banner sienge

Curva ABC – Você está satisfeito com seu cálculo de orçamento?

Blog > curva-abc, erp, software
18 de julho de 2017

Acho que você vai concordar comigo quando eu falo que o gerenciamento de custos e o cálculo da Curva ABC são parte fundamental de qualquer obra.

 

Uma bobeira no gerenciamento e você pode ter um prejuízo desnecessário.

 

Acontece que você pode ter um controle bem melhor de seus custos com uma Curva ABC bem feita e com um software apropriado.

 

Nesse post, vou te ensinar a calcular a Curva ABC… e ainda a melhor forma de controlar seus custos durante a obra.

 

Entenda a importância do gerenciamento de custos

O planejamento e gerenciamento de custos de obras em construtoras é uma prática muito comum. Entretanto, muitas vezes é mal feita, especialmente em ciclos de produção longos como o da construção civil. Seguir fielmente o orçamento elaborado no estudo de viabilidade é um desafio constante.

 

Outro fator determinante para a falta de organização no gerenciamento de obras é o uso de planilhas paralelas que não se comunicam entre si. Isso faz com que você tenha problemas para visualizar o planejamento como um todo.

 

Por isso, uma das soluções mais eficientes para sua construtora é utilizar softwares de gestão, que, dentre suas principais vantagens, permitem que você tenha:

 

  • Informações da obra de maneira integrada entre você e seus colaboradores, em um único sistema;
  • Acompanhamento da obra de qualquer lugar;
  • Organização de orçamentos e serviços dos fornecedores;
  • Organização de estoque.

 

Adequando-se ao uso de softwares de gestão sua construtora pode se prevenir de outros eventuais estouros de orçamento muito comuns.

 

6 causas mais comuns de estouro de orçamento

  1. Baixa produtividade da mão de obra;
  2. Falta de planejamento sobre fatores externos, como chuvas;
  3. Falta de organização no estoque de materiais;
  4. Atrasos de entregas parciais da obra;
  5. Falta de integração entre as informações;
  6. Falha nas contratações de serviços.

 

Além desses fatores, as construtoras têm muita dificuldade de controlar seus custos durante a execução da obra. Um dos problemas enfrentados é o elevado nível de desperdício de materiais e insumos.

 

Esse desperdício é, muitas vezes, imperceptível. É preciso um levantamento que aponte as diferenças entre itens orçados e itens efetivamente utilizados no processo produtivo.

 

Um modelo de organização que pode te auxiliar no planejamento e gerenciamento da obra é a Curva ABC.

 

Você sabia?

 

Conhecida também como 80-20, a Curva ABC é uma ferramenta gerencial. A Curva ABC foi desenvolvida com base no teorema do economista Vilfredo Pareto. Por meio de sua metodologia é possível classificar os itens de maior importância e impacto financeiro em uma obra.

 

A Curva ABC na Construção Civil

O desperdício de materiais e insumos nos canteiros de obras é algo muito comum, infelizmente.

 

Um dos fatores determinantes para isso acontecer reside na atuação do profissional responsável pela gestão. Em muitos casos, ele não está ciente do que tem em seu estoque e nem quais itens têm mais valor e importância.

 

Utilizando a Curva ABC é possível determinar todos esses fatores. Como resultado, você garante que sua construtora tenha muitos benefícios, tais como:

 

  • Estoque organizado: a Curva ABC possibilita que seu gerente de obras saiba exatamente quais materiais e insumos estão disponíveis no estoque. Determinando ainda, a frequência de consumo e quantidades que devem ser solicitadas com os fornecedores;
  • Economia: graças à organização do estoque e do planejamento de obras, é possível saber com mais precisão a quantidade de materiais e insumos que são necessários para cada etapa da obra;
  • Possibilidades de investimento: com as informações sobre os custos de materiais, serviços e insumos organizados, você pode utilizar o capital de giro de maneira mais eficiente;

 

E ainda melhora:

 

Além de todas essas vantagens, a Curva ABC permite que o gestor dedique sua atenção a atividades mais direcionadas. Isso contribui diretamente para o aumento da produtividade dos colaboradores. Além disso, melhora o relacionamento com os clientes.

 

4 passos simples para aplicar a Curva ABC na sua construtora

Os primeiros passos para a implementação da Curva ABC na sua construtora consistem em:

 

  • Organizar seus insumos: para começar a organizar sua planilha, você precisa ordenar seus materiais e insumos por sua importância, do maior para o menor custo. Desta forma, você visualiza os que ocupam mais espaço no orçamento;
  • Priorizar a economia: com todos os seus materiais e insumos organizados por ordem de importância, você consegue visualizar os que estão classificados na Classe A e estes são os que precisam ser negociados com os fornecedores;
  • Medir os impactos: Com a Curva ABC você pode mensurar os impactos na variação de preços de materiais e insumos. Com isso fica mais fácil tomar decisões e negociar valores;
  • Controlar orçamento: é extremamente importante que o seu gerente de obra controle, supervisione e siga fielmente o planejamento de custos, delegando as pessoas corretas para negociações e avaliações de preços. Desta maneira fica mais fácil reduzir custos.

 

Quer saber a melhor parte?

 

Você já sabe como calcular a sua Curva ABC com planilhas no Excel. Mas existe também a possibilidade de utilizar um software de gestão para este cálculo.

Planilha x Software de Gestão

É muito comum notar, entre as construtoras, o uso de planilhas para organização de obras e orçamentos. Até mesmo para o método da Curva ABC ela já foi muito utilizada.

 

Apesar de ser uma ferramenta útil, não oferece a você a praticidade, segurança e agilidade que um software de gestão garante.

 

CONTEÚDO ESCOLHIDO A DEDO PARA VOCÊ:

 
        » Quando você aprender sobre ERP, nunca mais vai usar planilhas de novo

Conhecidos também como ERP (Enterprise Resource Planning ou Planejamento dos Recursos da Empresa), esses softwares integram todas as necessidades para a gestão de sua organização.

 

Todo o controle centralizado em um único sistema. E isso vale para praticamente todas as empresas, independentemente de seu segmento de atuação ou porte.

 

E melhor ainda:

 

Com essa tecnologia, uma construtora elimina a necessidade de fazer controles paralelos por meio de inúmeras planilhas Excel. O ERP acaba com o problema das planilhas que não se comunicam entre si e atrasam o dia a dia do planejamento de obras.

 

Com um software de gestão, sua construtora consegue aplicar a metodologia da Curva ABC de maneira mais eficiente. O ERP permite seguir as principais etapas de uma gestão de obras:

 

  • Planejamento: Com um software de gestão você consegue consultar o histórico das Curvas ABC de projetos anteriores. Fica mais fácil planejar melhor o trabalho da equipe responsável pelo orçamento da obra. Os gestores têm um provisionamento dos custos futuros, da tendência de cálculo de cada item orçado e das demais atividades rotineiras da obra;

 

  • Negociação:  As equipe de compras e suprimentos conseguem visualizar pelo ERP as comparações de diferentes versões dos orçamentos recebidos. Mais que isso, podem agrupar solicitações semelhantes de várias obras. Com essa leitura integrada amplia-se a capacidade de negociação das equipes;

 

  • Estratégia: Com as informações da Curva ABC de uma obra disponíveis para os diretores, engenheiros e demais envolvidos, fica mais fácil definir uma estratégia de trabalho para os próximos projetos. Isso inclui um guia para a escolha dos fornecedores e parceiros de negócios.

 

É importante ressaltar que, ao escolher um software de gestão, é preciso selecionar um especializado no setor da construção civil. Somente com um software desenvolvido especialmente para suas necessidades vai ser possível atender a todas as suas necessidades.

 

Com um ERP especializado, você elimina os controles paralelos de orçamentistas e engenheiros de obra que fazem a Curva ABC. O ERP concentra em um único sistema todas as informações. O resultado é a geração estruturada de inteligência competitiva para a atuação da sua empresa.

 

Conclusão

Você deseja que sua construtora não tenha mais problemas no cálculo de orçamentos, atrasos de entregas e desperdício de materiais e insumos? Então a Curva ABC é sua melhor escolha.

 

As vantagens que a aplicação da Curva ABC garantem à sua construtora são inúmeras. Já mostramos que não é tão difícil assim se adequar a ela. É só começar a organizar de maneira mais inteligente os seus custos.

 

E é neste momento que um software de gestão pode te ajudar. Com o ERP adequado é possível organizar todas as informações que você e seus colaboradores precisam. Tudo de maneira integrada para o gerenciamento e planejamento de uma obra.

 

Não se esqueça! Se você quer que sua construtora tenha mais produtividade e lucratividade é preciso investir em tecnologia e novos métodos de trabalho. Esses recursos vão contribuir para o sucesso da sua empresa.

 

Divida conosco sua opinião sobre este post e nos conte se ele te ajudou e esclareceu suas dúvidas sobre o uso de softwares de gestão para o cálculo e a aplicação da Curva ABC. Caso tenha gostado, não deixe de curtir e compartilhar!

banner sobre o quiz insumos da construção civil

Tomás Lima

  • Gestor de Conteúdo
  • Graduado em Administração pela UFMG
  • Apaixonado por Construção Civil
 

Deixe um Comentário

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa