Melhores práticas de armazenamento de materiais de construção na obra

Eng. Jonathan Degani

Eng. Jonathan Degani

CTO da Brasil ao Cubo
Criando inovação na Construção Civil

9 de janeiro 2020

Um dos fatores essenciais para ser eficiente na construção civil e não estourar o seu orçamento em uma obra é a diminuição dos resíduos gerados. Esta diminuição, por sua vez, passa pelo armazenamento adequados dos materiais de construção. Por este motivo que neste artigo explicarei a você as melhores práticas de armazenamento.

Ao conhecer estas maneiras de acondicionar seus materiais, você conseguirá diminuir muito o desperdício além de garantir economia ao seu cliente. A economia se dá de diversas maneiras. Desde a compra única até a diminuição do retrabalho de comprar, as melhores práticas garantem aumento na sua eficiência e maior sustentabilidade.

Para você entender melhor os critérios para armazenamento e conseguir otimizar este processo, trarei os cuidados necessários para cada tipo de material. Além disso, trarei comparativos entre os prazos ideias para armazenamento de diversos produtos e os cuidados com itens de maior valor agregado.

materiais de construção 1

Como guardar os tipos de materiais de construção

Cada tipo de material deve ser armazenado de uma forma diferente com cuidados específicos. Estes cuidados vão desde proteção contra intempéries e maresia até furto e erosão. Existem materiais que devem ser armazenados na sombra, materiais que são transportados em palets, outros que de tão pequenos, devem vir embalados, etc.

Vamos começar explicando as ações das intempéries. Materiais como cimento, cal, graute, rejuntes e argamassas devem ser armazenados em lugar ventilado e seco, pois o contato com umidade provoca seu endurecimento. Você já deve ter visto um saco de cimento que petrificou após pegar chuva ou ficar em contato com o solo úmido!

Outro material que deve ser protegido é o vergalhão de aço. A exposição deste material à intempérie provoca oxidação e compromete o seu desempenho dentro do concreto, podendo gerar patologias posteriormente. O contato do mesmo com óleos e outros materiais que possam comprometer sua ardência devem ser evitados.

O armazenamento do aço deve ser preferencialmente feito em local fechado ou coberto com algum tipo de lona para evitar a oxidação e não em contato com o solo. Se o material for usado dentro de um ou dois meses, a ação da oxidação é mínima. Caso demore mais do que isso, um cuidado especial deve ser tomado no seu armazenamento.

materiais de construção 2

Outro tipo de material que devemos proteger é a tubulação de água e esgoto. Ao ficar exposto ao sol este material sofre reações físico-químicas que o fragilizam. Esta perda de resistência compromete seu desempenho, podendo gerar vazamentos. Por isso devemos proteger os canos do sol, tanto no armazenamento, quanto na instalação final.

As tintas, por sua vez têm uma característica importante relacionada aos seus solventes que soltam vapores orgânicos. Além de nocivos à saúde, estes vapores acumulados podem ser inflamáveis e aumentar as chances de incêndio. Por este motivo, o seu armazenamento deve ser feito em local bem ventilado e sombreado.

Na Brasil ao Cubo, criamos um armário feito de tela em volta para armazenar as tintas. Ele possibilita a ventilação e proteção dos recipientes. Ele também tem uma bacia de contenção para armazenar a tinta caso ela vaze. Tudo isso garante maior segurança no armazenamento e manejo destes materiais.

Um cuidado especial deve-se ter com os acabamentos e materiais específicos como um filtro importado ou um interruptor anti-explosão. Os materiais de acabamento devem ser preservados e permanecer intactos até a entrega das chaves. Portanto, mantê-los em suas embalagens em lugar protegido é importantíssimo.

Outro fator que tange acabamentos e materiais específicos é o furto, devido ao seu alto valor agregado. Especialmente em obras grandes com muitos funcionários, este risco é maior. Por isso também deve-se manter em local protegido. Se possível, compre esses materiais logo antes de usá-los, evitando assim extravios e perdas.

Existem também materiais que devem ser descarregados e relocados dentro da obra sobre palets. Materiais como paver, tijolos, blocos, pisos podem vir em palets e ser descarregados e remanejados com a utilização de empilhadeiras ou munks. Isso, além de evitar o desgaste de seus colaboradores, evita perdas e danos aos materiais.

materiais de construção 3

Organização no canteiro de obras

Algo essencial para o bom armazenamento dos seus materiais no canteiro de obras é a organização do mesmo. Se você tem os espaços bem delimitados para cada material, mantém o seu almoxarifado ordenado e tem uma lista de materiais em estoque, você certamente conservará melhor os materiais além de evitar compras dobradas.

Para armazenamento de areia e brita, recomenda-se colocar uma lona ou algum material que isole os agregados do solo. A mistura do agregado com o solo diminui a qualidade do mesmo. Brita e areia com material orgânico misturado diminuirão a resistência do seu concreto, por exemplo.

É importante também isolar um agregado do outro através do espaço adequado entre os montes de materiais ou através de baias de madeira, por exemplo. Desta forma, cada agregado se manterá puro garantindo uma dosagem mais precisa do traço de uma massa ou de um concreto.

Dependendo do tamanho da obra, do volume e da variedade de materiais, valerá a pena para você contratar um almoxarife ou designar um profissional para cuidar dos materiais. Se as perdas de materiais ou o valor com compras repetidas tem ultrapassado o salário de um almoxarife, talvez já seja o momento para você contratar um.

Além de contribuir para a segurança, conservação e o correto armazenamento, ele dará mais agilidade na disponibilização dos materiais e poderá contribuir para nunca faltar nada. Estas são algumas vantagens de se ter uma pessoa responsável por este setor em sua obra. Nós na Brasil ao Cubo geralmente temos almoxarifes para obras que levarão mais de 3 meses.

Ele fará o controle de estoque, controle de número de frequência que os EPIs são concedidos para cada funcionário. Será responsável também por devolver ferramentas alugadas que não estejam sendo utilizadas, e até mesmo alimentação de um ERP de gestão.

materiais de construção 4

Fim de obra

Ao término da obra alguns materiais podem sobrar por diversos motivos. Quanto melhor e mais bem conservados, mais fácil será a sua devolução. Muitas lojas e fornecedores aceitam os materiais desde que eles além de estar com a nota fiscal, estejam em perfeito estado e em suas embalagens. Por isso é importante conservá-los.

Outra opção, caso esteja previsto em contrato com seu cliente, é relocar este material em outra obra. Para isso também é importante o correto armazenamento e conservação. A organização deste material ao término da obra também facilitará a relocação dos materiais de forma que simplifique o aproveitamento.

Se você entregar vários materiais misturados, isso dificultará a localização e a classificação do que está ali. Consequentemente, quem está buscando o determinado material prefere comprar novo, do que perder tempo procurando, e isso gera custos desnecessários.

Portanto, se visto desde a ótica do reaproveitamento, o cuidado com o armazenamento dos materiais na obra também está relacionado a sustentabilidade da mesma. Tudo que é bem conservado pode ser reaproveitado para o que foi feito. Caso o material ou a peça não seja bem cuidada, ela pode deixar de ser útil, como foi exemplificado neste artigo.

Por todos estes motivos, conservar e organizar seus materiais de obra é uma maneira prática de reduzir custos, economizar tempo e contribuir para a sustentabilidade. A escolha deve ser tomada pela liderança e passada para a equipe no dia-a-dia, até que este cuidado com os materiais torne-se parte da cultura.