Gestão integrada na construção civil: o que é e quais os benefícios?

André Quinderé

André Quinderé

CEO da Aval Tecnologia, engenheiro civil com pós-graduação em gestão de projetos e experiência em implantação de novas tecnologias e práticas do Lean Construction em diversos tipos de obra, totalizando mais de 3.000.000,00 de m² de área construída impactados. É um dos responsáveis pelo desenvolvimento do Agilean, solução pioneira em levar o Lean Construction de forma digital ao canteiro de obras e vencedora do Prêmio CBIC de Inovação e Sustentabilidade 2020.

15 de julho 2021

Compartilhe

O objetivo de um sistema de gestão integrada na construção civil é bem claro: integrar as diversas áreas de uma construtora. Entre elas, podemos destacar:

  • gestão estratégica e financeira;
  • setor comercial;
  • projetos;
  • planejamento e controle da produção;
  • gestão da qualidade;
  • entre outras.

Com os avanços da digitalização, novas soluções de gestão estão sendo adotadas pelas construtoras e, por isso, a gestão integrada ganha ainda mais importância. Afinal, é um desafio e tanto gerenciar a quantidade de processos, áreas e sistemas que coexistem sem perder a eficiência.

Além disso, a complexidade e a quantidade de informações necessárias para a concepção e gestão de um empreendimento nunca foram tão grandes. Então, eu descobri alguns dados que mostram isso de forma absurda e até assustadora. 

Um estudo do Aconex Group, de 2018, revelou que os maiores projetos de infraestrutura requerem uma média impressionante de:

  • 130 milhões de e-mails;
  • 55 milhões de documentos;
  • 12 milhões de fluxos de trabalho.

Isso mostra que nós somos bombardeados com dados. Então, o grande desafio é coletar e organizar esses dados conforme eles chegam até nós. Isso tudo gera uma necessidade grande por uma gestão integrada e bem resolvida. 

Por isso, neste artigo eu vou te mostrar o que é a gestão integrada, qual a sua importância e quanto ela traz benefícios para as construtoras. Além disso, vou falar um pouco sobre como a gestão integrada na construção civil funciona no dia a dia.

O que é gestão integrada na construção civil

Segundo estudo da Mckinsey, somente 8% dos canteiros em todo o mundo tomam decisões em tempo real. Mas por quê?

Podemos dizer que muito disso se deve a dificuldade de coletar dados nos canteiros e enxergar de uma forma integrada os impactos do dia a dia da produção, além de outras áreas, como vendas e projetos, nos indicadores estratégicos do negócio.

A tecnologia é essencial para a gestão integrada na construção civil

Por isso, realizar uma gestão integrada na construção civil significa tomar decisões em sua construtora levando em conta como cada uma delas vai afetar tanto a sua área específica, que pode ser a obra, por exemplo, quanto o negócio inteiro. Mas será que isso faz tanta diferença assim? Veja a seguir.

Qual é a importância da gestão integrada para a construção civil

Indo direto ao ponto, a gestão integrada é essencial para as empresas da construção civil porque ela vira um jogo que a maioria das empresas do setor está perdendo: o jogo da produtividade.

Só para você ter uma ideia de como esse problema é real e global, um estudo feito pela Autodesk confirmou que 35% do tempo dos profissionais da construção civil nos Estados Unidos é gasto com atividades não essenciais. Ou seja, eles perdem mais de um terço do tempo deles em tarefas como:

  • procurar informações;
  • resolver conflitos;
  • lidar com erros e retrabalho.

Isso representa, em média, mais de 14 horas perdidas por pessoa por semana, só com atividades que não agregam valor ao produto final. Em um cenário produtivo, eles estariam usando esse tempo em tarefas essenciais, como:

  • execução e coordenação de projetos;
  • comunicação e interação com os envolvidos no projeto;
  • busca de novas técnicas construtivas;
  • planejamento e controle da produção;

Infelizmente, a baixa produtividade ainda é uma regra no setor e apenas grandes empresas, com estruturas administrativas robustas, levam alguma vantagem em enxergar os dados. E, mesmo para essas empresas, a gestão integrada ainda é pontual, com visões quinzenais ou até mensais do panorama geral da empresa.

Enquanto as informações ficam em silos, e não integradas, o trabalho de coletar e organizar dados é uma tarefa monstruosa. Mas com a tecnologia e com o conceito de plataformas de gestão há uma virada nesse jogo.

Veja 5 benefícios da gestão integrada para a construção civil

Em vez de escassez de informações e necessidade de grandes equipes, você pode, com processos estruturados e tecnologia bastante acessível, organizar uma abundância de informações de modo prático e rápido. Assim, mesmo as empresas pequenas e médias conseguem atingir níveis de visualização de informação e de gestão baseada em dados, as quais anteriormente seriam inimagináveis.

Gestão integrada na construção civil

Em resumo, estamos falando de:

  1. Menor burocracia e otimização dos processos: se você tem uma visão ampla da obra, perde menos tempo com atividades não essenciais e pode otimizar os processos e métodos construtivos para criar valor e combater o desperdício.
  2. Redução de tempo para a realização de rotinas operacionais: muitas tarefas são extremamente operacionais na gestão da construção civil. Uma gestão integrada permite eliminar ou automatizar parte dessas tarefas, e organizar de forma mais produtiva as demais.
  3. Maior transparência: os silos de informação criam também falhas de comunicação e pouca transparência, o que mina o ambiente. Uma gestão integrada dá a todos a informação necessária no melhor momento possível, sem segredos.
  4. Gestão em tempo real: é preciso tomar algumas decisões no momento em que uma situação nova se apresenta, sem demora. Com a gestão integrada as decisões são tomadas em tempo real, de forma rápida e sólida.
  5. Integração de áreas e colaboradores: não dá para integrar a gestão sem promover a colaboração entre diferentes áreas da empresa. Isso não apenas torna o trabalho mais eficaz, como também eleva o moral dos colaboradores.

Quais as tecnologias que apoiam a gestão integrada no dia a dia das obras?

Eu separei 3 elementos principais que compõem a metodologia de gestão integrada na construção civil na prática:

  • Internet das coisas: por meio da internet das coisas, é possível capturar dados em tempo real no canteiro de obras e eliminar tarefas, como os apontamentos manuais necessários para coletar esses dados nos canteiros.
  • Inteligência artificial: por meio da inteligência artificial é possível ter canteiros que identificam falhas, se comunicam com os gestores e corrigem desvios na produção em tempo real, sem carga operacional ou demoras.
  • BIM: além dos diversos benefícios que a metodologia e tecnologia do BIM proporcionam, o modelo passa a ser um repositório central de todas as informações de sua obra, tornando possível quebrar os silos de informação e tornar a gestão efetivamente integrada.

Com esses três elementos, é possível alavancar a eficiência da gestão de sua obra, além de elaborar planejamentos rápidos e controlar sua produção a cada segundo.

Além disso, garante que as informações necessárias para os gestores estejam facilmente acessíveis via modelo BIM e em dashboards que fazem a conexão direta entre o operacional e o estratégico de sua construtora.

2 exemplos de soluções para gestão integrada na construção civil

Se você quer implementar a gestão integrada na sua construtora ou incorporadora, vai precisar de ferramentas de qualidade para fazer isso. Então, eu te apresento agora duas das melhores soluções do mercado, que funcionam de forma integrada entre si:

Sienge Plataforma

O Sienge Plataforma é um ambiente integrado que conecta as melhores soluções do mercado em união com uma série de recursos próprios avançados. Com as forças combinadas dos sistemas conectados, você consegue estruturar uma plataforma de gestão sem dores de cabeça.

Algumas das integrações do Sienge são:

  • 1Doc, plataforma de assinatura 100% digital com validade jurídica. Ideal para assinar documentos de todos os tipos nas obras;
  • Agilean, sistema de planejamento da obra que faz a distribuição, o monitoramento e a gestão da qualidade das atividades no campo;
  • Suahouse, que oferece sistemas para gestão de equipes comerciais e parceiros para controlar as operações de venda, tanto digitais como presenciais;
  • e mais 11 outras integrações de ferramentas variadas, de vendas a gestão e produtividade.

Agilean

Um dos gargalos para o funcionamento da gestão integrada digital na construção civil, desde o canteiro, é a coleta de informações no campo. Afinal, em nossa indústria é necessário fazer essa coleta rotineiramente e as equipes de gestão acabam não conseguindo realizar essa tarefa em uma frequência ideal.

Com o Agilean, devido ao apontamento automático da produção via IoT, as informações são coletadas e integradas diretamente ao Sienge a cada segundo, tornando a visualização e tomada de decisão em relação a produção bem mais assertiva.

Assim, por meio do Agilean, a sua construtora consegue integrar processos de planejamento, produtividade, qualidade, gestão de equipes, entre outros, de maneira completa. Tudo isso utilizando técnicas e métodos baseados no Lean Construction, uma filosofia de gestão capaz de reduzir em até 5% o custo de produção das obras. 

Além disso, é importante destacar que um sistema de gestão, como o Agilean, também carrega um conhecimento embarcado sobre regras e realidades de negócio, não apenas dados soltos.

Conclusão

Então, diante disso, podemos entender que o Sienge ocupa uma posição de “agrupador” de todas as informações que você precisa, enquanto o Agilean atua como um especialista em planejamento e controle da produção. 

Assim, a união entre as duas ferramentas gera um grande valor agregado para as construtoras, pois liga de forma direta entre o que está acontecendo no canteiro com seus impactos nas diversas áreas do negócio.

Por fim, precisamos levar em conta que o movimento de plataforma, que proporciona a gestão integrada, veio para ficar e já é realidade em vários setores, não só na construção civil. E o Agilean, assim como o Sienge, está no centro deste movimento, promovendo a gestão integrada de obras com excelência.

E você, já tinha olhado dessa forma para a gestão integrada na construção civil? Pode ser o upgrade que a sua construtora precisa! Quer saber mais sobre o Agilean, acesse agora mesmo a versão gratuita da nossa ferramenta! 

Compartilhe