Dicas práticas para comprar materiais de construção a um preço menor

Martha Ramos

Martha Ramos

Jornalista, Especialista em Marketing
Redatora do Sienge

24 de fevereiro

Gerenciar uma pequena construtora requer lidar com várias funções ao mesmo tempo. Equipe pequena, decisões importantes, obras que não param, tudo isso exige muito dos profissionais responsáveis pelo negócio.

E um dos pontos que mais preocupa é o orçamento, que pode fazer a diferença entre lucrar muito ou tomar prejuízo em um empreendimento. Felizmente, existem soluções tecnológicas que facilitam muito as compras e garantem a boa gestão de obra sem complicações ou necessidade de grande equipe.

Neste artigo vou te mostrar como usar a tecnologia para comprar materiais de construção com ótimo custo-benefício e sem preocupação com erros.

O peso de conseguir materiais de construção pelo preço certo

A compra de materiais de construção é uma parte estratégica fundamental para o sucesso de uma obra, e também para o sucesso da empresa, a longo prazo. Afinal, decisões ruins nesse sentido podem comprometer tanto a qualidade do serviço quanto a lucratividade do empreendimento.

comprar materiais de construção 1

Pense na seguinte situação:

Você começa uma obra e faz um levantamento quantitativo e qualitativo de materiais necessários para completá-la, mas não tem números precisos sobre o custo deles. Isso poderia fazer com que a obra se torne inviável do ponto de vista comercial.

Por outro lado, fazer cotações de preço sem ter ideia dos valores praticados normalmente para cada linha de material poderia te fazer gastar demais com itens de qualidade inferior. Nenhuma das situações é boa, e só pode ser resolvida com um planejamento adequado na hora de comprar os materiais.

3 passos para garantir o melhor preço para seus materiais de construção

É complicado para o dono de uma construtora se preocupar em contratar e qualificar funcionários, atrair clientes e pagar impostos e ainda comprar os materiais pelo preço certo. Mas existem alguns passos que você pode dar para facilitar seu trabalho.

1. Faça uma análise quantitativa e qualitativa

O primeiro passo é fazer uma análise quantitativa e qualitativa dos materiais que vai precisar, ou seja, entender quanto precisa e de que qualidade o material deve ser. Isso vai variar muito de acordo com o tamanho e o padrão de acabamento do empreendimento.

comprar materiais de construção 2

É claro que, independente do nível de luxo da obra, é importante usar materiais duráveis e certificados, que garantam a segurança do local e facilitem a manutenção do local já pronto. 

2. Tenha uma base adequada de comparação

Além de saber quanto de cada item você precisa, e qual o nível de qualidade que os materiais precisam, você ainda tem de contar com uma base de comparação adequada. Como assim?

Você precisa saber qual é o preço médio e aceitável de cada coisa, para saber se vale a pena ou não comprar de cada fornecedor. Isso vale tanto para preços muito altos quanto muito baixos, o que poderia indicar que as peças são falsificadas ou conseguidas de maneira ilegal.

3. Use a tecnologia a seu favor

Por fim, existe uma forma muito prática e fácil de aplicar os dois passos anteriores sem precisar de uma grande equipe ou gastar boa parte do seu tempo. Existem sistemas de compras muito eficazes que resolvem todos os problemas com aquisição de materiais.

Basicamente, o sistema analisa seus pedidos e avisa, em questão de segundos, se você está pagando mais caro que o valor normal pelos itens. 

Além disso, controla se os itens foram entregues no prazo e até ajuda a controlar a necessidade de novas compras durante a obra. Isso evita compras de emergência que custam mais caro.

Tecnologia a favor das compras de materiais para sua obra

A tecnologia tem revolucionado todas as indústrias e nichos de mercado possíveis, e o mesmo pode ser visto com a transformação digital na construção civil. Além de materiais e processos mais sustentáveis e inovadores, uma área muito afetada (de forma positiva) foi a de gestão.

Pense bem:

Algum tempo atrás seria necessário contar com profissionais experientes para comprar de materiais de construção com a certeza de bom preço e qualidade garantida. E esses profissionais precisavam ser disputados com as grandes construtoras.

Além disso, nem sempre era possível contratar mais gente e compor um time que desse conta de alinhar todos os processos. Hoje, por outro lado, a tecnologia facilita muito o trabalho das micro e pequenas construtoras, e até elimina a necessidade de contratações.

Veja duas formas de inovação tecnológica que estão mudando significativamente o modo como as construtoras serão gerenciadas daqui em diante:

Computação cognitiva

O primeiro conceito é chamado de computação cognitiva. Em outras palavras, estou falando de um sistema que aprende e interpreta informações de forma parecida com o cérebro humano. Mas como isso é possível?

Com a evolução da tecnologia, a forma com as máquinas e sistemas interagem com os dados e com os humanos que precisam desses dados mudou drasticamente. Agora, os sistemas não são limitados a interpretar apenas informações estruturadas, como que “preparadas” para serem lidas por eles.

É como se o sistema aprendesse e interpretasse sozinho o que lê. Com isso, ele é capaz de oferecer informações muito mais precisas do ponto de vista estratégico do negócio. E essa inovação nos leva ao segundo conceito, o de funcionário digital.

Funcionário digital

Se a tecnologia já permite criar sistemas capazes de interpretar dados em tempo real e tomar decisões inteligentes, como um ser humano faria, por que não aproveitar isso? Daí que surge a ideia de criar um funcionário digital, ou seja, usar o sistema como se fosse um membro especializado da sua equipe.

comprar materiais de construção 3

O grande diferencial de ter um funcionário digital está na capacidade de o dono ou gestor de uma micro ou pequena construtora receber suporte qualificado em suas decisões. Em vez de agir sem ter certeza do melhor caminho, basta recorrer ao funcionário digital, que em questão de segundos terá um diagnóstico totalmente preciso da situação.

Agora pense nas vantagens disso, do ponto de vista de gestão:

  • redução de custos com contratação;
  • redução de erros de decisão e, consequentemente, menos prejuízos;
  • otimização de tempo e recursos, que leva a maiores lucros;
  • oportunidade de qualificar melhor a equipe e se concentrar em outras áreas do negócio;
  • entre outras.

A solução definitiva para comprar materiais de construção com o menor preço

Já existe uma solução definitiva no mercado, que alinha tanto a computação cognitiva quanto o conceito de funcionário digital, chamada Sienge Go!. A ferramenta, o primeiro ERP (Enterprise Resource Planning) 100% cognitivo do mercado, é ideal para micro e pequenas construtoras que precisam de suporte em suas decisões.

Aliás, nós já testamos essa ferramenta em 2019, com 181 empresas do setor construtivo e  o resultado não poderia ser melhor. O Sienge Go! até levou o prêmio internacional de inovação Beacon Awards, concedido pela gigante de tecnologia IBM. 

Gerenciar uma empresa, desde as compras até o controle de entrega e uso dos insumos na obra não é nada fácil, ainda mais para pequenos negócios que tem equipe enxuta. Mas o Sienge Go! facilita muito o processo e dá tranquilidade para a gestão do negócio, como se fosse o seu braço direito digital.

Sem dúvidas, comprar materiais de construção a um preço menor faz toda a diferença nos lucros e na capacidade de crescimento da sua construtora. Usar a tecnologia, com sistemas como o Sienge Go! é a maneira definitiva de conseguir isso sem altos custos ou perda de tempo.

Que tal conhecer melhor como o Sienge Go! pode te ajudar na gestão das suas compras e na integração com outros pontos da sua gestão? Descubra como podemos te ajudar!