Vantagens da rastreabilidade de insumos na construção civil

Rodrigo Campos

Rodrigo Campos

Head of product na Softplan responsável pelo portfólio Sienge. Atua há mais de 20 anos na construção de soluções de TI.

2 de novembro 2020

Você já deve ter ouvido falar na rastreabilidade, cuja exigência cresceu muito ultimamente, nos mais diversos setores da economia. Isso está relacionado com a preocupação dos consumidores em relação à qualidade e o modo de produção do que consomem.

Então, como o próprio nome indica, a rastreabilidade visa identificar a origem, o caminho percorrido e o destino de alimentos, matérias-primas, materiais e toda sorte de insumos. 

Rigorosamente, é aplicável a toda e qualquer área da cadeia produtiva, inclusive na construção civil.

Ela permite às pessoas, por exemplo, mais segurança de que os produtos consumidos foram processados de forma ambientalmente correta, sem o emprego de mão-de-obra escrava ou infantil. Isso numa época de grandes preocupações socioambientais é fundamental.

Tanto é que entrou em vigor, ano passado, uma instrução normativa que determina a implementação, até 2021, do rastreamento de todas as frutas, verduras e legumes comercializados no País. Será uma maneira de controlar a utilização de agrotóxicos nos alimentos, entre outras utilidades. 

Da mesma forma, no setor construtivo está se tornando impossível uma empresa crescer se não apresentar um rastreamento rigoroso de seus insumos, principalmente os mais impactantes. É uma condição para financiamentos, certificações e licitações, além de ser um item bastante valorizado pelos clientes mais atentos a essas questões.

Seguindo leitura e você vai saber muito mais sobre a rastreabilidade e as vantagens da sua aplicação por construtoras e incorporadoras.

Rastreabilidade cresceu com a globalização

Na verdade, a rastreabilidade já tem várias décadas de existência, mas cresceu e se sofisticou com a globalização da economia e o tremendo crescimento da circulação de mercadorias. Primeiro, surgiu com a necessidade de se saber em que local um produto se encontrava na cadeia logística e como ferramenta de controle da qualidade.

Código de barras é uma das formas de fazer rastreabilidade

Daí evoluiu para um conceito mais amplo, onde ela “representa a capacidade de traçar a história, desde a origem, a aplicação, uso e localização de uma mercadoria individual e das suas características através da impressão de números de identificação, o código de barras”. 

Numa época em que um equipamento pode ser produzido num país com o componentes vindos de várias partes do mundo, o rastreamento se tornou imprescindível. Hoje serve não só para identificar a origem, mas também preservara identidade e atributos técnicos dos insumos transacionados, bem como mostrar todos os agentes e a logística envolvidos.

Vale ressaltar que a rastreabilidade pode ser de duas formas. Embora o rastreamento da origem para trás (backward) seja mais conhecido, a rastreabilidade também pode ser no sentido para frente (forward). Isto é, pode apontar o que aconteceu com determinado elemento na sequência da sua cadeia produtiva.

Isso acontece, por exemplo, quando se identifica quais produtos foram produzidos a partir de um determinado lote de matéria-prima ou peças e componentes.

Vantagens da rastreabilidade

Portanto, a rastreabilidade na prática significa basicamente saber “o que” (o tipo de produto ou bem), “de onde” veio (a origem) e “para onde” foi (destino), entre outras informações. Assim, para ser realizada ela precisa de três dados essenciais, sem os quais não há rastreabilidade:

  • O produto precisa estar identificado, para indicar o que se está rastreando;
  • A origem deve ser conhecida, visando mostrar de onde vem o produto que se está rastreando; 
  • O destino deve estar definido, apontando para onde o produto será embarcado ou enviado.

Como vantagens mais evidentes para a construção e outras áreas a rastreabilidade permite:

  • Garantir que somente materiais e componentes de qualidade estejam presentes no produto final.
  • Definição clara das responsabilidades pelos insumos. 
  • Identificação de produtos que são distintos, mas podem ser confundidos.
  • Possibilitar o retorno de produtos com defeitos os suspeitos à sua verdadeira origem.
  • Localizar falhas nos produtos e processos com maior precisão e tomar medidas para repará-las com o menor custo possível (diminuição de custos).
  • Entender melhor toda a cadeia envolvida e aperfeiçoar os processos de logística e produção.
  • Adequação à legislação, evitando riscos de incorrer em irregularidades e multas.
  • Alinhamento aos padrões de exigência dos consumidores.
  • Agregar valor aos produtos.

A rastreabilidade cresceu e se sofisticou com a globalização da economia
Há muitas vantagens, mas garantir o rastreamento é uma tarefa complexa que exigiu o desenvolvimento de tecnologia da informação (TI) voltada para essa finalidade. É ela, através de softwares específicos, que possibilita o registro e acesso aos dados relacionadas ao tratamento e emissão de produtos.

São implementados sistemas que identificam de forma segura os insumos, as unidades de expedição, localizações, armazenamentos, durante todo o percurso até a recepção no seu destino. Esse controle total facilita enormemente a organização e planejamento dos negócios, com altos ganhos de rapidez, eficiência e produtividade.

Rastreabilidade na construção civil 

No que diz respeito à construção civil, você sabe que ela é apontada como uma atividade altamente impactante sobre o meio ambiente. Por isso, está sempre sob a mira dos órgãos de fiscalização e o olhar atento da opinião pública. 

Afinal, vivemos numa sociedade alarmada com o aquecimento global, a mudança climática, a poluição do ar e dos rios e a destruição das florestas. Tragédias como Mariana e Brumadinho, os incêndios na Amazônia, Pantanal e outros sinistros dessa ordem deixam as pessoas ainda mais atentas às questões ambientais.

Pelos mesmos motivos, consumidores de uma maneira geral estão dispostos a investir mais em empreendimentos sustentáveis. 

Neste sentido, a Caixa Econômica Federal fez uma pesquisa com os moradores do Residencial Bonelli, em Joinville, o primeiro empreendimento do País a receber o selo Casa Azul, em 2011. O resultado mostrou que eles estavam dispostos a  pagar 7% a mais por um imóvel com certificado de sustentabilidade. 

Rastreabilidade = Responsabilidade socioambiental

Nesse contexto, ganham muitos pontos favoráveis os empreendimentos que demonstram claramente sua responsabilidade socioambiental. Um atestado disso são as certificações existentes, que apresentam entre seus requisitos a rastreabilidade dos insumos.

Isto é, a certificação ambiental comprova que construtora ou incorporadora adotou todas as medidas recomendadas para reduzir os impactos ambientais dos empreendimentos e produzir construções sustentáveis.

Dentre elas, a certificação de qualidade ISO 9000, que é a mais conhecida do mundo, tem entre seus requisitos:

“Implementar e manter os registros adequados e necessários para garantir a rastreabilidade dos processos.”

A “Identificação e Rastreabilidade” também é um dos requisitos do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade da Habitação (PBQP-H). Este é um certificado exigido das construtoras que participam do programa Minha Casa, Minha Vida e que também facilita a participação em licitações municipais, estaduais e federais. 

Veja como o PBQP-H determina o rastreamento de todos os materiais controlados, tais como cimento, blocos, areia e concreto:

“A empresa construtora deve garantir a rastreabilidade, ou identificação única dos locais de utilização de cada lote, para os materiais controlados cuja qualidade não possa ser assegurada por meio de medição e monitoramento realizados”, diz o referencial normativo que trata do programa.

Além do mais, o rastreamento é fundamental para o controle eficiente dos ativos de qualquer construtora ou incorporadora, tais como equipamentos de TI, maquinários, ferramentas e materiais. 

Certificações ambientais para construtoras

Antes de prosseguirmos no assunto da rastreabilidade, quero apresentar como sugestão para você o e-book “6 Certificações Ambientais para Sua Construtora”.

Indicado para gestores, diretores, proprietários, engenheiros, ele traz de forma clara e fácil as seis principais certificações ambientais no Brasil e como sua empresas pode obtê-las.

Basta clicar neste link para baixá-lo gratuitamente. 

E-book “6 Certificações Ambientais para Sua Construtora”, do Sienge
Rastreabilidade na construção civil: o exemplo da madeira

Podemos tomar como exemplo de rastreabilidade na construção civil a madeira, que vem a ser um elemento bastante crítico, ambientalmente falando. 

Neste aspecto, o WWF-Brasil, uma das organizações que promovem o Programa Madeira Legal na Construção Civil, destaca  a rastreabilidade como item fundamental do programa. E explica o motivo: 

“A rastreabilidade garante a transparência no uso do recurso florestal e também ajuda a reduzir o desmatamento ilegal, melhorar o setor madeireiro, mitigar efeitos das mudanças climáticas e promover benefícios sociais.”

O Sebrae, por sua vez, recomenda expressamente que as empresas tenham certeza da origem das madeiras adquiridas, sua certificação, rastreabilidade e garantia de extração sustentável. Aliás, não basta ser legalizada, afirma o Sebrae, precisa ser certificada, com um selo de origem da madeira como o FSC Brasil

A madeira com certificação tem como características:

  • Regulamentação por várias leis, decretos e instruções normativas, ou seja, toda madeira certificada é legalizada.
  • Custo de aquisição geralmente um pouco mais alto, mas oferece às empresas o acesso a um nicho de consumidores mais exigentes 
  • Garantia de origem de áreas que não degradam o meio ambiente

Requisito imprescindível

Como você vê, há motivos de sobra para você ter muita atenção ao adquirir insumos para suas obras que tenham a rastreabilidade total como um requisito imprescindível. 

Ela é fundamental não apenas para a eficiência e produtividade dos empreendimentos, mas também para atender a uma demanda socioambiental crescente dos consumidores. Então, veja isso como algo irreversível, é um dado da realidade.

Com esse cuidado, porém, você vai agregar valor significativo aos seus produtos, facilitar sua comercialização e aumentar a lucratividade do seu negócio. Para isso, faça da rastreabilidade dos seus insumos uma peça de destaque no seu trabalho de marketing.

Use-a no fortalecimento da sua marca, transforme isso num grande diferencial junto aos seus clientes e prepare-se para colher os bons resultados.

Obrigado pela leitura, espero que esse conteúdo tenha sido útil para você. Deixe seu comentário e compartilhe, poderá ser útil para seus amigos também.

Até o próximo artigo!