banner sienge

Como integrar seu sistema financeiro com bancos

6 de agosto de 2018

Você provavelmente vai concordar que a tecnologia tem sido uma grande aliada na Construção Civil. Agora imagine a praticidade de ter um sistema de contas integrado com os bancos.

Isso já está disponível no mercado e pode garantir inúmeros benefícios para a sua construtora.

Afinal, sabemos que administrar uma obra, um empreendimento ou até mesmo uma construtora é uma tarefa difícil. São muitas contas a pagar e muitas a receber. Com isso, você pode acabar se perguntando: Como manter tudo em ordem?

Uma das soluções é possibilidade de integrar seu sistema de contas com o banco. Dessa forma fica muito mais fácil e simples gerenciar as atividades financeiras de sua empresa.

Mas existem muitas dúvidas sobre como essa integração funciona. Por tanto é sobre isso que falaremos neste post, assim você terá certeza de que esse sistema poderá garantir inúmeras vantagens para você.

Vamos começar explicando:

O que é um sistema de integração

Os sistemas de contas a pagar e/ou receber disponíveis no setor foram desenvolvidos para automatizar as rotinas administrativas e eliminar retrabalhos. Com isso, você proporciona maior segurança, rapidez e confiabilidade nas informações enviadas e recebidas.

O sistema fica responsável pelo gerenciamento da carteira de títulos a receber, proporcionando controle eficiente no setor financeiro da sua construtora.

Ao utilizar essa ferramenta, você consegue realizar a programação dos pagamentos a seus fornecedores no dia dos vencimentos. Além de agendar compromissos futuros sem precisar sair da empresa, simplificando seus processos.

A integração é realizada de maneira eletrônica com os bancos, por meio da cobrança e do pagamento escritural.

Mas talvez você esteja se perguntando:

O que é cobrança e pagamento escritural?

Trata-se de um módulo automatizado de cobrança de títulos através de um banco portador. Ele dispensa a emissão de borderôs, duplicatas e quaisquer outros papéis e seu principal objetivo é gerar uma cobrança bancária.

Resumidamente, podemos afirmar que a cobrança escritural é o conjunto de operações feitas para a integração. Por meio dela é são realizadas as trocas de informações entre o sistema de uma empresa e os sistemas das instituições financeiras. Dessa maneira, são feitas operações de cobrança dos títulos de posse da empresa ou emitidos por ela.

Todo esse processo é feito em 3 passos:

  1. Através da internet, a empresa encaminhará ao banco as informações dos títulos que tem a receber;
  2. O banco emitirá os boletos e fará a entrega aos sacados;
  3. Posteriormente, o banco retornará para a empresa os arquivos, informando a situação atual do boleto (se foi pago ou está em atraso).

As empresas que usufruem deste sistema pagam uma tarifa por esses serviços. Entretanto, é um investimento que costuma valer a pena. Pois com a cobrança escritural é possível reduzir custos operacionais e diminuir o tempo e os esforços gastos com essas operações.

Já o pagamento escritural é uma forma de pagamento não-física. Consiste em enviar o arquivo eletrônico dos boletos para os fornecedores, de tributos e de concessionárias para que a instituição bancária possa efetuar a liquidação.

Essa também é uma forma automatizada de autorizar o pagamentos de fornecedores, bem como fazer o agendamento de pagamentos futuros.

Você pode utilizar diversas modalidades de pagamentos, tais como:

  • Crédito em conta corrente ou poupança;
  • Emissão de TED;
  • Emissão de DOC;
  • Ordens de pagamento;
  • Títulos registrados e não registrados.

Esse procedimento é bem simples e poupa tempo, reduz custos operacionais e também contribui para o aumento da segurança de informações e operações bancárias.

Mas talvez você esteja se perguntando:

Quais são as vantagens da integração de contas?

Fonte: Karpat

Nós já falamos aqui sobre as vantagens que você pode garantir ao aplicar um sistema de gestão em sua construtora. E isso inclui um módulo de contas a pagar, por onde será feita a integração com os bancos.

Além das praticidades que citamos acima, como segurança e agilidade, a integração de contas com bancos pode ser um diferencial competitivo em seus projetos.

Dentre outras vantagens que vale a pena destacarmos, estão:

  • Integração de informações e títulos pagos ou em atrasos;
  • Redução de custos com processos bancários;
  • Aumento na produtividade;
  • Segurança na informação e nas transições financeiras;
  • Oportunidade de eliminar o uso de Internet Banking de cada banco para pagamentos e cobranças;
  • Aumento na lucratividade.

Se você está achando que os benefícios param por aqui, está enganado!

Inadimplência

Sabemos que, infelizmente, é muito comum na indústria da Construção Civil empresas terem problemas com inadimplência. E acredite: um sistema integrado também pode ajudar você com isso.

Alguns sistemas já contam com recursos automatizados e parametrizáveis, como:

  • Envio de cobranças por e-mail;
  • Lembrete de vencimento do boleto;
  • Alteração automática da data de vencimento;
  • Reprocessamento automático de cartão de crédito e/ou débito;
  • Troca do meio de pagamento;
  • Aviso de inadimplência.

Simples ações como as que citamos acima pode fazer toda a diferença para você e seus clientes.

Agora que você já sabe o que é e como funciona a integração…

Saiba como escolher um ERP com essa função

Contar com ERP para auxiliar nas tarefas do dia a dia da sua construtora é fundamental para organização de seus projetos. Se este sistema for integrado, melhor ainda!

O projeto de um empreendimento abrange muitas áreas e elas precisam se comunicar entre si e é exatamente isso que um ERP de gestão garantirá a você. Dentre os módulos que você poderá encontrar é o financeiro.

Ele será responsável por todas as atividades financeiras da sua empresa. E as informações de outros módulos serão, automaticamente, refletidas nele. Assim, você não terá problemas com falha de comunicação e reduzirá a quantidade de erros.

Por isso é importante que, quando você buscar por um software de gestão, fique atento aos pontos abaixo:

  • Verifique se o sistema possui com a funcionalidade de contas a pagar. Através dela tornará o processo mais rápido, eficaz e econômico;
  • Verifique se o sistema tem a funcionalidade de contas a receber, que pode reduzir em até 90% o tempo para verificação de baixas junto ao banco;
  • Que possa agilizar as conciliações bancárias e de emissão de cheques. Isso torna com que ambos os processos se tornem menos trabalhosos e mais baratos;
  • Integrado as folhas de pagamento para garantir o aumento na confiabilidade das informações;
  • Que possua emissão de notas fiscais para agilizar e reduzir o trabalho manual no processo de preenchimento;
  • E claro, que seja integrado aos bancos para automatizar as baixas de pagamentos e recebimentos.

Nós disponibilizamos para você um checklist gratuito para ajudar na hora de escolher o ERP ideal para sua empresa. É só clicar AQUI e baixar, é bem rápido.

Conclusão

Agora que você já sabe como funciona a integração do sistema de contas com bancos, já pode começar a planejar a aplicação deste recurso em seus projetos. Logo, notará os benefícios desta escolha.

Inicialmente, pode parecer uma escolha com custo elevado, porém no decorrer do tempo você terá aumento em sua lucratividade e produtividade.

Investir em tecnologias que podem facilitar a rotina da sua empresa pode ser um diferencial competitivo importante para os seus negócios.

Divida conosco sua opinião sobre o tema e não deixe de curtir e compartilhar em suas redes sociais!

Tomás Lima

  • Gestor de Conteúdo
  • Graduado em Administração pela UFMG
  • Apaixonado por Construção Civil
 

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa