Melhores práticas para locação de equipamentos de construção civil

Giseli Barbosa Anversa

Giseli Barbosa Anversa

Engenheira Civil, é Product Manager do Sienge, atuando no desenvolvimento de ações para impulsionar o desempenho de empresas da Indústria da Construção.

16 de junho 2020

Locação de equipamentos: A construção civil é um setor bastante tradicional, com muitas regras e conceitos formados. Mas isso não significa que a indústria parou no tempo. Existem várias formas de inovar, flexibilizar e simplificar o trabalho do dia a dia para conseguir resultados melhores.

Uma das formas de fazer isso é por alugar equipamentos de construção, em vez de comprá-los. Isso quer dizer que essa é a sempre a melhor opção? Não. Mas é uma alternativa que merece séria consideração.

Neste artigo, vou te mostrar o que você precisa comparar para decidir se vale a pena escolher a compra ou a locação de equipamentos.

Alugar ou comprar? Entenda a importância de colocar os investimentos na ponta do lápis

Para resolver a questão entre comprar ou alugar os equipamentos não existe solução melhor que colocar na ponta do lápis os seguintes pontos:

Necessidade de uso no longo prazo

O primeiro fator para determinar qual opção oferece o melhor custo-benefício é determinar qual é a sua necessidade de uso de cada equipamento no longo prazo. Pode ser melhor comprar os equipamentos que você usa com muita frequência por um longo período.

locação de equipamentos: imagem mostra um trator em primeiro plano, e uma retroescavadeira em segundo plano.

Por outro lado, se a máquina em questão vai ficar muito tempo ociosa, talvez o valor necessário para fazer a compra não compense o investimento. Pense também que todo equipamento de sua posse precisa de manutenção, mesmo que não seja usado com frequência.

Ou seja, você poderia ter uma máquina que dá mais gasto do que retorno. Nesse caso, faz muito mais sentido alugar só quando precisar do aparelho para algum trabalho específico.

Logística de armazenamento e transporte

Onde você vai guardar todos os equipamentos se comprar 100% dos itens de trabalho que a sua empresa usa no dia a dia?

É claro que as máquinas em atividade ficam no canteiro de obras, mas ainda assim é de esperar que em determinados momentos você tenha equipamentos parados. A logística de armazenamento precisa ser bem feita para evitar problemas com isso.

Mas não fica só no armazenamento:

Todo o trabalho de transporte de maquinário próprio fica por sua conta, enquanto máquinas alugadas podem ser transportadas pela empresa que aluga. Por isso, adicione o custo com transporte, armazenamento e manutenção na comparação para ter resultados verdadeiros.

Quantidade de equipamentos necessários

Por fim, outro ponto que você deve levar em conta é a quantidade do mesmo equipamento que você vai precisar. Por que isso deveria fazer alguma diferença?

Alguns equipamentos exigem investimento bem alto, e comprar todos de uma vez poderia causar um problema grande ao seu fluxo de caixa no curto e médio prazo. Mesmo que seja um equipamento que vale a pena comprar, talvez seja melhor fazer isso por etapas.

Você pode fazer isso de forma simples:

  • comprar parte dos equipamentos agora e alugar o restante até o momento apropriado de completar o maquinário;
  • alugar agora e juntar dinheiro em caixa para comprar tudo de uma vez no futuro.

locação de equipamentos: imagem mostra uma retroescavadeira sendo usada em uma obra, na beira de uma estrada

Tudo vai depender da sua estratégia, do seu caixa e de quantos equipamentos você precisa de uma vez só no canteiro de obras, ou em várias obras ao mesmo tempo.

3 vantagens da locação de equipamentos de construção civil

A locação de equipamentos traz algumas vantagens claras sobre a compra. Algumas delas são:

1. Simplicidade logística

Não dá para negar que, do ponto de vista logístico e de produtividade, é muito mais simples alugar as máquinas e ferramentas do comprá-las. Afinal, quando você é o dono do maquinário todo é preciso:

  • guardar tudo num lugar seguro, tanto durante as obras quanto nos períodos sem uso;
  • fazer manutenção periódica, de preferência preventiva, em cada máquina, para que ela esteja sempre disponível;
  • realizar o transporte do pátio ou depósito para o canteiro, ou de uma obra para outra, em qualquer lugar em que a construtora for trabalhar.

Esses três pontos podem representar um custo recorrente muito grande para a sua construtora, sem contar a facilidade de ter as ferramentas em mãos quando precisar. Quanto maior a simplicidade logística, maior a produtividade no canteiro de obras.

2. Investimento flexível

Diferente de uma compra, a locação é muito mais flexível em termos de quanto você precisa investir. Para começar, o valor do aluguel pode ser incorporado, ao menos em parte, no orçamento da obra.

Além disso, você terá sempre a quantidade de equipamentos que precisa usar no momento, sem desperdício de ter uma ferramenta que pode envelhecer ou quebrar mesmo sem uso. Por fim, seu fluxo de caixa se mantém saudável, uma vez que você não precisa fazer grandes investimentos em ferramentas de uma vez só, como faria ao comprar.

3. Espaço para inovação

Outro fator que poucos consideram é a velocidade com a que a tecnologia avança na era da transformação digital em que vivemos. Na prática isso quer dizer que um aparelho se torna ultrapassado com maior facilidade e em menos tempo. Comprar pode ser perigoso se inovar é importante para a sua construtora.

locação de equipamentos: imagem lateral de um trator parado

E lembre-se:

Inovação agrega valor na hora de definir o preço de venda do imóvel. Então inovar não é só questão de fortalecer sua marca, mas de potencialmente cobrar mais caro e ter mais clientes interessados nos seus empreendimentos.

3 desvantagens da locação de equipamentos de construção civil

Nem só de vantagens é feita a locação de equipamentos. Os problemas em potencial com essa abordagem são os seguintes:

1. Regras de uso dos equipamentos

Se as máquinas não são suas, as regras sobre como usá-las também não. É preciso respeitar todas as condições da empresa que aluga, sob o risco de pagar multas que tiram toda a vantagem econômica de alugar em vez de comprar.

Por isso é preciso tomar muito cuidado caso queira alugar. Não se trata só de quebrar e arrumar, como se fosse sua. A multa pode ser mais pesada que isso.

2. Custo potencial de impostos

Apesar de alguns gastos serem dedutíveis do imposto de renda, é bom lembrar que os gastos com a locação de equipamentos envolvem mais transações financeiras o tempo todo, e isso pode significar pagar mais impostos.

Até que ponto isso é um problema? Depende de quanto a mais de imposto você pode pagar. Considere com calma antes de decidir alugar tudo e nunca mais comprar nem um martelo.

3. Gasto maior no longo prazo

No longo prazo, a conta pode ficar bem cara se você decidir apenas alugar todos os seus equipamentos. Afinal, quantos aluguéis são necessários para formar o preço de compra de um equipamento?

É por isso que você precisa ser bem criterioso ao colocar tudo na ponta do lápis. Se você vai usar muito o equipamento não faz muito sentido alugar o tempo todo. Nesse caso, pode ser melhor deixar o aluguel para outros itens que aparecem mais raramente no seu canteiro.

A locação de equipamentos de construção pode ser exatamente o que a sua construtora precisa para trabalhar com maior produtividade e flexibilidade. Cabe a você avaliar os prós e contras, e talvez descubra até que o melhor é mesclar entre comprar alguns equipamentos e alugar outros. Só não deixe de avaliar com calma o que será melhor para o seu negócio.

Não é só a locação de equipamentos que pode afetar seu fluxo de caixa. Veja agora como ter uma visão de médio e longo prazo desse fator tão importante para a gestão da sua construtora!