O que um Apontador de Obras faz?

Tomás Lima

Tomás Lima

Gestor de Conteúdo do Sienge
Graduado em Administração pela UFMG
Apaixonado por Construção Civil

17 de agosto 2016

Compartilhe

Você sabe o que faz o Apontador de Obras e qual a sua função em uma empresa? Descubra no nosso post!

O que faz o apontador de obras? Entre todos os profissionais de uma obra, o apontador é um dos mais importantes. É ele quem integra os trabalhos no canteiro e do escritório, pois exerce funções importantes para os dois ambientes, fornecendo informações estratégicas para o acompanhamento das obras e o cumprimento do planejado.

Esse profissional é responsável por fazer levantamentos e registros diários no canteiro de obras, tais como fiscalizar o registro de ponto e ajudar a área administrativa passando informações quanto à alimentação, transporte, vestuário, etc. Além disso, também orienta o pessoal quanto às normas da empresa e normas técnicas, gerencia a presença dos visitantes e fornecedores no canteiro de obras.

De acordo com a Classificação Brasileira de Ocupação do Ministério (CBO) do Ministério de Trabalho e Emprego, a função de Apontador de Obras também pode ser chamada de: Anotador de mão-de-obra, Anotador de pessoal, Apontador de pessoal, Apropriador de mão-de-obra e Controlador de mão-de-obra. Oficialmente, a CBO determina que a função do Apontador de Obras é:

“Anotar a produção e controlar a freqüência de mão-de-obra. Acompanhar atividades de produção, conferir cargas e verificar documentação. Preencher relatórios, guias, boletins, plano de carga e recibos. Controlar movimentação de carga e descarga nos portos, terminais portuários e embarcações. Podem liderar equipes de trabalho.”

Pode-se dizer que o apontador de obras é uma espécie de “agente do RH” no canteiro, pois geralmente fica responsável por verificar a presença dos funcionários, faltas, horas extras, acompanhar pausas para almoço, final do expediente, preparar rescisões, folhas de pagamento e até mesmo ajuda a recrutar e registrar novos funcionários.

Para exercer essa função é necessário saber utilizar as ferramentas corretas para controle, tais como planilhas e softwares de gestão. Também é essencial conhecer a legislação trabalhista e as normas de segurança, bem como outras normas da construção civil. Esse trabalhador é, geralmente, subordinado ao mestre de obras e à equipe de RH da empresa.

Outra função do apontador de obras é fiscalizar o uso de equipamentos de segurança, auxiliando o técnico ou engenheiro de segurança a cumprir suas tarefas. Também pode atuar junto aos responsáveis pela compra de insumos, ajudando no controle do recebimento de fornecedores e verificando necessidades do canteiro de obras. Auxilia, por vezes, nas medições e nos levantamentos necessários para o controle de qualidade nas obras.

Segundo informações da Catho, o salário médio para Apontador de Obras no Brasil é de R$ 1.433,33. Dentre as qualificações deste profissional, a Catho aponta que 24% têm Graduação, 12% são graduados em Administração de Empresas e 5% têm Inglês intermediário.

É importante lembrar que não é pré-requisito ter uma formação especifica para trabalhar na área, mas muitas empresas exigem experiência em atividades administrativas e domínio de ferramentas de gestão.

Esse profissional é essencial para que o escritório – ou seja, a equipe administrativa – esteja ciente do que acontece no canteiro de obras. O caminho para evoluir na área e chegar a Encarregado Administrativo da Obra, é especializar-se através de cursos, ser organizado e dominar várias ferramentas de gestão que substituam as várias planilhas de controle. Os requisitos para saber coordenar atividades relacionadas à gestão de qualidade, por exemplo, são conhecimentos muito úteis para esse profissional.

Uma das maiores responsabilidades desse profissional é garantir o sucesso das equipes terceirizadas, fiscalizar o seu trabalho e determinar seus horários. Para garantir que tudo seja feito da forma mais correta, é essencial ter conhecimento da CLT e estar bem treinado.

Antigamente, o trabalho desse profissional era feito com lápis e papel, na base da prancheta. Daí o nome apontador, pois era o responsável por colocar tudo “na ponta do lápis”. Hoje em dia, nem é preciso dizer, a tecnologia transformou a função. Esse trabalho é realizado, por vezes, utilizando planilhas e fichas de controle.

Nas empresas mais modernas e automatizadas, o trabalho do apontador é totalmente integrado com outros setores da empresa através do uso de softwares de gestão, como o nosso ERP, o Sienge.

Conheça as Soluções do Sienge que podem facilitar o trabalho de medição e apontamento nas obras!

Caso deseje saber como podemos ajudar nas suas obras, mande uma mensagem através do nosso Fale Conosco e entraremos em contato!

 

 

Compartilhe