banner sienge

Software ERP na indústria da construção: entenda a sua importância

13 de outubro de 2017

Integrar as áreas da sua empresa e evitar que existam falhas de comunicação entre elas é um desafio, não é mesmo?

Você sabia que existem softwares que podem acabar com isso e ainda ajudar com a análise dos resultados da sua empresa?

Neste conteúdo vou te mostrar como essa ferramenta auxilia as indústrias da construção planejarem melhor suas obras e controlarem mais precisamente seus resultados. Além disso, você vai entender como desperdícios e desvios podem ser evitados.

O que é um software ERP?

Software ERP significa Enterprise Resource Planning, termo em inglês que, traduzido, representa Planejamento dos Recursos da Empresa. Esses sistemas estão presentes nas organizações e proporcionam a integração de todas as áreas, desde as operacionais até as administrativas. Essas ferramentas possibilitam o armazenamento, acompanhamento e análise dos resultados da empresa no período desejado.

Para se ter uma noção do nível de integralização que o software ERP proporciona, são registradas nele informações da empresa por completo. Desde a atividade de planejamento financeiro, até estratégias e informações de logística, controle do pessoal, de impostos, essa solução possibilita uma visão e um controle global de todas as áreas de uma organização.

Por que utilizar um software ERP na Indústria da construção?

Por ser um setor muito abrangente, a indústria da construção é marcada por possuir um alto número de informações que são compartilhadas por diferentes áreas e esse é o primeiro ponto na importância de um software ERP.

A falta do controle correto dessas informações está intimamente ligada com grandes problemas do setor. Por exemplo, cerca de 73% das empresas de construção colocam desperdício de material como principal problema. Além disso, 40% dos empresários do ramo apontam o aumento do custo de mão de obra como um problema crescente.

Com um software ERP fica mais fácil identificar esses dados e traçar planos de ação para prevení-los.

Por outro lado, somente 36% das construtoras possuem um software ERP e apenas 18% das obras de construção contam com o apoio de sistemas informatizados no pátio da obra. Será que a falta de um sistema integrado e informatizado realmente não faz a diferença na indústria da construção?

Veja como escolher um software ERP para a construção civil.

Quais módulos de um software ERP são importantes na indústria da construção?

A indústria da construção é um setor complexo, onde existem diferentes tipos de empresas que, até participando do mesmo ramo de atuação, possuem operações e processos diferentes entre si. Sendo assim, é imprescindível que a ferramenta de gestão delas seja modular, afinal ela precisa se encaixar com as necessidades específicas da empresa.

Analisando construtoras, incorporadoras, empresas de instalação elétrica, entre outras, vê-se que são eficientes os seguintes módulos:

Engenharia

Um dos modos mais utilizados, é ele quem possibilita a realização de atividades-chave como a previsão de orçamentos, controle da mão de obra, planejamento de cronogramas, realização de diários de obra, entre outros. A engenharia é fundamental no planejamento, orçamento, acompanhamento e execução de obras.

Financeiro

É o módulo que não só refletirá o resultado financeiro da empresa ou obra, mas também garantirá que a comunicação em termos de dinheiro não seja falha. É aqui que acontece o controle de contas a pagar e a receber, a integração com a folha de pagamento, a organização das notas fiscais, entre outras questões muito importantes.

Veja como reduzir os custos da sua empresa utilizando um ERP.

Suprimentos

É um módulo do software ERP totalmente ligado à questão logística da indústria da construção. Com ele é possível gerenciar fluxos de compras, estoques e a contratação ou prestação de serviços. É fundamental que essa parte seja sempre analisada em relação ao módulo financeiro, e confronte os valores orçados com os realizados.

Comercial

É a parte da unidade da construção destinada ao controle das vendas dos imóveis já finalizados. Ela possibilita desde a prospecção de clientes até o controle da carteira e de estoque. Integrada com a parte de contas a receber de muitas empresas do setor, a parte comercial é fundamental por representar a entrada de receita no processo.

Gestão da qualidade

É o módulo que contém funcionalidades para a administração integrada dos sistemas de gestão da empresa e atende as normas de qualidade, como a ISO 9001 e o PBQP-h. Isso auxilia em uma administração integrada, focada na melhoria contínua e a auditoria interna fica totalmente facilitada. Entenda como funciona a gestão da qualidade na construção civil.

Contabilidade/Fiscal

Permite que a gestão contábil e fiscal seja integrada a todo gerenciamento da empresa, o que facilita a prestação das obrigações ao governo. Esse módulo, integrado aos demais do ERP, permite que o cliente faça a apuração dos tributos e gere automaticamente os seus arquivos digitais. O resultado é agilidade na prestação de contas com o Fisco, redução de erros e multas por atraso.

Integração Fiscal

O sistema Integração fiscal permite a geração de um arquivo contendo as informações dos documentos fiscais registrados nos sistemas do financeiro, aumentando a confiabilidade na entrega das informações fiscais ao escritório de contabilidade. O sistema permite gerar um arquivo configurado segundo o layout do software fiscal utilizado pelo cliente

Recursos Humanos

Esse módulo do software ERP possibilita o controle de todas as atribuições que envolvam o RH da empresa. Ele atende desde o recrutamento de novos colaboradores, até a administração do pessoal em relação à ponto eletrônico, cargos e salários, entre outros.

Suporte à decisão

É a parte do software ERP que entrega velocidade à análise de dados que são importantes nas decisões, isso pelo fato de disponibilizar relatórios de fácil compreensão que são capazes de suportar ações preventivas e corretivas.

Segurança

É o módulo que garante que apenas as pessoas certas terão as informações e acessos no qual são responsáveis, além de que, é possível fazer o agendamento de funções como o envio de relatórios ou de avisos por usuário.

Gestão de Ativos

Permite o gerenciamento dos bens patrimoniais da empresa, como a frota de veículos e equipamentos em geral, que pode ser integrado com a parte contábil do sistema

Aplicativos

Torna o trabalho mais fácil por entregar para as empresas da indústria da construção a mobilidade que elimina o retrabalho, o atraso das obras e assim melhora os resultados. O diário de obra, por exemplo, pode ser atualizado e registrado por um simples smartphone, o que facilita a vida de todos os envolvidos no processo.

Integração BIM

Para as empresas que já trabalham com BIM, é possível tornar os orçamentos mais assertivos, confiáveis e realizados em menos tempo.

Entenda o conceito e as aplicações do BIM.

Nota Fiscal Eletrônica

Ter um software ERP integrado à essa função praticamente isenta qualquer possibilidade de erro na geração do documento e acaba com o retrabalho. Isso evita a ocorrência de multas, que causam um prejuízo desnecessário, isso pelo fato do módulo facilitar todo o uso de notas fiscais.  

Um software ERP atende apenas grandes empresas da construção?

Não! Por demandar investimento financeiro, um sistema unificado de gestão muitas vezes é visto apenas como útil para grandes empresas, mas pensar assim não é correto. Outro erro muito comum é comparar esse investimento com a utilização de planilhas e isso não faz sentido. Lembre-se que planilhas espalhadas as vezes atrapalham mais do que ajudam na comunicação e nas tomadas de decisão com alto volume de informações.

Independentemente do tamanho da organização, todas necessitam de uma gestão organizada, assim será muito mais fácil que a empresa atinja seus objetivos. O mais importante a se fazer quando uma empresa pequena resolve investir em um ERP é analisar o melhor o custo x benefício, levando em consideração os módulos e áreas realmente necessários para aquele momento.

Seja a empresa grande ou pequena, um software ERP vai sempre auxiliar em pontos como:

  • Unificação do armazenamento das informações;
  • Facilidade de comunicação entre as diferentes áreas;
  • Fim do retrabalho em registrar as informações;
  • Possibilidade de análise da empresa como um todo;
  • Automatização da execução do processo;
  • Maior controle de desperdícios e desvios que afetam o resultado financeiro final;
  • Menos operação, mais estratégia;
  • Parceria diária e de longo prazo.

Veja como pequenas empresas de construção precisam de comunicação integrada.

Quais os desafios de implementar um software ERP?

Qualquer processo de mudança traz com ele desafios e a implantação de um sistema que integre todas as áreas da empresa não é diferente. Diversos motivos podem se tornar barreiras nessa etapa, cabe a empresa se preparar e planejar desde o fechamento do projeto para que a implementação seja o mais natural possível.

A implementação de um software é um processo que demanda o esforço tanto da empresa contratante, quanto da contratada.

Mas quais são os obstáculos que a minha empresa pode encontrar nessa etapa?

Falta de capacitação dos funcionários

Um dos problemas mais críticos é quando as pessoas que vão utilizar o software não estão suficientemente treinadas e/ou preparadas para isso. Cabe aos envolvidos sempre se atentarem ao entendimento de tudo que é passado nos treinamentos, etapa fundamental da implementação.

Problemas com a padronização dos dados

O fato de não existir um padrão na organização das informações pode não só atrasar a implementação como também causar problemas na utilização, por isso a padronização deve ser sempre seguida.

Dificuldade com a reorganização dos processos

A implementação de um software ERP fará com que as atividades não sejam totalmente iguais ao que eram, portanto mapear a diferença nas atividades e fazer disso um novo processo já deve ser feito desde o começo da etapa.

Não cumprimento dos prazos

Além de retardar a implementação, a falta de compromisso com os prazos pode causar desinteresse e desestimulação de quem irá utilizá-lo. Assim deve-se seguir o cronograma para que além de satisfação, o cliente tenha empolgação com o sistema.

Entenda o passo a passo para implementar um ERP na sua construtora.

Case de sucesso do software ERP para a indústria da construção, o Sienge

A Cidade Pedra Branca, situada na cidade Palhoça, em Santa Catarina, iniciou um novo conceito em urbanismo propondo um modelo de desenvolvimento ambientalmente responsável e com capacidade de gerar crescimento social e econômico.

O bairro conseguiu criar lugares com qualidade de vida fora do comum e o projeto, lançado oficialmente em 1999, contempla a convivência e perfeita relação entre o ambiente natural e o ambiente construído.

Desde o início de sua construção, a Pedra Branca utilizou o Sienge para a execução do projeto e com o software ERP empresa pôde:

– Aumentar a competitividade;

– Aumentar a receita e maximizar a margem de lucro;

– Tornar a marca mais valiosa;

– Facilitar a comunicação e o controle das vendas.

E como a Pedra Branca, muitas outras empresas da indústria da construção conseguem melhores resultados com o Sienge. Ficou mais claro para você porque um software ERP é fundamental na operação do setor? Faça também o download do Ebook Tudo Sobre ERP.

Curta e compartilhe esse conteúdo se você conhece alguém que também precise de uma solução para integrar as áreas da sua empresa na indústria da construção. Aproveite para conhecer mais sobre esse mercado com os outros conteúdos do nosso blog!

Lucas Zini Pacheco

  • Assistente de Pré-Vendas do Sienge
  • Graduado em Administração pela ESAG/UDESC
  • Especialista na Indústria da Construção
 

banner sobre ebook gerenciamento de obra do inicio ao fim
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa