Gaste menos nas compras com o Módulo de Suprimentos do Sienge

21 de março de 2019

Negociar suprimentos garantindo preços baixos e o pagamento de bens está longe de serem as principais atividades do setor de compras de uma organização. Além das negociações que impactem positivamente o caixa da empresa, o setor de compras tem a missão de nutrir e viabilizar o relacionamento com fornecedores e clientes.

A função de compras de suprimentos uma vez já vista como uma atividade rotineira, hoje é compreendida como uma fundamental parte dos processos logísticos de uma construtora. O setor de suprimentos passou a envolver estratégias de competitividade que interferem diretamente nas áreas produtivas da construção civil.

Hoje falaremos sobre um dos maiores fatores que contribuíram para a mudança de visão em relação à compra de suprimentos: A Tecnologia!

A redução de tempo e despesas garantido menor custo e maior qualidade é uma das consequências ao adotar softwares como o Sienge na gestão de suprimentos.

Siga com a leitura e veja abaixo como um canteiro de obras com uma gestão unificada e  fomentada em tecnologia irá manter sua empresa no mercado do presente e do futuro!

O setor de suprimentos e sua influência no canteiro de obras

Enquanto recursos tecnológicos ganham espaço diariamente no mundo corporativo, ainda percebemos a forte presença de crises econômicas de grande impacto nas organizações. Atingir de maneira prática e objetiva a qualidade e excelência na prestação de serviços é o que tem levado empresários a implementar softwares de gestão na compra de suprimentos.

Como parte das estratégias que mantém a empresa num mercado altamente competitivo, aderir um gerenciamento prático e racional positivarão os resultados do planejamento. Tudo para que a atividade de compras obtenha um fluxo contínuo na coordenação dos suprimentos diante dos parâmetros qualitativos da empresa.

Perceba que o setor está ligado diretamente à produtividade no canteiro de obras e aumento nos lucros. A função de compras de suprimentos deve ser parte integrante, participando ativamente nas tomadas de decisões.

Um controle de estoque automatizado, capaz de alinhar os níveis ideais de estoque mínimo, rotatividade, ponto de pedido entre outros indicadores, fortalecerá o controle de insumos e a inteligência operacional de toda equipe no canteiro.

Não dispor de soluções tecnológicas para gestão é aceitar passivamente a redução de espaço no mercado da construção. Abaixo separamos alguns ganhos que o setor de suprimentos pode trazer para a construtora através de uma gestão integrada.

Ganhos que uma gestão eficaz de suprimentos gera para a construtora

Aumentar a margem de lucro de uma empresa é um desafio permanente seja a construtora de pequeno, médio ou grande porte. Afinal, o lucro é o meio que uma empresa utiliza para dar continuidade na missão estabelecida no início de um projeto.

Confira agora 5 das principais vantagens que o setor de compras pode trazer para uma construtora.

  •        Margem de lucro: Quando um setor de compras atua de maneira estratégica, a equipe está preparada para lidar com as sazonalidades do mercado. A eficácia nas negociações na aquisição de suprimentos junto aos fornecedores manterá os resultados financeiros no mínimo dentro do esperado.
  •        Redução de custos: As aquisições de suprimentos que ficam mais em conta dentro do orçamento, são consideradas ganhos indiretos e a ação irá repercutir dentro da cadeia produtiva da empresa.
  •        Equilíbrio nos estoques: Poucos setores são tão competentes quanto o de compras para monitorar constantemente os estoques. Como o setor é responsável por gerenciar os suprimentos, ninguém melhor que a equipe de compras para evitar custos adicionais devido à desorganização de um estoque.
  •        Estratégia: Em cima da aquisição de matérias primas, o setor pode detectar oportunidades de isenções fiscais. Um setor de compras alinhado com o financeiro retém muito mais subsídios do que trabalhando de forma isolada.
  •    Poder de negociação: Quando a equipe de suprimentos trata seus fornecedores em clima de regime corporativo, a interação e pró-atividade de ambas as partes surge de forma automática. Sabemos que os custos são inerentes porém os ganhos são mútuos. “Quanto mais eu economizo, mais eu compro e mais você ganha”.

Até aqui você concorda que um setor de suprimentos sincronizado em uma empresa, é fundamental para o aumento dos lucros? Se sim, siga a leitura e confira a seguir como funciona o módulo de suprimentos do Sienge.

Entenda como funciona o módulo suprimentos do Sienge

A tecnologia oferece a oportunidade de dinamizar de forma prática a comunicação entre os setores de uma empresa, e o módulo de suprimentos do Sienge trabalha exatamente assim.

Integrar facilmente informações de um setor para o outro é a função principal de um ERP (Enterprise Resource Planning). Com o módulo de compras do Sienge a construtora reduz custos agilizando os processos. As informações são dispostas em tempo real para que decisões sejam tomadas com muito mais agilidade e segurança.

Ao aderir a ferramenta, o construtor e equipe conseguem avaliar o desempenho de todas as áreas da empresa, identificando e corrigindo falhas que podem surgir no desenvolver do projeto.

O fluxo de compras, a distribuição de materiais, prestação de serviços e estoque, podem ser gerenciados ao mesmo tempo, de forma integrada com o financeiro, checando os novos insumos adquiridos com os valores e orçamentos.

O sucesso financeiro de um empreendimento está nas mãos do setor que controla os custos da obra, principalmente diante um cenário que estava mergulhado na maior crise econômica da história.

Em falar em custos e orçamentos, abaixo separei algumas recomendações na hora de avaliar os fornecedores, afinal esta lista deve ter qualidade e confiança no momento de integrar informações.

Fornecedores: Critérios na hora da aquisição de suprimentos

Desconfie! Sim, desconfie caso um fornecedor apareça com um valor muito abaixo do mercado. O barato pode sair muito caro quando a qualidade dos materiais não é prioridade em uma organização.

Fazer uma planilha que liste de maneira qualitativa seus fornecedores, ajuda na hora de avaliar os critérios de compra. Qualidade do material, prazo de entrega, atendimento, preço e execução dos serviços, são alguns itens que devem constar na lista.

No módulo Suprimentos do Sienge, você pode contar com o portal do fornecedor, que é um complemento do sistema para tornar o processo de cotação de materiais mais eficaz. O setor pode convidar automaticamente seus fornecedores para participarem de cotações.

O fornecedor, precisa apenas preencher a cotação no portal e as respostas chegam automaticamente no banco de dados do sistema gerando um mapa de comparação entre os fornecedores.

O Sienge automatiza e controla as informações sobre fornecedores, quantidades de suprimentos orçados e consumidos.

Confira a lista de insumos que fizemos para você e como você pode organizar os seus fornecedores na lista.

Lista de insumos

Na construção civil o insumo será todo objeto ou substância necessária para realizar uma obra e esses materiais variam de função, composição e estrutura. A lista de insumos deve conter o material, suas variações e os fornecedores para cotação.

A madeira, por exemplo, é um material de grande variação podendo também ser industrial. Sendo assim, incluir na lista de insumo os tipos de madeira e os fornecedores ao lado, facilita na hora de solicitar a cotação de maneira mais ágil.

Exemplo;

  1. Madeira – tipo do material – fornecedor – contato,
  2. Telha – tipo – fornecedor – contato,
  3. Caixa d’água – tipo – fornecedor – contato,
  4. Pedra – tipo – fornecedor – contato,
  5. Piso – tipo – fornecedor – contato,
  6. Cimento – tipo – fornecedor – contato,
  7. Bloco de Cimento – tipo – fornecedor – contato,
  8. Cisterna – tipo – fornecedor – contato,
  9. Concreto – tipo – fornecedor – contato,
  10. Fossa– tipo – fornecedor – contato,
  11. Argamassa – tipo – fornecedor – contato,
  12. Aço – tipo – fornecedor – contato,
  13. Tijolo – tipo  – fornecedor – contato,
  14. Materiais elétricos – tipo – fornecedor – contato

É importante lembrar que, para que este processo seja executado em alta performance, é essencial que o setor de suprimentos esteja sincronizado com o financeiro e engenharia.

Fique atento pois é disso que falaremos a seguir!

Integração: Compras, Engenharia e Financeiro.

Entregar a obra no prazo dentro dos custos estimados é o que de cara faz a engenharia e o setor de suprimentos andarem lado a lado, e isso pede nada menos que muita sincronia. A falta de insumo na obra, estouro de orçamento e fornecedor de má qualidade, são um dos motivos que muitas vezes interrompem a harmonização entre os setores.

Mas e o financeiro? Onde fica nessa situação? Acontece que o setor financeiro encontra-se presente entre muitos processos da área de engenharia e suprimentos. Afinal, uma boa gestão financeira é quem trás o sucesso para qualquer organização. Sendo assim, Engenharia, Suprimentos e Financeiro, devem caminhar de mãos dadas!

Situações como cobranças sem identificação, muitas vezes com prazo apertado para pagamento, fazem com que a necessidade de integrar os setores fale ainda mais alto, pois é um caso sem um culpado.

Simples práticas de gestão integrada, inseridas na rotina destas equipes, trarão resultados positivos para a organização em geral.

Conclusão

Integrar com sucesso todos os processos de um projeto desde a inicialização até a conclusão é o alvo de todo gestor. Essa estratégia surgiu mediante a necessidade de alinhar objetivos, tempos de execução e métodos de trabalho no canteiro de obras.

Ter atitude em meio a tantas atribuições é o que faz de um gestor um verdadeiro Project Manager. Equipe, orçamentos, compra de suprimentos e prazos são algumas das muitas atribuições que uma gestão deve desempenhar com excelência para que o empreendimento seja concluído com êxito.

Sabemos que na construção civil muitas vezes lidamos com um ambiente de incertezas, sendo assim é natural que existam fronteiras no meio do caminho. Segurança é a palavra chave para que em momentos de surpresas, informações que auxiliem na hora das decisões e encontrar uma solução, não seja um problema.

A integração na gestão da cadeia de suprimentos através de um sistema, além de facilitar o acesso a informações, ocupa os colaboradores com atividades de maior valor agregado. Integrar o setor de suprimentos com os demais setores da empresa resulta em cliente satisfeito e fluxo contínuo de produtividade.

Ficou claro como o Sienge pode elevar os resultados da sua empresa diminuindo os custos das compras? Agora fale com um de nossos consultores e ou ligue para (48) 3027-8140 e faça uma experiência com o módulo de suprimentos do Sienge. Até a próxima!

Tomás Lima

  • Gestor de Conteúdo
  • Graduado em Administração pela UFMG
  • Apaixonado por Construção Civil
 

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa