Contabilidade na construção civil: como garantir uma gestão contábil eficaz

Lúcius Reis

Lúcius Reis

Sócio-Diretor do Analize

19 de agosto 2021

Compartilhe

Uma boa gestão e o acompanhamento da contabilidade na construção civil são indispensáveis para os resultados das suas obras e o desempenho da sua empresa.

Então, se você trabalha no ramo da construção civil e não se preocupa com a gestão de suas obras e ignora a contabilidade, é bom rever seus conceitos. Afinal, a contabilidade na construção civil é fundamental para a saúde financeira da sua obra.

Basta refletir! As obras são atividades complexas e que (dependendo do porte) são compostas por uma série de etapas. E vale lembrar que quase todas as etapas demandam algum investimento por parte da construtora.

No entanto, quantas vezes na sua carreira você se deparou com contratos que pagam 100% da verba orçada logo no começo? Pois é, por isso, é indispensável que você cuide muito bem da sua gestão financeira e gestão contábil. Garantindo assim uma boa gestão de recursos financeiros e insumos, fatores que também colaboram para o cumprimento de prazos e qualidade de suas obras.

Boas práticas para contabilidade na construção civil

Se você quer alcançar a tão sonhada estabilidade financeira para a sua construtora, continue neste texto!

Qual é o papel da contabilidade na construção civil?

Mais que uma série de burocracias e números confusos, a contabilidade desempenha um papel muito importante na construção civil. São eles:

  • Indicar quais são os regimes tributários: Identificando quais regimes tributários são mais adequados para a construtora ou incorporadora, o que ajuda você a evitar problemas fiscais e gastos desnecessários ou inesperados.
  • Estabelecer melhores modelos para contratação de profissionais: Já percebeu quantas pessoas podem participar de uma mesma obra? Agora, imagine a dor de cabeça que você pode ter se não cuidar direitinho das questões trabalhistas de cada um deles. Uma boa contabilidade ajuda você a elaborar modelos de contrato adequados, levando em consideração o perfil do trabalho e do projeto, além das necessidades da empresa.
  • Oferece uma visão geral mais ampla e abrangente sobre o controle de custos na construção: Ponto fundamental para que você conheça muito bem os índices financeiros da sua obra e da sua empresa, e preserve sua lucratividade.

Leia também: As particularidades da contabilidade na construção civil

5 boas práticas para a contabilidade na construção civil

Agora que você já entende a importância do papel da contabilidade na construção civil, chegou o momento de conferir 5 práticas que fazem toda a diferença na sua gestão contábil.

1. Foco na análise dos resultados e indicadores financeiros

Coletar os dados e indicadores financeiros é muito importante. No entanto, eles perdem todo o seu valor quando não são analisados e processados da maneira correta. 

Afinal, como disse o economista londrino, Clive Humby, “dados são o novo petróleo”. E quem sabe aproveitar todo seu potencial, sai na frente e só tem a ganhar.

Use seus indicadores financeiros para mapear e acompanhar os resultados da sua empresa. Logo você vai perceber que eles permitem que você examine seus resultados detalhadamente, oferecendo maior controle sob aspectos como: impostos e despesas variáveis, até chegar a indicadores preciosos como sua margem de lucro bruta e líquida.

A Demonstração do Resultado do Exercício, também conhecida como DRE, é a ferramenta contábil perfeita para esta tarefa. Pois a DRE leva em conta uma série de fatores determinantes para identificar se a empresa obteve lucro ou prejuízo no período examinado.

2. Não descuide do seu plano de contas

Para garantir o sucesso e lucratividade das obras, seu cuidado com as finanças deve ir além dos orçamentos. E o primeiro passo para uma gestão financeira eficiente é através de um bom plano de contas.

Seu plano de contas deve detalhar entradas e saídas da empresa divididas e organizadas em cálculos separados e detalhados.

Com o tempo você vai perceber que este hábito facilita o acompanhamento dos fluxos de caixa, oferecendo uma visão clara de todas as suas fontes de despesa e receita.

3. Controle de custo e estoque

Como andam as suas planilhas de custo e estoque? Os preços de suas matérias primas e empresas terceirizadas estão atualizados? Você registra toda a movimentação de insumos no seu estoque, detalhando em que cada item foi utilizado?

Pois é, o que para uns é considerado um capricho, para bons gestores é essencial. 

Afinal, como gestor de obras o seu papel é garantir que todos os projetos em andamento tenham os materiais e a mão de obra necessários para seguir seu cronograma.

Uma obra parada por falta de material representa mais que um prazo que não foi cumprido. É o primeiro passo para um efeito dominó que leva a mais atrasos e gastos desnecessários.

Por isso, é fundamental que o seu controle de custos e estoque esteja sempre em dia. Outra dica também é realizar esse controle através de um bom software de gestão de obras.

Dessa forma você automatiza processos repetitivos, armazena suas informações em uma plataforma segura e acessível para a sua equipe. E, além disso, integra todos os seus processos, reunindo em uma única tela todas as informações que você precisa para a sua obra não parar.

4. Auditoria interna

Tem dificuldade para saber se o seu controle de custos está correto? A auditoria interna é um dos processos que pode te ajudar neste ponto.

Através da auditoria interna, é possível analisar as atividades realizadas para compreender o que está funcionando corretamente e quais estão falhando em atingir o objetivo.

Ou seja, ela vai ajudar você a identificar oportunidades de melhoria e fontes de desperdício.

Essa tarefa pode ser desempenhada por uma equipe externa de contadores ou pelo seu próprio departamento de contabilidade. No entanto, é mais comum vermos contadores terceirizados sendo escalados para a tarefa. Porque esses profissionais oferecem uma visão renovada que ajuda a identificar possíveis falhas com mais facilidade.

5. Use a tecnologia para melhorar a contabilidade na construção civil

A contabilidade na construção civil não precisa ser um bicho de sete cabeças! Ainda mais com tantos recursos oferecidos pela tecnologia. 

Contabilidade na construção civil: use a tecnologia a seu favor

O Analize, por exemplo, é um software de gestão contábil que se destaca pela agilidade, segurança e precisão que oferece às suas operações da contabilidade.

Com ele fica muito mais fácil consolidar as suas demonstrações, analisar demonstrativos, documentar e acompanhar as alterações societárias de cada empresa, e muito mais.

Outra vantagem é que sua plataforma é 100% online, com um design responsivo e intuitivo. O que facilita a sua gestão e eventuais consultas no dia-a-dia.

Além disso, clientes Sienge podem integrar a sua plataforma à conta no Analize, reunindo em uma única plataforma os principais indicadores e demonstrações que você precisa para cuidar da saúde financeira do seu negócio.

Compartilhe