Como o PIX funciona?

Bruno Amate Schmidt

Bruno Amate Schmidt

Product Manager do módulo Financeiro - Contas a Receber, especialista em Custos e Engenharia de Software.

29 de outubro 2020

O PIX é uma das novidades mais comentadas do setor financeiro este ano, e com bons motivos. A solução promete trazer uma verdadeira revolução para o país todo, e isso inclui as empresas da construção civil. Mas como o PIX funciona, afinal de contas?

Conhecer a nova ferramenta de transações instantâneas do Banco Central é essencial para tirar proveito dela na sua empresa. Por isso, neste artigo você vai entender o que é o PIX, como ele funciona e qual o melhor modo de usá-lo na sua gestão financeira.

O que é o PIX?

O PIX é a nova criação do Banco Central do Brasil que vai tornar o processo de pagamento em transações financeiras mais rápido e prático. Enquanto hoje fazer e receber pagamentos traz alguns problemas, o PIX promete acabar com eles. Mas quais são esses problemas que o PIX vai resolver de uma vez por todas?

Apesar de já estarmos acostumados com eles, a lista ainda é grande:

  • horário de funcionamento limitado dos sistemas bancários;
  • tempo de espera diferente de acordo com a operação financeira escolhida;
  • limitação de uso em fins de semana e feriados;
  • pagamento de tarifas para transferir dinheiro para um banco diferente do seu;
  • entre outros obstáculos.

Com o PIX a situação vai ser muito diferente:

Todas as transações serão concluídas em apenas 10 segundos. Além disso, você não vai precisar se preocupar com o dia, horário ou para qual instituição bancária precisa transferir, já que tudo isso será livre e ilimitado.

Como o PIX funciona?

Veja agora algumas das principais funções do PIX que chamam a atenção:

Liberdade para o cliente

Um dos principais trunfos do PIX está na liberdade que ele dá ao consumidor final, uma vez que será muito mais rápido, prático e eficiente transferir dinheiro a qualquer hora e lugar.

E o melhor:

Você poderá esquecer os já famosos DOC e TED, com suas limitações, tarifas e demora. O PIX funciona todos os dias do ano, sem exceção. Também é possível usá-lo 24 horas por dia, de forma instantânea, de qualquer lugar.

Com o PIX é fácil pagar e receber em qualquer lugar, a qualquer hora

Além disso, por se tratar de uma iniciativa do Banco Central, e não apenas de uma instituição isolada, ele terá adoção relativamente ampla desde o princípio. Assim, você poderá usar o PIX das seguintes formas:

Além disso, existem duas formas de usar o sistema, o que promete facilitar ainda mais a vida do cliente: pagamento tradicional e por código QR.

Pagamento tradicional

Cada pessoa poderá cadastrar várias chaves de acesso ao PIX. Entre as chaves estão:

  • CPF ou CNPJ;
  • E-mail;
  • Número de telefone;
  • entre outros.

Assim, bastará digitar uma das chaves de acesso da pessoa que deve receber o dinheiro e o PIX encontrará todos os dados dela para autorizar e completar a operação.

Código QR

Basta ter um leitor de código QR no celular ou tablet para usar essa forma de pagamento com o PIX.

PIX permite fazer pagamentos com código QR

Nesse caso, basta apresentar o código QR para a pessoa ou empresa que vai realizar o pagamento. De acordo com o Banco Central, existem 2 tipos de código QR, entre os quais você pode escolher:

  • estático: você poderá definir um valor fixo e usar o mesmo código várias vezes, o que torna o código estático ideal para transações recorrentes entre duas pessoas;
  • dinâmico: o código dinâmico é melhor para compras e pagamentos comerciais, pois torna possível incluir informações exclusivas de cada transação.

Como o PIX vai mudar as transações financeiras no Brasil?

Você já deve ter uma noção de que o PIX tem tudo que é preciso para transformar as transações financeiras no Brasil a partir de agora. Ao libertar o consumidor final e as empresas para pagar onde, quando e como acharem melhor, o sistema marca uma nova fase da transformação digital no país.

E o potencial de impacto da ferramenta é tão grande que não temos condições de estimar um limite do que será possível com ela, inclusive para setores como a construção civil. Mas vale a pena destacar alguns dos benefícios que já são claros para todos:

Maior transparência nos pagamentos de funcionários

Em vez de precisar contar com ciclos fiscais e janelas de pagamento que muitas vezes são complicadas, as empresas poderão pagar seus funcionários com maior praticidade. Nada de precisar contar dias úteis e se preocupar com os horários dos pagamentos. Com o PIX, basta fazer o pagamento no dia combinado do mês.

Além disso, o PIX vai ajudar a introduzir outro conceito importante ao mercado:

O Open Banking. Em vez de a empresa criar uma conta salário para todos os colaboradores na mesma instituição, cada um pode ser pago onde achar melhor, sem envolvimento da empresa.

Melhora nos preços de insumos

É prática padrão de qualquer empresa embutir os custos operacionais nos preços de venda. E com iniciativas como o PIX e outras práticas de Open Banking, as tarifas bancárias vão cair.

Isso significa que pode haver uma melhora nos preços de insumos, ou ao menos um argumento a mais de negociação para flexibilizar os acordos de compra e venda. Quem souber tirar bom proveito disso poderá ter maior controle sobre o fluxo de caixa.

Gestão financeira mais eficiente

Imagine não precisar emitir boletos para os pagamentos das obras que você gerencia. Cada tarifa antes paga poderá ser mantida no caixa da empresa, e aumentar seus lucros. Além disso, você não precisará mais acessar várias contas correntes de forma individual para conseguir fazer conciliação bancária e controle financeiro de cada obra.

Chega de boletos com o PIX

Com o PIX será muito mais fácil manter as finanças de uma obra, e da sua empresa como um todo, sob controle a todo momento. Quanto menos complicada a estrutura melhor, e o PIX oferece uma grande mudança nesse sentido.

Como usar o PIX na sua gestão financeira?

Naturalmente, a economia que os benefícios listados acima pode trazer é enorme, sem contar o ganho enorme de produtividade. Mas como aproveitar de todos esses benefícios desde já e integrar o PIX na sua gestão financeira?

Vamos direto ao ponto:

A única forma de integrar sua gestão financeira com o PIX desde o seu lançamento é com o Sienge Plataforma. Além de ser a ferramenta de gestão integrada mais completa do mercado, é a única do país que tem suporte ao PIX desde o início.

No Sienge Plataforma você terá acesso a uma função que se parece com internet banking para realizar pagamentos e controlar suas obras. Isso ajudará a reduzir tempo de trabalho e custos operacionais desde o primeiro dia do PIX em atividade.

Agora que você já sabe como o PIX funciona e entende um pouco melhor como ele será útil para o futuro das empresas de construção civil, é hora de agir. Se quer ser rápido não existe outra opção no mercado além do Sienge preparada para integrar a sua gestão financeira ao PIX.

Mas como o Sienge Plataforma pode ajudar a sua empresa a ganhar mais produtividade além do uso do PIX? Descubra agora como a plataforma funciona na prática!