Mão de obra qualificada: qual a responsabilidade do gestor no processo

Gabriel Andrade

Escrito por Gabriel Andrade

19 de abril 2022| 6 min. de leitura

Compartilhe
temas para dds uso de maquinários

Que a construção civil é composta predominantemente por pessoas, você já está cansado de saber, não é mesmo? Mas você sabe qual a importância da mão de obra qualificada para o sucesso e o bom andamento da sua gestão? 

A qualidade da mão de obra – seja ela de engenheiros, pedreiros, carpinteiros, arquitetos etc. – está diretamente ligada aos resultados da sua empresa. E se você não entendeu isso ainda, provavelmente está perdendo tempo.

O crescimento profissional de todas as pessoas que estão envolvidas no processo, são de extrema importância. Sendo assim, discutir a produtividade da equipe é um ponto mais que necessário. 

Afinal, uma obra produtiva é aquela que segue os parâmetros de prazo, custo, qualidade, segurança – que são os 4 pilares da gestão de obras de alta performance. Pois bem, o objetivo do artigo de hoje é munir você, gestor, para entregar o resultado por completo, envolvendo todos os níveis da construção civil.

Responsabilidades do gestor para uma mão de obra qualificada

O trabalho em equipe é indispensável, tanto dentro da construção civil como em qualquer outra profissão. Dessa forma, fica o seguinte questionamento: será que o problema é sempre a mão de obra desqualificada? 

Os gestores também possuem a responsabilidade de treinar e capacitar a equipe, dentro dos processos que precisam ser executados na obra, sejam eles de segurança, qualidade, custo ou prazo. 

Formar novos líderes dentro do campo de obra é uma estratégia que, além de trazer crescimento para a equipe, otimiza o trabalho a ser desenvolvido. 

Os mestres de obras, encarregados e empreiteiros também precisam aprender a ser líderes. E muitas vezes esses profissionais carecem de uma capacitação que não receberam em outras oportunidades ao longo da vida. 

Treinar a sua equipe é um diferencial para sua empresa!

O treinamento para obter uma mão de obra qualificada é algo imprescindível na construção civil. Por isso, listamos 3 dicas importantes nesse sentido:

1. Cultura de aprendizagem

As práticas e ações realizadas dentro da sua equipe são primordiais. Afinal, em se tratando da construção civil, ninguém consegue fazer tudo sozinho, não é mesmo? Sendo assim, é preciso que você invista em uma cultura de aprendizagem visando à produtividade e mão de obra qualificada.

O treinamento e a capacitação constantes devem fazer parte da estratégia de qualquer empresa que queira crescer. Podem ser, por exemplo, treinamentos desenvolvidos por agentes externos, cursos em parcerias com consultores, palestras de fornecedores, entre outros. Tudo isso com o objetivo de desenvolver habilidades técnicas e comportamentais para liderar e gerenciar, além de lidar com os diferentes setores e individualidades de cada colaborador.

Mas, além disso, a aprendizagem desenvolvida diariamente também é importante, podendo ser desenvolvida através de reuniões semanais para troca de experiências e práticas com todos os envolvidos na sua equipe. Cabe a você, gestor, estimular essa cultura dentro da sua empresa.

2. Descentralização planejada 

Treinar outros líderes dentro do seu processo de gestão, através da delegação de funções, e fazendo com que esses líderes se sintam parte do processo, é um sinal de que você está alcançando a maturidade da sua gestão e chegando cada vez mais perto do patamar almejado.

Sendo assim, através da capacitação e treinamento das pessoas que compõem o seu time, você poderá realizar a descentralização planejada, e estará habilitado a se comprometer com mais projetos de forma simultânea, e consequentemente obter mais lucro, tudo isso, através de uma gestão de obras consciente. 

3. Identificando um líder em potencial

Também é importante para o gestor identificar aquele profissional que quer ser ajudado e que está, realmente, disposto a se capacitar e crescer junto com a empresa. Logo, trouxe três elementos que você pode analisar e verificar se o profissional que compõe a sua equipe possui. São eles: 

  • Conhecimento
  • Habilidade
  • Atitude

Esse profissional possui esses três itens? Se sim, ótimo! Se não, ele está disposto a aprender, adquirir conhecimento, tem habilidades para isso e atitude dentro do campo de obras?

Se o profissional tem o conhecimento, habilidade e atitude, ele é um líder em potencial, e capacitar essa pessoa é uma estratégia que só tem a agregar, dentro da sua empresa. 

Conclusão

O caminho para o sucesso de uma mão de obra qualificada está diretamente relacionado às suas atitudes, gestor de obras. 

Sendo assim, a responsabilização do gestor no treinamento da equipe, a aplicação da cultura de aprendizagem, a importância da descentralização planejada, e a identificação de um líder em potencial são fatores essenciais.

A partir do momento que você capacita o seu time, você estará, automaticamente, se capacitando, implementando uma metodologia de gestão, direcionando todos os profissionais dentro do canteiro para ações conscientes e planejadas, tornando-o muito mais produtivo.

Gostou desse conteúdo? Acesse o nosso site e fale conosco!