Ebook Como trabalhar com Crédito Associativo na Construção Civil

Esse material é útil para

  • Entender o Crédito Associativo
  • Conhecer as etapas para sua contratação
  • Conseguir avaliar o risco jurídico para a empresa
  • Aprender metodologias de acompanhamento

Sobre o Material:

Indicado para:

  • Diretores
  • Profissionais do financeiro

É útil porque: explica de forma clara e prática como as empresas podem trabalhar com o Crédito Associativo.

O assunto:

Em termos incertos como o que estamos atravessando, o mercado imobiliário vive momentos de calafrio.

Afinal, a disposição do consumidor final para adquirir um imóvel novo é diretamente afetada pelo otimismo, ou pessimismo, da economia. Em muitos casos, o consumidor opta por segurar o capital disponível e investi-lo em um cenário mais tranquilo.

Entretanto, para obras financiadas com o Crédito Associativo, as perspectivas são mais alentadoras.

Segundo levantamento realizado pela ABRAINC – Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias – no mês de maio de 2020, os empreendimentos de Médio e Alto Padrão recuaram, respectivamente, 21,8% e 30,3%.

Já nos empreendimentos relacionados ao Programa Minha Casa Minha Vida, onde se concentram os maiores volumes de obras financiadas com Crédito Associativo, muito embora os lançamentos tenham recuado 16,8% em março de 2020, as vendas cresceram persistentes 7,2% no mês.

Entendemos que estes números trazem alguns sinais sobre o comportamento desta modalidade de financiamento no atual cenário econômico:

  • O Crédito Associativo mantém-se como uma alternativa razoável para Incorporadoras e compradores de imóveis, mesmo em um cenário adverso.
  • É preciso ainda mais cautela para estruturar a operação de incorporação, a fim de garantir bons resultados.

O conteúdo está dividido em três blocos principais:

Na primeira parte, apresentamos as principais características do Crédito Associativo: regras básicas, principais atores.

Na segunda parte, traçamos um roteiro das principais etapas envolvidas na contratação do Crédito Associativo pela Construtora ou Incorporadora. 

Finalmente, na terceira parte, consolidamos algumas boas práticas de mercado que facilitam o dia a dia do empreendimento que conta com o Crédito Associativo, na etapa de execução da obra.

O tema é bastante amplo e com certeza você deverá buscar mais informações para estruturar corretamente sua operação.

Mas acreditamos que as informações aqui reunidas são um guia para entender esta importante modalidade de financiamento. Ajudarão você também a manter-se atento, durante todas as fases da obra, aos principais indicadores e balizadores de um empreendimento financiado pelo Crédito Associativo.

Preencha o formulário ao lado para fazer o download e boa leitura!

 

Produzido por:

sienge conteúdo

O Sienge é uma plataforma de gestão especializada no setor da construção com mais de 3000 clientes em todo o Brasil.

O sistema é desenvolvido pela Softplan, uma empresa de tecnologia de Florianópolis que atua no mercado há mais de 29 anos.

A plataforma é composta por vários módulos interligados, assim é possível optar por quais e quantos contratar. Cada um deles é focado em resolver os problemas e facilitar o cotidiano de empresas que trabalham com construção.

Giseli Barbosa Anversa

Giseli Barbosa Anversa

Engenheira Civil, é Product Manager do Sienge, atuando no desenvolvimento de ações para impulsionar o desempenho de empresas da Indústria da Construção. Possui mais de 12 anos de atuação na área de Engenharia de Custos de projetos de Construção Pesada e Mercado Imobiliário.

Sobre o Material:

Indicado para:

  • Diretores
  • Profissionais do financeiro

É útil porque: explica de forma clara e prática como as empresas podem trabalhar com o Crédito Associativo.

O assunto:

Em termos incertos como o que estamos atravessando, o mercado imobiliário vive momentos de calafrio.

Afinal, a disposição do consumidor final para adquirir um imóvel novo é diretamente afetada pelo otimismo, ou pessimismo, da economia. Em muitos casos, o consumidor opta por segurar o capital disponível e investi-lo em um cenário mais tranquilo.

Entretanto, para obras financiadas com o Crédito Associativo, as perspectivas são mais alentadoras.

Segundo levantamento realizado pela ABRAINC – Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias – no mês de maio de 2020, os empreendimentos de Médio e Alto Padrão recuaram, respectivamente, 21,8% e 30,3%.

Já nos empreendimentos relacionados ao Programa Minha Casa Minha Vida, onde se concentram os maiores volumes de obras financiadas com Crédito Associativo, muito embora os lançamentos tenham recuado 16,8% em março de 2020, as vendas cresceram persistentes 7,2% no mês.

Entendemos que estes números trazem alguns sinais sobre o comportamento desta modalidade de financiamento no atual cenário econômico:

  • O Crédito Associativo mantém-se como uma alternativa razoável para Incorporadoras e compradores de imóveis, mesmo em um cenário adverso.
  • É preciso ainda mais cautela para estruturar a operação de incorporação, a fim de garantir bons resultados.

O conteúdo está dividido em três blocos principais:

Na primeira parte, apresentamos as principais características do Crédito Associativo: regras básicas, principais atores.

Na segunda parte, traçamos um roteiro das principais etapas envolvidas na contratação do Crédito Associativo pela Construtora ou Incorporadora. 

Finalmente, na terceira parte, consolidamos algumas boas práticas de mercado que facilitam o dia a dia do empreendimento que conta com o Crédito Associativo, na etapa de execução da obra.

O tema é bastante amplo e com certeza você deverá buscar mais informações para estruturar corretamente sua operação.

Mas acreditamos que as informações aqui reunidas são um guia para entender esta importante modalidade de financiamento. Ajudarão você também a manter-se atento, durante todas as fases da obra, aos principais indicadores e balizadores de um empreendimento financiado pelo Crédito Associativo.

Preencha o formulário ao lado para fazer o download e boa leitura!

 

Produzido por:

sienge conteúdo

O Sienge é uma plataforma de gestão especializada no setor da construção com mais de 3000 clientes em todo o Brasil.

O sistema é desenvolvido pela Softplan, uma empresa de tecnologia de Florianópolis que atua no mercado há mais de 29 anos.

A plataforma é composta por vários módulos interligados, assim é possível optar por quais e quantos contratar. Cada um deles é focado em resolver os problemas e facilitar o cotidiano de empresas que trabalham com construção.

Giseli Barbosa Anversa

Giseli Barbosa Anversa

Engenheira Civil, é Product Manager do Sienge, atuando no desenvolvimento de ações para impulsionar o desempenho de empresas da Indústria da Construção. Possui mais de 12 anos de atuação na área de Engenharia de Custos de projetos de Construção Pesada e Mercado Imobiliário.