8 passos para uma gestão empresarial de sucesso

Fábio Garcez

Fábio Garcez

Fábio Garcez é Administrador e empresário apaixonado por vendas digitais focadas no Mercado Imobiliário. Ele é CEO do Grupo Alfama. Uma das empresas do Grupo, o Construtor de Vendas vem revolucionando o mercado imobiliário brasileiro através de uma plataforma que acompanha a jornada completa do cliente, tema em que Fábio se especializou nos últimos anos.

25 de junho 2021

Compartilhe

A boa gestão empresarial é o pilar sobre o qual uma boa empresa pode se erguer. Ela envolve tudo o que se pode imaginar, e perpassa todas as bases de uma organização: desde a administração de processos até a liderança de equipes. 

Por isso, realizar uma gestão empresarial não é fácil. Afinal de contas, todas as etapas de um corpo empresarial são contempladas por essa gestão. Portanto, é necessário ser multitarefas no sentido mais literal da palavra: quão mais versado em diferentes assuntos e áreas, melhor você se sairá no cargo. 

Entre suas muitas tarefas, um gestor empresarial é responsável por traçar diferentes rotas para o crescimento sustentável de uma empresa. Além disso, é ele quem antevê problemas administrativos e se encarrega por supervisar diferentes equipes. 

Apesar de complexa, a tarefa de gerenciar uma empresa não deve ser vista como um bicho de sete cabeças: existem passos que, se bem aplicados, podem mudar completamente o rumo de uma incorporadora e levá-la ao mais alto padrão de gestão empresarial.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue com a gente!

Conheça bem o seu serviço

De nada adianta querer estar à frente de uma organização se você ainda não domina o serviço ofertado por ela. Essa deve ser sua primeira e mais frequente fonte de estudos. 

Para uma boa gestão empresarial, conheça bem o seu serviço

Tendo entendido o histórico do setor e seu público-alvo, é chegada a hora de compreender a fundo o seu negócio. Descubra tudo sobre sua empresa: aprenda sobre os papeis de cada equipe, seus níveis de performance e suas principais oportunidades dentro do mercado. É muito importante que, como gestor, você esteja por dentro do máximo de processos internos possível.

Resumindo…

  • Entenda o histórico do setor;
  • Conheça o cliente;
  • Aprenda tudo sobre seu serviço;
  • Fique por dentro de todas as equipes da empresa.

Domine as habilidades interpessoais

Conhecidas como People Skills, habilidades interpessoais são competências desenvolvidas para otimizar nossas interações humanas pessoal e profissionalmente. A partir delas, você aprende a lidar melhor com as emoções do outro, gerenciar pessoas com mais assertividade e se tornar, mais que um chefe, um verdadeiro líder

Essa classe de habilidades envolve a aplicação de diversas técnicas e, por isso, deve ser bastante estudada. Com tempo e prática, as People Skills atuam como técnica auxiliar para o desenvolvimento, dentre outras coisas, da Inteligência Emocional.

Dentre as capacitações que as habilidades interpessoais promovem, destacam-se:

  • Uma boa oratória: com habilidades interpessoais bem desenvolvidas, você consegue se expressar com mais facilidade e, consequentemente, desenvolve uma oratória mais coesa.
  • Empatia: a capacidade de se relacionar com o outro e entender suas emoções também é uma consequência das people skills, e é extremamente importante em um gestor.
  • Capacidade de persuasão: é muito mais fácil saber quais gatilhos são úteis para persuadir e incentivar suas equipes quando você domina as habilidades de interação social.

Fique atento à concorrência

Entre tantas capacidades que compõem um bom gestor empresarial, uma dica vale ouro: jamais perca o concorrente de vista. Assim, você se manterá um passo à frente do restante do mercado, sabendo o que cada um dos outros players tem feito para solucionar seus problemas. 

Estude o impacto de outras empresas no seu setor de atuação. Saiba quais são suas principais soluções, o que o público pensa delas e como sua presença vem alterando o mercado. Sabendo disso, você sabe quais são os próximos passos nos seus próprios processos internos para não ser deixado para trás.

Mas não adianta apenas conhecer os pontos fortes e fracos do concorrente: você, gestor, deve saber repassar a informação da melhor forma possível para suas equipes. Garanta que eles estejam sempre atualizados no que há de mais novo na concorrência, e quais são as melhores vias para passar na frente e ganhar a tão buscada autoridade de mercado. 

Estipule boas metas na sua gestão empresarial

Objetivos e metas, apesar de não serem a mesma coisa, andam de mãos dadas. 

Objetivos são como sonhos: não passam de desejos com os quais sonhamos e que pretendemos realizar. As metas, por outro lado, são a quantificação desse sonho. Ou seja, metas precisam de prazo e recurso para que possam transformar objetivos em ações palpáveis, alcançáveis. 

Para trabalhar com assertividade e ser mais produtiva, uma equipe necessita de uma gestão empresarial que foque em boas metas, metas S.M.A.R.T. Esse tipo de meta é conhecido por ser específico, mensurável, alcançável, relevante e temporal. Ou seja, ela tem tudo para ser bem metrificada e alcançada com sucesso. 

Analise métricas e KPIs

As métricas e os KPIs são indicadores muito comuns na gestão empresarial, e por isso devem ser bem entendidos. 

Métricas são, em suma, informações e dados sobre alguma coisa. Elas são uma versão bruta de indicador como, por exemplo, o número de visitantes do seu site. As métricas devem ser analisadas antes da tomada de decisão, como um ponto de partida para a estipulação de metas e objetivos.

Enquanto isso, os KPIs, ou Key Performance Indicators, são indicadores lapidados. Criados a partir das métricas, os KPIs resumem em números os resultados de objetivos traçados para determinada métrica. Ou seja: para a métrica considerada acima, “visitantes do seu site”, o KPI referente seria a taxa de conversão dentro daquele site. 

Muitas são as possibilidades de KPI e métrica para se estudar numa empresa do setor imobiliário. Independentemente de quais sejam elas, é importante que você se pergunte: qual a relevância dessa métrica/KPI para os negócios da organização?

Capacite seus times

Está esperando o que para capacitar seus times?

Um bom projeto de qualificação pode motivar suas equipes e transformá-las em puro sucesso. Sejam capacitações específicas do segmento ou aquelas mais abrangentes, de cunho interpessoal, uma boa qualificação profissional é responsável por criar times cada vez mais produtivos e exigentes em suas produções. 

E a melhor parte é que seus colaboradores não precisam nem sair de casa para aprender: através de cursos online, webinars, palestras e videoaulas, é possível garantir um aprendizado didático e muito consistente

Não esqueça, durante os programas de qualificação, de incentivar a colaboração entre diferentes departamentos. Essa proatividade entre times é essencial para gerar um workflow orgânico e o mais fluido possível, sem muitas quebras. Além disso, a cooperação dos times trará mais conhecimento de uma área para a outra, o que é sempre positivo dentro de uma empresa.

Utilize ferramentas de gestão empresarial

Ferramentas de gestão não são mais auxiliares de processos, são partes integrantes da jornada empresarial. Elas representam a modernização da trajetória organizacional de uma empresa, e um bom gestor, claro, deve refletir isso. 

Utilize ferramentas de gestão empresarial

Não faltam no mercado boas ferramentas de gestão, e um bom exemplo disso é o CRM: o software de gestão de relacionamento com o cliente acompanha o processo de vendas e permite acesso às diferentes equipes inseridas em cada etapa. Dessa forma, sua empresa consegue gerir melhor os diferentes pontos de contato com o lead e planejar cada ação desde o topo de funil até a conversão do potencial cliente. 

Crie um ambiente de trabalho agradável e favorável à gestão empresarial

O último grande passo na busca por uma gestão empresarial de sucesso não poderia ser outro: faça do ambiente de trabalho um lugar agradável para seus colaboradores. 

Isso trará mais confiança em você, gestor, mas também contribuirá para uma atmosfera mais leve. Assim, as equipes sob sua tutela se sentirão confortáveis em produzir e estimularão o sentimento de orgulho pela empresa. Sentir-se parte de uma família é importante para o crescimento da empresa, e um bom gestor deve garantir isso. 

Você pode criar pequenas comemorações de aniversário ao fim de cada mês, incentivar as confraternizações de funcionários após o expediente e tomar outras medidas que achar necessárias. O importante mesmo é que seus funcionários se sintam cada vez mais felizes em vestir a camisa do time e, assim, sintam maior disposição para fazer parte da organização.

Conclusão

Chegamos ao fim de mais um conteúdo com uma grande lição: ser gestor é ser líder, e ser líder é, sobretudo, saber lidar com pessoas. Por isso, exercite suas habilidades sociais, fique atento às novas propostas do mercado e coloque seu mais novo conhecimento em gestão empresarial à prova! Não tenha medo de inovar na sua gestão, pois é a partir das novidades que coisas incríveis podem surgir. 

Curtiu o conteúdo de hoje? Então coloque a mão na massa e aproveite o aprendizado!

Você sabia que o Construtor de Vendas é parceiro Sienge?

O CRM mais completo do mercado imobiliário se juntou ao ERP apaixonado por construção civil. Contando com as soluções de prospecção, venda, relacionamento, gerenciamento e integração, o Construtor de Vendas te permite ter um panorama completo da sua incorporadora na tela do computador. Da prospecção de leads ao pós-venda, você garante otimização e agilidade na gestão comercial. Quer conhecer mais? Clique aqui e acesse o site do CV!   

Para saber sobre o mercado imobiliário, gestão de vendas e outros assuntos atuais, continue acompanhando o blog Sienge ou confira o blog do CV e nos siga no Instagram

Compartilhe