Transformação digital: o que é?

Martha Ramos

Martha Ramos

Jornalista, Especialista em Marketing
Redatora do Sienge

4 de setembro

Você já deve ter se deparado com esse frase bastante clichê que diz o seguinte: a única constante é a mudança. Não é mesmo? Quando o assunto é tecnologia, essa realidade é a mesma! Vivemos na Era Digital, da transformação digital, que já é realidade, mas ela ainda continua acontecendo. Ou seja, trata-se de uma permanente transformação.

Quer saber mais sobre o assunto? Gosta de tecnologia e de transformação digital? Então continue essa leitura!

transformação digital o que é 1

Transformação digital: o que é?

O Sebrae define transformação digital da seguinte forma:

“se refere ao processo de adaptação das empresas por meio de recursos tecnológicos, seja para melhorar o desempenho das equipes, aprimorar os produtos ou serviços oferecidos e assegurar melhores resultados diante da concorrência. O conceito ultrapassou a barreira das grandes organizações e chegou às empresas de todos os portes. Tornou-se uma peça fundamental não só para destacar as organizações da concorrência, mas para mantê-las vivas no mercado”.

Contudo, a transformação digital não vem sozinha. Ela faz parte de um processo chamado de: progresso tecnológico. Dele, fazem parte três fases: a digitização; a digitalização e só então, a transformação digital.

A primeira é descrita como o processo de transição de informação analógica para uma forma digital. Em outras palavras, os dados são transformados em bits e armazenados em dispositivos eletrônicos. Indústrias inteiras se beneficiaram muito desse processo, pois tornou-se bem mais fácil guardar e proteger informações importantes e, por vezes, confidenciais.

Já a segunda é bem mais abrangente e consiste nas mudanças reais realizadas nas organizações por meio da tecnologia. Isso inclui alguns conceitos bem avançados, como Big Data, IoT (Internet das coisas), blockchain, criptomoedas, entre outros.

E na construção, será que a transformação digital também está presente?

A resposta é sim. A transformação é mundial e passa por todos os segmentos e o dia a dia de todas as pessoas. Para algumas realidades essa mudança chega imediatamente, para outras, é aos poucos. Mas ela chega para todo mundo. E, uma coisa é certa: ter capacidade para se adaptar a essas “metamorfoses” é de fundamental importância.

Na cadeia produtiva da construção civil é possível citar algumas das  tecnologias envolvidas na transformação digital, são elas:

– BIM

A indústria da construção civil está passando por uma revolução tecnológica e, em grande parte, essas mudanças estão acontecendo graças ao uso do sistema Building Information Modeling (BIM). Trata-se do que existe de mais moderno quando o assunto é armazenamento e compartilhamento de dados referentes a um projeto arquitetônico.

O BIM já é uma realidade fora do Brasil e vem crescendo cada vez mais. Essa tecnologia abre uma gama de novidades e temas para se estudar e evoluir na área da construção. 

Atualmente a maioria das empresas brasileiras que usam essa ferramenta estão voltadas para a parte de modelagem do empreendimento. Na maioria das vezes são escritórios de arquitetura que, com o sistema, conseguem visualizar todos os passos do empreendimento, desde o seu planejamento.

Funcionamento

O BIM é um conceito originado nos anos 80, mas que só se tornou realidade nos anos 2000. Com ele é possível controlar o ciclo de vida do projeto, em todas as suas particularidades (arquitetura, elétrica, hidráulica, estrutura, etc), em um único modelo que pode ser acessado e modificado a qualquer momento.

Além disso, diferentemente dos sistemas 2D e 3D mais antigos, como o Autocad ou Sketchup, nele você insere as informações do projeto e o programa vai criando sua visualização 3D. Isso muda totalmente o processo de produção, pois o modelo deixa de ser o resultado do processo projetual e passa a ser instrumento de trabalho. Na prática, isso significa que o desenho 2D, com as informações corretas gera um corte e uma visualização 3D. 

– Drones

transformação digital o que é 2

Os drones têm ganhado força como equipamento usado para trabalho pesado, podendo estar nos lugares mais improváveis para registros de imagens. O conceito do equipamento é fácil de entender: “É todo e qualquer tipo de aeronave que pode ser controlada nos 3 eixos e que não necessite de pilotos embarcados para ser guiada.” (DECEA 2010) em resumo, é manuseado com um controle via rádio.

A popularidade do equipamento tem aumentado a cada dia. Na construção civil, por exemplo, a  utilização de drones têm promovido mais agilidade e melhor performance no canteiro de obras.

Essa tecnologia tem gerado maior movimentação financeira no setor. De acordo com o gráfico criado pela Tractica, nos próximos anos a aplicação de drones comerciais irá multiplicar em mais de 10 vezes o faturamento na construção civil. A perspectiva é que, até 2025, esse número chegue próximo a 14 bilhões de dólares.

Uso na construção civil

No processo de construção os drones têm diversas aplicações possíveis. Uma delas é a funcionalidade de captar imagens e permitir os profissionais que estão distantes a monitorar áreas. O trabalhador pode acompanhar o desempenho das obras visualizando diferentes ângulos e fiscalizar a segurança tanto estrutural como de EPC (Equipamentos de Proteções Coletivas) e de EPI (Equipamentos de Proteção Individual) dos trabalhadores.

Já no mapeamento de áreas é possível reunir todos os elementos, incluindo os softwares, sensores em solo, a câmera de captura de imagem e o dispositivo aéreo. Pode ser utilizado em várias finalidades, seja em contexto de incorporação que pode melhor avaliar um terreno, ou mineração. Ele também pode simular projetos em cima das imagens aéreas captadas pelo drone.

As empresas utilizam os drones na construção civil, por exemplo, para comandar os veículos autônomos utilizando ferramentas mobile. O equipamento permite simular não só projetos, mas também fazer estudos de nivelamento, permitindo ter uma visão do quanto de terra tem que ser retirada ou colocada em determinada construção.

Confira mais algumas das possíveis usabilidades de drones na construção civil!

– Realidade aumentada

A realidade aumentada é uma tecnologia empolgante para a construção civil. Isso porque ela tem muitas aplicações úteis, e pode transformar a forma tanto de trabalhar, quanto de comercializar empreendimentos do setor. 

Com a realidade aumentada é possível colocar elementos digitais na nossa realidade. Para criar as experiências imersivas e cumprir seus objetivos de negócio é necessário o uso de dispositivos. Os mais comuns são: óculos; sensores de manipulação e aplicativos de celular.

Usabilidade

Uma das aplicações da realidade aumentada é projetar a construção de um prédio com os recursos visuais oferecidos. A experiência de design e a riqueza de detalhes no planejamento alcançam um patamar elevado com esse tipo de tecnologia.

Além disso, a realidade aumentada pode servir como ferramenta útil na hora de programar e realizar as atividades de manutenção em qualquer tipo de aparelho. Em alguns casos, elas indicam o que deve ser avaliado com maior cuidado e quais são as prioridades numa rotina de manutenção.

Veja as demais usabilidades da realidade aumentada na construção civil!

– Internet das coisas

A Internet of Things (IoT), a chamada Internet das coisas, foi apontada durante a edição do Construsummit de 2018 – um dos eventos mais importantes da Indústria da Construção que promove a discussão sobre como a tecnologia e a inovação impactam o setor – , como mais uma ferramenta tecnológica que o setor pode se apropriar. 

A IoT nada mais é do que conectar e integrar a rede (os dados na nuvem), os objetos e as pessoas. Dentro da construção civil, a ideia é fazer com que a sua aplicação reduza custos e otimize processos. 

Aplicação

A IoT pode ser usada em wearables (dispositivos vestíveis, ou seja, que você pode colocar numa peça de vestuário para transmitir informações e dados das suas atividades), acoplada a Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). A aplicação possibilita controlar a temperatura e medir os sinais vitais dos trabalhadores ou enviar alertas importantes em caso de perigo. 

Outro uso de extrema valia dessa tecnologia é o monitoramento de máquinas. Graças à IoT esse processo será o mais preciso possível. Além de saber em tempo real onde estão as máquinas, também é possível acompanhar o seu desgaste e prever a sua manutenção.

Saiba como a IoT pode ser aplicada à construção civil!

transformação digital o que é 5

Conclusão

Uma coisa é certa: a transformação digital já mudou completamente a vida das pessoas, mesmo que elas ainda não tenham se dado conta. Essa mudança se deu em todos os âmbitos, desde o modo como nos comunicamos, nos alimentamos, quanto como planejamentos e construímos nossas casas e criamos nossos filhos. E outra realidade é ainda mais certa: muito mais transformações estão por vir! Quem aí está esperando por elas?