Certificação LEED: saiba mais sobre o selo ecológico

6 de dezembro de 2017

Você tem interesse em conquistar a certificação LEED? Os benefícios, de ordem econômica, social e ambiental, são inúmeros. 

A seguir, confira uma compilação das principais informações sobre esse selo ecológico. Esperamo que isso o ajude a ter ideia de como funciona o processo de certificação.

Continue conosco!

LEED no mundo

A Certificação LEED, ou Leadership in Energy and Environmental Design, é uma das certificações para construções sustentáveis mais conhecidas do mundo. É concedida pela organização não governamental norte-americana U.S. Green Building Council (USGBC). 

Segundo o site da instituição, a certificação LEED está presente em 165 países. São 2,2 milhões de m2 certificados diariamente.  

No total, 92 mil projetos receberam o certificado LEED, somando mais de 1,8 bilhões de m2 de espaço construído. Destes, 1,6 milhão de unidades residenciais estão registradas ou certificadas com LEED. 

Assista ao vídeo sobre o trabalho da USGBC (em inglês, sem legenda)

Certificação LEED no Brasil

No Brasil, a Certificação LEED é concedida pelo Green Building Council – Brasil. A entidade, sem fins lucrativos, foi criada em 2 de janeiro de 2007.

Atualmente o Brasil é o 4º país com maior número de edificações certificadas. São 1.230 projetos registrados e 423 certificados. Além disso, mais de 70 mil profissionais já foram capacitados por meio do Programa Nacional de Educação da entidade.

O LEED possui 4 tipologias, que consideram as diferentes necessidades para cada tipo de empreendimento.

São elas:

  • LEED Building design + Construction (LEED BD+C): Voltada a novas construções e grande reformas
  • Interior design + Construction (LEED ID+C): Para escritórios comerciais e lojas de varejo
  • Neighborhood (LEED ND): Direcionada a bairros
  • Operation + Maintenance (LEED O+M): Voltada a empreendimentos já existentes

Essas tipologias analisam 8 áreas:

  • Localização e transporte
  • Espaço sustentável
  • Eficiência no uso da água
  • Energia e atmosfera
  • Materiais e recursos
  • Qualidade ambiental interna
  • Inovação e processos
  • Créditos de prioridade regional
banner do ebook sobre desperdicio

Pré-requisitos e créditos para cada área:

Pré-requisitos: são as ações obrigatórias para os empreendimento que buscam a certificação. O não cumprimento de um dos pré-requisitos impossibilita o empreendimento de receber a certificação.

Créditos: são as ações focadas em performance de desempenho, sugeridas pelo LEED. A cada ação assumida, o empreendimento ganha uma pontuação.  

110 pontos

110 pontos é o total de pontos possíveis em todas as tipologias. São conquistados conforme o empreendimento aplicar os créditos sugeridos pelo LEED.

Níveis de certificação

Existem 4 níveis de certificação, definidos conforme a quantidade de pontos adquiridos.

CERTIFIED – 40 a 49 pontos

SILVER – 50 a 59 pontos

GOLD – 60 a 79 pontos

PLATINUN – 80 + pontos

Média de reduções no Brasil

Confira a média de reduções (de recursos naturais, emissão de poluentes e resíduos) geradas com a certificação LEED no Brasil*: 

  • Água – 40%
  • Energia – 30%
  • CO2 – 35%
  • Resíduos – 65%

    *Dados divulgados pela GBC-Brasil

Última versão – LEED V4

Periodicamente, a certificação LEED lança novas versões atualizando suas exigências. Em 2014, foi apresentada sua quarta versão, a V4. Ela contém requisitos técnicos mais rigorosos do que a anterior, de 2009 (v2009), e valoriza ações que mitiguem as mudanças climáticas.

Veja os assuntos priorizados para receber as pontuações:

  • Mudanças climáticas (35%)
  • Saúde (20%)
  • Recursos Hídricos (15%)
  • Biodiversidade (10%)
  • Recursos Naturais (10%)
  • Economia Verde (5%)
  • Comunidade (5%)

    Assista ao vídeo produzido pela USGBC com a apresentação da versão LEED v4 (em inglês, sem legenda):

Tipologia

Confira a seguir detalhes sobre cada tipologia da certificação LEED:

LEED Building design + Construction (LEED BD+C): Novas construções e grande reformas

O LEED para Projeto e Construção de Edifícios (LEED BD+C) fornece parâmetros para construir um edifício sustentáveis. 

Aplicação

Pode ser aplicada a diversos tipos de projeto, de prédios comerciais à data centers.  

Veja os tipos de projetos abrangidos:

Novas Construções ou Grandes Reformas: Foca em projeto, novas construções ou grandes reformas de edifícios existentes. Inclui melhorias no sistema AVAC, modificaçõess na envoltória e reformas internas.

Envoltória e Núcleo Central: Para projetos onde o empreendedor não tem ingerência sobre o projeto e a construção do espaço dos locatários, somente da partes mecânica, elétrica, hidráulica e de proteção contra incêndio – chamado de envoltória e núcleo central.

Escolas: Para edifícios utilizados no ensino primário, secundário e superior, assim como outras edificações existentes em campus de educação.

Lojas de Varejo: Focado nas necessidades das lojas de varejo. 

Data Centers: Para edifícios com alta densidade de equipamentos de computação.

Galpões e Centros de Distribuição: Para edifícios usados para armazenar mercadorias, produtos manufaturados, matérias-primas ou pertences pessoais.

Hospedagem: Dedicado a hotéis, motéis, pousadas e outras empresas dentro da indústria de serviço que forneça alojamento de curto-prazo, com ou sem alimentação.

Unidades de Saúde: Para hospitais que operem 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Interior design + Construction (LEED ID+C): Escritórios comerciais e lojas de varejo

O LEED para Design e Construção de Interiores (ID+C) dá às equipes de projeto, que não tem controle sobre a operação do edifício inteiro, a oportunidade de criar espaços internos com economia de recursos naturais, valorização da iluminação natural e das áreas verdes. 

Aplicação

Interiores Comerciais: Para espaços internos dedicados a outras atividades, que não varejo ou hospedagem.

Lojas de Varejo. Para espaços interiores dedicados à venda de produtos de consumo. Inclui showroom, áreas de preparação ou armazenamento e atendimento ao cliente

Hospedagem. Feito para espaços internos de hotéis, motéis, pousadas e outras empresas dentro da indústria de serviço que forneça alojamento de transição ou de curto-prazo, com ou sem alimentação.

Operation + Maintenance (LEED O+M): Empreendimentos existentes

Os sistemas de muitos edifícios antigos encontram-se defasados, consumindo água e energia em excesso. O LEED para Operação e Manutenção de Edifícios Existentes busca reverter esse quadro, implantando soluções ecoeficientes a empreendimentos já construídos. Essa tipologia pode ser aplicada a diversos projetos.

Aplicação

Edifícios existentes: Para projetos que não têm como função principal a educação, varejo, data centers, galpões e centros de distribuição ou hospedagem.

Lojas de Varejo: Para espaços de varejo já existentes. Engloba tanto espaços de showroom quanto áreas de armazenamento.

Escolas: Para edifícios utilizados no ensino primário, secundário e superior, assim como outras edificações existentes em campus de educação.

Hospedagem: Hotéis, motéis e pousadas existentes, assim como outras empresas do setor de serviço que forneçam alojamento de curto-prazo, com ou sem alimentação.

Data Centers: Edifícios existentes que contêm alta densidade de equipamentos de computação, como racks de servidores, usados para armazenamento e processamento de dados.

Galpões e Centros de Distribuição: Espaços voltados ao armazenamento mercadorias, produtos manufaturados, matérias-primas ou pertences pessoais (como guarda volumes).

Neighborhood (LEED ND): Bairros

O LEED para Desenvolvimento do Bairro (LEED ND) ajuda a implantar estratégias de sustentabilidade nos bairros.

Aplicação

Plano: A certificação está disponível para projetos em qualquer fase de planejamento e projeto, ou até 75% construído.

Certificação do Projeto: Criado para projetos com escala de bairro que estão próximos do final da execução ou que foram terminados nos últimos três anos.

Etapas da certificação

Confirma passo a passo os procedimentos para solicitar a certificação LEED:

  • Escolha a tipologia do projeto entre as 4 apresentadas.
  • Registre-o pelo LEED ONLINE.
  • Envie os templates pelo LEED ONLINE.
  • O material enviado será analisado por uma empresa auditora.
  • Se o projeto for aprovado, você receberá a confirmação da certificação.

Benefícios da certificação LEED

Confirma os benefícios de obter a certificação LEED

Ambientais

  • Redução do uso de recursos naturais
  • Redução do consumo de água e energia
  • Redução, tratamento e reuso dos resíduos da construção e operação.
  • Uso de materiais ecológicos e tecnologias de baixo impacto ambiental
  • Mitigação dos efeitos das mudanças climática

Econômicos

  • Diminuição dos custos operacionais.
  • Diminuição dos riscos regulatórios.
  • Valorização do imóvel para revenda ou arrendamento.
  • Modernização e menor obsolescência da edificação.

Sociais

  • Melhora na segurança, saúde e satisfação dos trabalhadores e usuários.
  • Conscientização ambiental de trabalhadores e usuários
  • Estímulo a fornecedores de materiais de construção e outros insumos, assim como de serviços diversos, que adotam políticas de responsabilidade socioambiental.

Outras certificações do GBC – Brasil

Além da LEED, o GBC – Brasil conta com outras certificações. São elas:

Como ser um membro do GBCB?

Se, além de obter a certificação LEED, você tiver interesse em ser um membro do Green Building Council Brasil (GBCB), pode seguir os procedimento indicados nesta página. Veja aqui a tabela de anuidade. 

Conclusão

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil para ajudá-lo a entender a certificação LEED.

E então, que tal colocar seu projeto no rol das edificações sustentáveis? Além do respeito ao meio ambiente, o retorno socioeconômico dessa decisão certamente valerá a pena!

Helena Dutra

  • Jornalista
 

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa