Relatório Retrospectiva do Mercado da Construção 2019

Esse material é útil para

  • Entender os principais indicadores da Indústria da Construção;
  • Ver quais foram estímulos à construção criados pelo governo;
  • Descobrir o que aconteceu com o Minha Casa Minha Vida;
  • Conhecer as mudanças que ocorreram nas normas e legislações.

Sobre o Material:

Indicado para:

  • Gestores da Construção Civil
  • Engenheiros
  • Profissionais da financeira

É útil porque: explica em detalhes todos os principais marcos de 2019 da construção civil no Brasil..

O assunto:

Embalado pelo clima positivo que pairava principalmente sobre a política nacional, o mercado da construção fechou o ano de 2018 otimista com relação aos 12 meses seguintes. Assim, mesmo em um cenário ainda de incerteza econômica, os principais especialistas apostavam em retomada para o ano de 2019.

A expectativa era de que os investimentos voltassem fortes já a partir do segundo trimestre. Afinal, o ICST (Índice de Confiança da Construção), da FGV (Fundação Getúlio Vargas), vinha de altas seguidas entre setembro e dezembro de 2018, quando atingiu 85,5 pontos. Tratava-se do maior nível desde dezembro de 2014, quando foram registrados 88,8 pontos.

Naquele momento, a Coordenadora de Projetos da Construção da FGV IBRE, a economista Ana Maria Castelo, demonstrava expectativas positivas. “É possível notar que as expectativas com a demanda alcançaram o melhor resultado dos últimos quatro anos”, disse ela na ocasião.

Como podemos ver, as expectativas para 2019 eram bastante otimistas. Mas como efetivamente o mercado da construção se comportou neste último ano? Neste relatório com a retrospectiva de 2019 vamos analisar como de fato transcorreu o ano para o setor.

 

Produzido por:

sienge conteúdo

O Sienge é uma plataforma de gestão especializada no setor da construção com mais de 3000 clientes em todo o Brasil.

O sistema é desenvolvido pela Softplan, uma empresa de tecnologia de Florianópolis que atua no mercado há mais de 29 anos.

A plataforma é composta por vários módulos interligados, assim é possível optar por quais e quantos contratar. Cada um deles é focado em resolver os problemas e facilitar o cotidiano de empresas que trabalham com construção.

Bruno Loturco

Bruno Loturco

Com a experiência de ter passado pelos principais veículos de comunicação do setor de construção e do mercado imobiliário, como PINI e SindusCon-SP, é responsável pelos eventos Construtalk e Construsummit e pelo conteúdo publicado no Buildin. Seu conhecimento técnico associado à capacidade analítica sobre o mercado levam à produção de materiais de alto valor para os empresários da construção.

Sobre o Material:

Indicado para:

  • Gestores da Construção Civil
  • Engenheiros
  • Profissionais da financeira

É útil porque: explica em detalhes todos os principais marcos de 2019 da construção civil no Brasil..

O assunto:

Embalado pelo clima positivo que pairava principalmente sobre a política nacional, o mercado da construção fechou o ano de 2018 otimista com relação aos 12 meses seguintes. Assim, mesmo em um cenário ainda de incerteza econômica, os principais especialistas apostavam em retomada para o ano de 2019.

A expectativa era de que os investimentos voltassem fortes já a partir do segundo trimestre. Afinal, o ICST (Índice de Confiança da Construção), da FGV (Fundação Getúlio Vargas), vinha de altas seguidas entre setembro e dezembro de 2018, quando atingiu 85,5 pontos. Tratava-se do maior nível desde dezembro de 2014, quando foram registrados 88,8 pontos.

Naquele momento, a Coordenadora de Projetos da Construção da FGV IBRE, a economista Ana Maria Castelo, demonstrava expectativas positivas. “É possível notar que as expectativas com a demanda alcançaram o melhor resultado dos últimos quatro anos”, disse ela na ocasião.

Como podemos ver, as expectativas para 2019 eram bastante otimistas. Mas como efetivamente o mercado da construção se comportou neste último ano? Neste relatório com a retrospectiva de 2019 vamos analisar como de fato transcorreu o ano para o setor.

 

Produzido por:

sienge conteúdo

O Sienge é uma plataforma de gestão especializada no setor da construção com mais de 3000 clientes em todo o Brasil.

O sistema é desenvolvido pela Softplan, uma empresa de tecnologia de Florianópolis que atua no mercado há mais de 29 anos.

A plataforma é composta por vários módulos interligados, assim é possível optar por quais e quantos contratar. Cada um deles é focado em resolver os problemas e facilitar o cotidiano de empresas que trabalham com construção.

Bruno Loturco

Bruno Loturco

Com a experiência de ter passado pelos principais veículos de comunicação do setor de construção e do mercado imobiliário, como PINI e SindusCon-SP, é responsável pelos eventos Construtalk e Construsummit e pelo conteúdo publicado no Buildin. Seu conhecimento técnico associado à capacidade analítica sobre o mercado levam à produção de materiais de alto valor para os empresários da construção.