Como o uso da realidade aumentada pode beneficiar o mercado imobiliário

Gustavo Prata

Gustavo Prata

Engenheiro Civil com mais de 12 anos de experiência em gerenciamento de obras, planejamentos, controle de cronograma físico-financeiro, orçamentos e organização de obras. Atualmente, é Product Manager no Sienge.

1 de setembro 2021

Compartilhe

A realidade aumentada na construção civil já é uma realidade em termos de tecnologia, mas não em termos de adoção por parte das construtoras, incorporadoras e imobiliárias. O problema disso é a grande oportunidade que essas empresas perdem de usar uma solução que já poderia ser responsável por uma verdadeira revolução no mercado.

Se, por um lado, a transformação digital avança rápido em termos de novas soluções disponíveis para o mercado, ela ainda esbarra na barreira mais antiga de todas: a dificuldade que muitos gestores têm de inovar e abraçar o novo.

Para ajudar você a aproveitar a oportunidade inovar e se diferenciar com essa tecnologia poderosa, neste artigo eu vou te mostrar por que agora é a hora certa de investir nisso. Além disso, também vou te mostrar alguns benefícios da realidade aumentada para o mercado imobiliário.

Por que agora é a hora de investir pesado em realidade aumentada na construção civil

Talvez você pense no que falei há pouco e se pergunte:

Será que a baixa adoção da realidade aumentada não tem a ver com algum problema com a tecnologia?

A pergunta é válida, mas a resposta é não. A grande questão é que muitas empresas ainda nem conhecem muito bem o que a realidade aumentada pode fazer ou que tipos de soluções ela oferece para a construção civil.

Outras talvez pensem que se trata de algo superficial ou que é caro demais e nem cogita investir na tecnologia. Aliás, a verdade é que boa parte das empresas do setor construtivo no Brasil ainda nem contam com uma plataforma de gestão, então pensar em realidade aumentada se torna quase impossível.

Mas nada disso é motivo para você não considerar o assunto. Aliás, agora é a hora certa para investir na realidade aumentada, e eu vou te mostrar 3 bons motivos para isso agora.

1. Pandemia do Covid-19

Ninguém nega que a pandemia do Covid-19 mudou muito os hábitos de todos nós. Assim como as empresas tiveram de se adaptar para vender, os clientes mudaram a forma de comprar.

Existem até estudos que mostram como a pandemia acelerou a transformação digital na sociedade, e as pessoas usam ainda mais a tecnologia para ter comodidade. Com todos os protocolos de higiene e distanciamento social, ficou mais incômodo visitar um imóvel (ou vários) pessoalmente. Mas com uma ferramenta como a realidade aumentada o processo de busca por um imóvel pode ser bem mais simples.

2. Transformação digital

Por falar na transformação digital, não podemos esquecer que ela já está ativa há alguns anos. E a cada dia que passa, deixar de criar soluções com a ajuda da tecnologia se torna um desperdício maior.

realidade aumentada é parte da transformação digital

E aqui vai um alerta:

Muitos gestores medem o momento de adotar uma solução ou ferramenta se baseando no que os concorrentes fazem, e isso é um grande erro. O ideal é se basear no que os clientes querem e precisam.

E, neste caso, os clientes já estão prontos e dispostos a usar tecnologias como a realidade aumentada no processo de compra. Se a maioria das empresas do mercado ainda não oferece isso, não é momento de esperar até que todas passem a fazer isso, e sim a hora ideal de sair na frente.

Aliás, isso tem tudo a ver com o terceiro motivo que vamos considerar.

3. Diferencial competitivo

Como falei há pouco, a adoção da realidade aumentada na construção civil ainda é lenta por conta do medo que muitos gestores têm de inovar.

Só que isso também tem seu lado positivo:

Já que as condições existem, mas a maioria das empresas ainda não a usa como poderia, se você fizer isso agora poderá ganhar uma vantagem competitiva considerável. Pense em como isso poderia destacar sua empresa no seu nicho de atuação e posicioná-la como líder do setor.

Esse tipo de oportunidade não aparece toda hora, e agora é o momento ideal para quem souber aproveitar a brecha e explorar as possibilidades da realidade aumentada. Mas caso você ainda precise de mais motivos para fazer isso, vamos ver agora 4 benefícios que a realidade aumentada traz para o mercado imobiliário.

4 benefícios da realidade aumentada na construção civil

Agora que já consideramos por que o momento é ideal, vamos ver porque vale a pena do ponto de vista prático investir em realidade aumentada na construção civil. Como você deve imaginar, há muitos usos em potencial para essa tecnologia, até mais do que vou mostrar para você na lista abaixo.

Aliás, a lista abaixo se concentra, na maior parte, em como usar a realidade aumentada para tornar o processo de venda mais forte e persuasivo. Só que há vários tipos de uso para outras áreas da construção civil. Assim, os benefícios são estes:

1. Experiência imersiva

O que todo corretor de imóveis precisa fazer para fechar uma venda é impressionar o cliente. E há várias formas de fazer isso, mas talvez nenhuma delas seja tão poderosa quanto colocar a pessoa dentro do ambiente perfeito, do jeito que ela sonha.

Em alguns casos, é possível visitar o imóvel, mas ainda há um problema:

Não é raro acontecer de o cliente desejar fazer alguma reforma, mas não conseguir imaginar como o local ficaria depois das mudanças. Em outros casos, o imóvel é vendido na planta e tudo o que o corretor tem para mostrar são maquetes ou projetos em 3D.

Com a realidade aumentada, é possível fazer modificações digitais para:

  • mostrar os possíveis efeitos de uma reforma;
  • mudar toda a decoração para o gosto do cliente;
  • colocar o cliente dentro de um imóvel que ainda nem existe, de forma virtual;
  • e muito mais.

Uma experiência tão imersiva só pode resultar em uma coisa: aumento nas vendas.

2. Ajuda na manutenção preditiva

Saindo um pouco da noção de vendas, vale destacar que também é possível usar a realidade aumentada na construção civil como ferramenta de manutenção preditiva.

Com as ferramentas certas, até o próprio dono do imóvel pode realizar a manutenção preditiva com a ajuda da realidade aumentada depois de receber a casa.

Pensando bem, isso não foge tanto da ideia de usar a realidade aumentada para vender mais, pois oferecer um programa digital de manutenção seria um argumento poderoso.

3. Personalização do atendimento

Já falamos muito sobre como é possível personalizar a experiência de visita dos clientes nos imóveis, mas podemos pensar também nas outras partes do atendimento. Por exemplo, pode ser mais fácil e prático ajudar o cliente a definir que tipo de imóvel ele precisa sem visitar muitos locais.

Além disso, a experiência de atendimento com a realidade aumentada fica mais segura, prática e eficiente, pontos que agradam a qualquer cliente.

4. Aceleração do processo de venda

Pense em tudo o que falei aqui e em quanto tempo você seria capaz de reduzir o seu processo de venda com essas soluções. Uma experiência imersiva, personalizada, segura, transparente e prática como essa faria os clientes decidirem muito mais rápido.

Até os clientes mais exigentes poderiam encontrar sem demora o imóvel ideal. E quanto mais rápido o cliente achar o que busca, menores as chances de ele continuar procurando com outras empresas.

Assim, fica claro que a realidade aumentada na construção civil ainda é uma mina de ouro, que nem precisa de mapa, e ainda assim poucas são as empresas que a exploram. Como eu te mostrei aqui, não faltam motivos para investir agora nessa solução e sair na frente no seu nicho de mercado.

Quer saber o que mais a transformação digital pode oferecer para o mercado da construção, e como você pode aproveitar isso? Veja o artigo que preparamos com o que você precisa saber sobre o tema!

Compartilhe