa ao otimizar a relação entre pagamentos e faturamento;

  5. Custo dos suprimentos: revela o peso do custo dos suprimentos nos valores de vendas, permitindo monitorar a necessidade de reduzir custos.

  6. Entrega no prazo: avalia a eficiência e o comprometimento dos fornecedores;

  7. Devoluções: monitora a qualidade das compras e das especificações.

Como se vê, são muitas as responsabilidades do setor de suprimentos na construção civil. Talvez você esteja em dúvida sobre como otimizar processos para manter tais indicadores sempre positivos.

Como otimizar a cadeia de suprimentos

Todos os processos de um canteiro dependem, em alguma medida, do setor de suprimentos. Por isso, é importante adotar processos otimizados para o departamento de suprimentos.

Algumas dicas ajudam na melhoria contínua do desempenho desse setor.

  1. Mapeie processos: antes de mais nada, liste todas as responsabilidades do setor de suprimentos;

  2. Monitore tudo: quanto mais dados, mais fácil fazer benchmarking para identificar vulnerabilidades perante a concorrentes;

  3. Compartilhe o gerenciamento: quando seus fornecedores conhecem seu sistema de gestão, eles também te ajudam a fazer pedidos e organizam sua produção para te atender;

  4. Aumente a previsibilidade: quanto melhor for sua previsão de demanda, melhor seu planejamento. Para isso, invista em analisar dados passados e na interpretação de efeitos sazonais;

  5. Automatize suas cotações de preços e condições: Uma ferramenta como o Coteaqui coleta e apresenta os preços e condições dos fornecedores que atendem a cidade da sua obra. Dessa forma, o time de compras pode focar em negociar as propostas recebidas e fechar melhores negócios;

  6. Valorize parcerias: fornecedores que entendem sua atividade, seu modelo de gestão e seus processos acabam por contribuir com o sucesso do seu negócio. Desenvolva métricas para identificar quais são os parceiros que te impulsionam e quais te atrasam;

  7. Integre equipes: a atuação do setor de suprimentos na construção civil é ampla. Logo, o entendimento sobre a obra também deve ser holístico. Não economize na integração desse departamento ao planejamento estratégico, de operações, produção e finanças. Você precisa ter um plano de ação coerente e completa;

  8. Informatize e integre: ao usar um único software de gestão para a cadeia de suprimentos na construção civil você otimiza naturalmente os processos.

Conclusão

Estratégica para o sucesso de uma construtora, a gestão de suprimentos na construção civil merece muita atenção.

São muitos elementos que exigem atenção. Afinal, o setor de suprimentos interage com todas as atividades em um canteiro de obras.

O monitoramento de todos os aspectos relacionados a esse departamento é, inevitavelmente, complexo. Por isso, é importante investir em ferramentas de apoio, como ERPs ou ferramentas de cotação, por exemplo.

Afinal, o departamento de suprimentos na construção civil tem alto potencial de aumentar a lucratividade de um empreendimento. Consequentemente, o custo dessas ferramentas é facilmente revertido na forma de investimento.

Gostou desse post?

Não deixe de curtir, comentar e compartilhar com sua rede de contatos.

Alyson Tabosa

  • Engenheiro de software especialista na cadeia de suprimentos da construção civil
  • É CEO do Coteaqui que atende construtoras e fornecedores de materiais de construção em todo Brasil
 

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa