banner sienge

Saiba mais sobre apropriação de custos na construção civil

6 de julho de 2018

O método de apropriação de custos pode ser a solução que você precisa para ter mais lucratividade em tempos de crise.

Nós sabemos que a indústria da construção civil é um setor que, por natureza, envolve muitos custos. Por isso é importante pensar que ter total domínio da apropriação de custos pode gerar muitos benefícios para sua empresa.

É muito comum lermos ou ouvirmos pessoas falando que um orçamento bem elaborado é suficiente para garantir a previsão dos custos de um projeto.

Mas você sabia que isso não é totalmente verdade?

Calma, não se assuste. O orçamento trata-se de uma parte fundamental para o planejamento de um projeto, mas ele é apenas uma antevisão de todos os custos.

O orçamento e a apropriação de custos são tarefas fundamentalmente diferentes. E foi pensando nisso, que decidimos falar sobre esse tema e mostrar como ele pode ajudar você e sua construtora.

Vamos começar?

O que é Apropriação de Custos?

apropriação de custos na construção civil

De maneira bem direta e o termo “apropriação” pode ser definido como a apuração dos serviços executados. Esse método visa a obtenção e o conhecimento exato das quantidades de material, mão de obra e do tempo real empregados nas tarefas que serão executadas.

Todas as informações colhidas no processo de apropriação de custos servem de base para as composições de custo unitário de serviços, análises da produtividade, ajustes e elaboração do cronograma de obra e controle de gastos.

Por se tratar de um trabalho de coleta de dados, a apropriação de custos deve seguir uma metodologia, que precisa ser adequada ao serviço que está sendo apropriado.

Então, lembre-se:

Você pode usar materiais de antigas obras para consulta, mas não é possível copiar e colar. Cada projeto é diferente e tem necessidades diferentes!

Talvez, neste ponto você esteja se perguntando:

Como aplicar a apropriação de custos no dia a dia do canteiro de obras?

É importante destacarmos que todas as formas de coleta de dados devem garantir credibilidade e para isso é imprescindível que esta tarefa seja feita por um profissional treinado e capacitado. Isso porque erro ou falha nesta etapa da metodologia impede que os estudos e análises sejam realizados.

Normalmente, essa coleta de dados e informações é feita através de planilhas de produção diária, o que permite medir a quantidade de serviço realizado em cada período. Mas essa tarefa também pode ser feita por meio de filmagens ou observações instantâneas.

Como cada serviço exige particularidades, antes de dar início ao trabalho de coleta de dados para a apropriação de custos é preciso aplicar algumas regras que visam facilitar o andamento da tarefa. Isso evitará erros relacionados a valores e diferenças no método de execução e você terá a padronização da execução de cada serviço.

Para começar a aplicar essa metodologia em seus projetos, você precisa:

  • Fazer o reconhecimento da área (local) onde será executado o serviço;
  • Se necessário dividir a área do serviço em subáreas de modo a facilitar o trabalho de coleta de dados;
  • Fazer o levantamento da área total do serviço ou das subáreas, se for o caso;
  • Designar a equipe de trabalho para este serviço;
  • Realizar um trabalho de orientação dos operários quanto ao método executivo do serviço.

Após a metodologia preliminar aplicada, o projeto pode ser iniciado e, consequentemente, a coleta de dados referente à produção diária, consumo de materiais e de mão de obra. Com essas informações em mãos você pode comparar continuamente os custos reais empregados com os custos orçados e havendo diferença, analisar as causas e corrigir a tempo.

Mas você sabia que existe uma diferença de custos no método de apropriação?

Custo Direto vs. Custo Indireto

apropriação de custos nas construção civil

A composição de custos é extremamente importante para a previsão do que será gasto durante a execução das obras. Os quantitativos de cada serviço devem ser mensurados e por isso são divididos em custo direto e indireto.

Para diferenciar um do outro é preciso fazer a análise da relação de custo e benefício, onde é necessário avaliar se o gasto para determinar o custo direto é relevante. Isso porque, as vezes, o benefício de saber o valor do custo não justifica o tempo gasto para cada projeto.

Ainda não ficou muito claro? Vamos explicar melhor:

Custo Direto

Trata-se daqueles custos que estão diretamente ligados à produção. Na construção civil para o desenvolvimento de um projeto serviços como: materiais, mão de obra e equipamentos envolvidos.

Por exemplo, na etapa de acabamento, a mão de obra é direcionada para os serviços abaixo:

tabela apropriação de custos
Fonte: Os Autores, 2014.

Neste exemplo que vimos acima, o custo de mão de obra é mensurado por quantitativos a serem produzidos. Outra opção para compor esse custo seria com base hora/pedreiros.

Custos Indireto

São aqueles custos que não estão diretamente ligados ao serviço, mas são necessários dentro da construtora para o desenvolvimento de atividades em geral. Da mesma maneira, existem materiais, mão de obra e equipamentos para essa etapa.

Vamos ver outro exemplo?

tabela apropriação de custos 2
Fonte: Os Autores, 2014.

Quer saber mais sobre custos diretos e indiretos? Dá uma olhadinha nesse vídeo: 

Agora que você já entendeu o que é apropriação de custos, talvez esteja queira saber:

Os benefícios da apropriação de custos para a sua empresa

A apropriação de custos vem ganhando cada vez mais força na indústria da construção civil e pode ser algo decisivo para a melhoria de processos e redução de despesas em grandes obras.

O principal objetivo deste método é que, através dessas informações mais precisas, seja possível apurar os custos em ambientes macro ou micro, dentro de um projeto.

Dentre os principais benefícios do método de apropriação de custos, estão:

  • Comparar os valores entre os custos orçados e os apropriados;
  • Determinar os motivos de diferenças e corrigi-los;
  • Avaliar as possíveis alterações no andamento da obra;
  • Comparar com serviços iguais as outras obras;
  • Prever despesas para futuras etapas de serviço;
  • Acompanhar e corrigir o cronograma da obra;
  • Aprovar decisões em tempo hábil;
  • Analisar a produtividade dos operários.

Com todas essas vantagens, você garante mais agilidade no canteiro de obras através deste controle efetivo das tarefas, transportes, equipamentos, insumos e pessoas envolvidas. Com isso, você tem uma ferramenta estratégica para o aumento da produtividade e redução de custos.

Para concluir…

A apropriação de custos correta no canteiro de obras se torna um grande diferencial para a sua construtora. Pois é a partir dele que você tem uma apuração de resultados muito mais realista sobre a obra.

Além disso,  você pode construir um histórico de informações relativas à composição de custos, isso pode auxiliar em outras obras. Desta maneira, sua construtora poderá contar com uma gestão de obras cada vez mais preciso, o que reduz as chances de desperdício.

Gostou do post? Então não deixe de curtir, comentar e compartilhar em suas redes sociais!

 

 

Tomás Lima

  • Gestor de Conteúdo
  • Graduado em Administração pela UFMG
  • Apaixonado por Construção Civil
 

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
banner sobre ebook gerenciamento de obra do inicio ao fim
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa