banner sienge

Mercado da construção civil: Quais as estratégias dos maiores do setor?

5 de outubro de 2017

No atual cenário econômico de crise no mercado da construção civil e instabilidade política nosso pensamento como empresa tende a ser algo do tipo:

“Espero me manter, crescer é impossível…”

Mas algumas das maiores empresas do país conseguiram números expressivos de crescimento, como isso é possível?

Este post tem como objetivo descrever ações e resultados das maiores construtoras do Brasil (segundo o ranking ITC) no atual nebuloso período de retomada do mercado da construção civil.

O Cenário

No segundo trimestre de 2017 a turbulência política continuou em destaque gerando grandes incertezas em relação às aprovações das reformas de ajuste fiscal.  

A recuperação do mercado da construção civil está fortemente vinculada à redução de taxas de juros, baixo nível de desemprego e marcos regulatórios adequados.

Em junho ocorreu a primeira deflação dos últimos 11 anos. A taxa básica de juros da economia atingiu 9,25% a.a. em julho, chegando ao menor índice desde outubro de 2013. O índice de desemprego, atingiu seu pico em abril, com 13,6% e retrocedeu em junho pela primeira vez desde 2014, atingindo 13,3%.

Especialistas alegam que 2017 deve representar o início da retomada nas vendas e nos lançamentos. Segue abaixo uma análise de momento e estratégia das três maiores construtoras do país no mercado da Construção Civil atualmente.

banner sobre o quiz insumos da construção civil

MRV

Sobre a empresa

A MRV é a maior construtora residencial da América Latina. No primeiro semestre de 2017 iniciaram um novo ciclo de crescimento, intensificando os lançamentos e vendas.  

Estratégias e ações

O crescimento da MRV tem sido pautado na eficiência financeira e rentabilidade, com robusta posição de caixa e aumento recorrente da margem bruta dos projetos. Ela alcançou 34% no segundo trimestre de 2017.  

Nos últimos 3 anos a empresa amadureceu o banco de terrenos, ação que permite acelerar o volume de lançamentos. A estratégia de aquisição de terrenos vai continuar e possui o foco em reabastecer as cidades de atuação e expandir as operações no mercado da Construção Civil nas grandes cidades.

A MRV vem apoiando continuamente as iniciativas setoriais, especialmente através da ABRAINC.  

Buscando diferenciação para sua linha de produtos a empresa desenvolveu novas linhas de produtos (Bio, Eco e Premium) mantendo a rentabilidade do seu produto. Em 2017, 30% dos lançamentos serão equipados com energia solar.

Vendas

O terceiro trimestre de 2017 foi iniciado com 3.456 unidades lançadas no mês de julho, totalizando R$ 522 milhões em VGV (Valor Geral de Vendas), melhor mês de julho da história da empresa.

Terrenos

O atual banco de terrenos é suficiente para suportar o crescimento no volume de lançamentos pelos próximos 6 anos. No segundo trimestre de 2017, 60% do VGV adquirido está localizado em capitais e regiões metropolitanas.   

Direcional

Sobre a empresa

A Direcional é uma das maiores construtoras e incorporadoras do Brasil e atua em todas as regiões do território nacional. Possui foco no desenvolvimento de empreendimentos populares de grande porte.  

Estratégias e ações

O segundo trimestre de 2017 da Direcional ficou marcado pela continuidade no crescimento da operação no segmento Minha Casa Minha Vida (MCMV) nas faixas 2 e 3. Essas faixas atendem os limites de renda mensal de até 4 mil reais e 9 mil reais respectivamente.  

Esta operação no mercado da Construção Civil no segmento MCMV proporcionou recorde de vendas e de aquisição de terrenos no trimestre para a empresa. Considerando o cronograma de início das obras e ciclo construtivo destes projetos, o desempenho operacional impactará, com maior relevância, os resultados financeiros dos próximos trimestres.

Houve uma redução no estoque do segmento de Incorporação MAC (Média Renda, Médio Alto e Comercial) e aumento substancial do estoque MCMV, que passou a representar 48% do estoque total da empresa.

A Direcional mantém certo volume de estoque para garantir maior constância de vendas, principalmente no segmento MCMV 2 e 3.

Geralmente o processo de vendas inicia-se com a aprovação do crédito do cliente junto ao banco financiador, para posteriormente ocorrer a escolha da unidade pelo cliente. Dessa forma a maior oferta de unidades disponíveis, aumenta a chance de aquisição pelo cliente já aprovado.

A estratégia de aumentar a representatividade de produtos MCMV faixas 2 e 3 no negócio da Direcional está sustentada em três pilares importantes:  

  • Adoção do mesmo modelo construtivo industrializado e de baixo custo utilizado no MCMV Faixa 1;
  • Os clientes podem contratar o financiamento na planta (Modelo Associativo), o que reduz significativamente a probabilidade de distratos e volume de capital próprio empregado nestes empreendimentos;
  • O funding deriva do FGTS, que atualmente dispõe de recursos para financiar a habitação popular.  

No segmento de Incorporação MAC, a Direcional continuou agindo de forma cautelosa, uma vez que o cenário macroeconômico se manteve desafiador.

Os bancos mantiveram uma postura conservadora para concessão de crédito. Essa concessão somada ao baixo nível de confiança impactaram negativamente o nível de demanda e também o volume de distratos durante o primeiro semestre.  

A Direcional não realizou lançamentos no segmento MAC, concentrando seus esforços na comercialização de unidades remanescentes. A venda líquida desse segmento continuou negativamente impactada, principalmente pelo cenário econômico com redução de demanda.

Vendas

As vendas líquidas do MCMV faixas 2 e 3 totalizaram VGV (Valor Geral de Venda) de R$ 140 milhões, tornando o segundo trimestre de 2017 o melhor em vendas para companhia nesse segmento. No acumulado do primeiro semestre, as vendas da Direcional no segmento atingiram VGV de R$ 249 milhões.

Terrenos

Também no segundo trimestre de 2017 ocorreu o maior volume em aquisição de terrenos para a Direcional. 90% da aquisição do trimestre tem pagamento via permuta. É priorizada a permuta em negociação de terrenos visto que geram menor exposição de caixa no curto prazo e otimizam o retorno sobre capital próprio.  

Cyrela

Sobre a empresa

A Cyrela é uma e construtora e incorporadora de imóveis residenciais. Atualmente no mercado da Construção Civil opera em 16 estados e 66 cidades no Brasil, além da Argentina e Uruguai.

Estratégias e ações

Diante do atual cenário do mercado da construção civil, a Cyrela agiu com cautela, mas tem a percepção que já existe uma melhora de cenário.  

O foco da Cyrela foi na geração de caixa operacional e redução do estoque. Alegam estarem prontos e preparados para as oportunidades que surgirão, confiando na solidez e conhecimento de mercado.  

Ao final do segundo trimestre de 2017, seguindo o critério de canteiros ativos, havia 101 obras em andamento. Do total delas, 11 são canteiros de MCMV faixa 1, 68 são de médio porte e 33 de alto padrão.  

Vendas

As vendas do trimestre apresentaram evolução ao atingir R$ 756 milhões, 35,4% acima do registrado no mesmo trimestre do ano anterior. Nos seis primeiros meses de 2017 as vendas totalizaram R$ 1,276 bilhões. Destaque para as vendas de estoque pronto que representaram 35% do total.

Das vendas líquidas realizadas no trimestre:

  • R$ 262 milhões se referem à venda de estoque pronto (35%);
  • R$ 299 milhões à venda de estoque em construção (39%);
  • R$ 196 milhões à venda de lançamentos (26%).

A Cyrela entregou 14 projetos no trimestre, com 4,1 mil unidades que representavam R$ 1,197 bilhões de VGV na data dos respectivos lançamentos. Dos projetos entregues no trimestre, 1 é do segmento MCMV faixa 1.  

Consequentemente…

As operações no mercado da Construção Civil no segmento Minha Casa Minha Vida foram fundamentais para essas empresas para manutenção de boa rentabilidade durante o período de crise e retomada do mercado da construção civil.  

Empresas do setor que apresentam a maior parte das obras de médio e alto padrão sentiram um impacto maior da crise. Em paralelo, empresas que trabalham com o segmento MCMV conseguiram bons resultados no primeiro semestre de 2017.

É possível também notar o padrão dessas empresas no aumento de banco de terrenos para estruturar o crescimento dos próximos meses e anos. A aposta em diferenciação de produtos também fornece um caminho mais seguro para o futuro.

No blog do Sienge existem uma série de materiais interessantes que podem te auxiliar. Você pode baixar aqui um ebook gratuito do Sienge que pode orientar melhor sua construtora em relação ao atual mercado imobiliário.

Sinta-se à vontade para deixar sua opinião em relação ao post e compartilhar.

infografico caixa de gestao de obras

Eduardo Biscolli Brandão

  • Engenheiro Eletrônico
  • Analista de Desenvolvimento de Vendas do Sienge
 

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa