Quais as suas ferramentas de suporte à decisão na Construção Civil?

Tomás Lima

Tomás Lima

Redator do Sienge
Graduado em Administração pela UFMG
Apaixonado por Construção Civil

19 de março

Algumas construções podem demorar anos para ficar prontas. Mas muitas das decisões que fazem um projeto ser bem-sucedido precisam ser tomadas de maneira rápida.

E convenhamos: alinhar velocidade com precisão não é tarefa nada fácil. Felizmente, um sistema de gestão com boas ferramentas de suporte à decisão torna isso possível em todos os aspectos da gestão de uma obra.

Neste artigo, eu vou te ensinar quais são as ferramentas de suporte à decisão presentes no Sienge e como usar cada uma delas para conseguir ótimos resultados.

Por que a sua empresa precisa de ferramentas de suporte à decisão

Ainda é comum ver construtoras cometerem erros graves por falta de planejamento e ferramentas adequadas.

O maior problema é:

Em certos casos, o custo de uma decisão errada pode impactar tanto a obra a ponto de torná-la inviável.

Por exemplo,a falta de planejamento leva ao desperdício na construção civil. Isso significa custos desnecessários, que poderiam ser reduzidos com um investimento certeiro na tomada de decisões.

suporte à decisão na construção civil

Além desse problema, há muito mais que um conjunto de ferramentas para suporte à decisão pode fazer pela sua gestão. Com ele, você ganha uma visão macro de várias áreas e pode corrigir problemas antes mesmo que aconteçam.

6 ferramentas de suporte à decisão essenciais para a sua construtora

Para entender bem como as ferramentas de suporte à decisão do Sienge podem ajudar a sua construtora, nada melhor que conhecer bem como cada uma delas atua.

O software de gerenciamento de obras do Sienge conta com 6 ferramentas de suporte à decisão, que são fundamentais para dar a visão ampla que você precisa:

1. Gerencial financeiro

Praticamente toda decisão estratégica tomada na sua empresa tem algum impacto financeiro. Por isso, é importante que você tenha condições de gerenciar esse aspecto do negócio de forma integrada a outras soluções.

Com o gerencial financeiro, fica fácil acompanhar todos os indicadores mais importantes e tomar decisões rápidas sem afetar a lucratividade da empresa.

Além disso, você pode ver as informações em tempo real, o que contribui para a agilidade e precisão do processo de decisão.

Principais benefícios

As principais vantagens de contar com o gerencial financeiro são:

 

  • fluxo de caixa: analisar o fluxo de caixa antes de fazer um investimento importante evita o risco de tomar decisões que causem instabilidade ao negócio;
  • projeções financeiras: por acompanhar os demonstrativos de pagamentos e analisar os recebidos, dá para fazer projeções financeiras e se planejar melhor;
  • comparativos: comparar o orçamento inicial com o que foi gasto, ou o planejado com o que foi feito, são boas medidas para garantir eficiência financeira.

2. Gerencial de obras

suporte à decisão canteiro de obras

Um dos maiores problemas numa obra é deixar de seguir o que foi planejado. Esse tipo de “improviso” não é bem-vindo no que se refere a eficiência de trabalho e, principalmente, de custos.

Como o problema é muito comum, é necessário ter uma ferramenta de suporte que facilite o acompanhamento do projeto. Esse é o papel do gerencial de obras.

Mas vou te falar uma coisa:

O papel do gerencial de obras vai muito além de encontrar discrepâncias entre o planejado e o realizado. Ele atua também para garantir que a sua margem de lucro se mantenha.

Principais benefícios

Os seus maiores motivos para usar o gerencial de obras são:

  • identificação de valores distorcidos: é vital encontrar, o quanto antes, distorções entre o que foi orçado e o que foi gasto. O mesmo vale para o que foi planejado para a obra;
  • redução de custos: diante das análises apresentadas, é possível reduzir custos para manter o planejamento em dia e não perder lucratividade;
  • análise de tendência de obra: contar com relatórios para cálculo automático de tendências para cada item orçado agiliza e dá eficiência à obra.

3. Gerencial suprimentos

Entre os grandes vilões do desperdício estão os suprimentos, que podem ser desviados, quebrados ou simplesmente mal utilizados na obra.

Agora, o ponto-chave:

Se não houver qualquer tipo de controle, esse tipo de situação vai acontecer sempre e você não vai nem saber onde ele ocorre. Ou seja, sem um gerencial suprimentos, fica quase impossível resolver o problema.

Além disso, o sistema melhora a sua capacidade de avaliar o desempenho dos setores de compras e estoque.

Principais benefícios

Os pontos abaixo mostram bem por que o gerencial suprimentos é parte indispensável do pacote de ferramentas de suporte à decisão:

  • análise de curva ABC: com essa análise, fica mais fácil saber quais são os suprimentos mais importantes e organizar o estoque de acordo com isso;
  • avaliação de pedidos e contratos: analisar os pedidos e contratos torna o processo de compras mais transparente e facilita sua avaliação como gestor;
  • análise de pontualidade de fornecedores: com essa ferramenta, é possível cobrar ou até trocar um fornecedor que sempre atrasa as entregas. Afinal, isso compromete o andamento e a lucratividade dos projetos.
  • comparativo de compras: a ferramenta permite comparar facilmente as quantidades e os valores orçados com as quantidades e valores apropriados de cada insumo da obra.

4. Orçamento empresarial

Problemas com o orçamento estão entre as principais dores de construtoras, seja na hora de elaborar o planejamento ou depois, ao segui-lo.

Mas aqui vem a boa notícia:

Com o devido suporte à decisão nesse respeito, você pode elaborar orçamentos com maior agilidade e precisão. Em outras palavras, vai evitar erros estratégicos que causam retrabalho e prejuízo.

suporte à decisão

Principais benefícios

O orçamento empresarial te oferece o seguinte:

  • planejamento estratégico e financeiro: ao elaborar o orçamento com base no plano financeiro da empresa, você diminui a possibilidade de erros e prejuízos;
  • planejamento inteligente: faça o seu orçamento por centro de custo, departamento ou área de negócio;
  • controle preciso: tudo o que você precisa para garantir que nada na obra vai ultrapassar o valor do orçamento aprovado;
  • comparação do fluxo de caixa com o orçamento: essa comparação é essencial para garantir que nenhuma etapa do projeto atrase por problemas com o fluxo de caixa;
  • planejamento do ROI (Retorno Sobre o Investimento): com um orçamento equilibrado e bem alinhado e planejado, fica mais fácil projetar o retorno financeiro do empreendimento.

5. Viabilidade econômica

Antes de qualquer investimento em um novo projeto, é crucial saber se ele tem viabilidade econômica. E a ferramenta de suporte à decisão do Sienge oferece o que há de mais completo nesse sentido.

É possível realizar vários estudos para o mesmo empreendimento e simular diferentes cenários econômicos (otimista, pessimista, etc.).

Qual é o objetivo disso tudo?

Dar total segurança e confiabilidade para o empreendimento e para os investidores.

Principais benefícios

  • estudos econômico-financeiros: todas as variáveis sobre futuros empreendimentos em um só lugar;
  • projeções relevantes: você pode projetar seus gastos, receitas e até quanto terá de investir no projeto;
  • indicadores da Viabilidade Econômica: indicadores como Valor Presente Líquido (VPL), Taxa Interna de (TIR) e Payback estão integrados na análise.

6. Acompanhamento de viabilidade

Depois de projetar resultados com o estudo de viabilidade econômica, é preciso acompanhar o que acontece com o desenrolar do empreendimento.

A ferramenta de acompanhamento de viabilidade serve para isso:

Garantir, por meio de ações preventivas, que o projeto siga como foi definido, e o retorno financeiro não seja comprometido.

Principais benefícios

O que há de melhor no acompanhamento de viabilidade:

  • transparência: o acompanhamento do previsto de um estudo de viabilidade econômica e a comparação deste com o realizado financeiro e de vendas
  • adaptação em tempo real: o acompanhamento da viabilidade possibilita replanejar gastos e receitas futuras e definir novas estratégias de negócio.

Um sistema de gestão de obras confiável precisa contar com todas essas ferramentas de suporte à decisão na construção civil. Com elas, você terá olhos de águia sobre a empresa.

Quer conhecer uma solução que oferece tudo isso e muito mais? Veja com seus próprios olhos como o Sienge pode ajudar sua construtora. Agende agora sua demonstração!