Categoria dos Posts / Infográfico

Levando conhecimento para a Indústria da Construção




como fazer pesquisa de mercado
Modelo de pesquisa de mercado passo a passo
Postado dia 26 de outubro de 2016 | Nenhum Comentário
Categorias: Gestão, Incorporação, Indústria da Construção, Infográfico, Tendências

Confira o infográfico com 9 etapas que o Sienge preparou para guiar o gestor da construção civil na tomada de decisões mais assertivas!

Seguir um modelo de pesquisa de mercado é importante para que o gestor da indústria da construção civil obtenha informações valiosas sobre a sua área de atuação ou buscar novas oportunidades. Quanto maior o seu entendimento sobre clientes, fornecedores e concorrentes, melhor será o desempenho do seu negócio. Com esse material você pode:

  • Aplicar um modelo de pesquisa de mercado na sua empresa;
  • Entender o seu público-alvo;
  • Dimensionar o mercado;
  • Identificar o segmento mais lucrativo;
  • Descobrir novas tendências;
  • Detectar falhas dos concorrentes;
  • Avaliar a performance de seus produtos e serviços;
  • Identificar a quantidade ou volume que o mercado é capaz de absorver;
  • Calibrar o preço dos imóveis de acordo com o mercado e com a percepção de valor dos clientes potenciais.
>>Confira também como fazer pesquisa de satisfação lendo este post!

Para auxiliá-lo nesta tarefa, o Sienge criou um infográfico, a partir de um material desenvolvido pelo Sebrae, que apresenta um modelo de pesquisa de mercado para o setor de construção civil. Ele se baseia em 9 etapas que, se seguidas de maneira correta, resultarão em um levantamento bastante rico, diminuindo as incertezas e guiando as decisões com mais segurança. Confira quais são:

  1. Definição do público-alvo e objetivos do modelo de pesquisa de mercado
  2. Definição da coleta dos dados
  3. Definição do método de pesquisa de dados primários
  4. Definição da amostra
  5. Elaboração dos instrumentos de pesquisa
  6. Aplicação da pesquisa
  7. Tabulação dos dados
  8. Elaboração do relatório final e análise dos dados
  9. Tomada de decisão
    • Conhecer melhor seu cliente ou cliente potencial de forma direta: Uma boa pesquisa junto aos consumidores (já existentes ou futuros) indica como um produto será recebido, quem se interessa por ele e até que preço o consumidor está disposto a pagar. Pode mostrar como o público reage ao nome do empreendimento, sua localização, design, funcionalidades, entre outras características.

    • Minimizar chances de erros: Com o mercado mudando tão rapidamente e com tantos fatores em jogo, ninguém pode mais trabalhar apenas na base de suposições. É por isso que é importante fazer as perguntas certas, no momento certo, com as pessoas certas.

    • Identificar novas oportunidades:  As pessoas compram coisas que as ajudam e facilitam o seu dia a dia. Por isso, além dos dados demográficos é preciso incluir questões emocionais, funcionais e também sociais e, se possível, considerar uma etapa de observação comportamental como, por exemplo, acompanhar a rotina de um cliente e o uso que faz dos espaços privativos e áreas comuns de empreendimentos já lançados.

    • Avaliar tendências do seu setor: O estilo de vida das pessoas vem mudando rapidamente e reflete diretamente no conceito de moradia, ambiente de trabalho, comunicação, consumo e lazer. Podem ser considerados ou validados na pesquisa de mercado tendências de novos materiais e sistemas construtivos: reutilização de insumos, energias renováveis, novas formas de concepção de empreendimentos, desenvolvimento e a mobilidade urbana e o conceito de Cidades Inteligentes.

Expectativas para o mercado imobiliário em 2017

De acordo com pesquisa divulgada recentemente pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), a indústria da construção enfrenta pessimismo e setor desaquecido. A tendência, porém, é de que a situação comece a melhorar em 2017, mas para isso é preciso se preparar e estruturar o setor de vendas para o próximo ano. Com um pouco de esforço é sempre possível driblar os problemas da economia e obter bons resultados para o seu negócio. Um modelo de pesquisa de mercado é um destes instrumentos que podem melhorar a organização da empresa e otimizar as estratégias para enfrentar tempos de estabilização da Economia!

Veja algumas outras dicas que podem ajudar a sua empresa:

Business Intelligence (BI)

Você conhece o método de Business Intelligence ou Inteligência Competitiva? Usando BI você pode acompanhar os resultados da sua empresa através das informações contidas em projetos, cronogramas de obra e orçamentos, gerando novas oportunidades de negócio, analisando o sucesso dos empreendimentos e aumentando a competitividade da sua construtora. Com as informações obtidas através de BI, você pode tomar decisões mais assertivas e melhorar as suas análises!

Business Intelligence  ajuda a fazer pesquisas de mercado ainda mais precisas:

A utilização de fontes secundárias permite levantar dados de mercado relevantes de forma mais rápida do que nas pesquisas de mercado usuais e incluí-los na composição de indicadores de desempenho. Essas informações externas podem ser relacionadas a desejos e necessidades do consumidor, processos de decisão do cliente, estratégias de venda utilizadas pela concorrência e os resultados, aspectos relacionados ao cenário econômico e tendências.

O Sienge oferece o módulo Suporte à Decisão, que contém a ferramenta BI! Com este módulo você tem acesso à um “painel de controle” onde é possível configurar gráficos e indicadores que representam a realidade da sua empresa. Para isso, você deve alimentar o Sienge com informações nos outros módulos, tais como Suprimentos, Engenharia, Financeiro e outros. Com essa integração você terá todo o aspecto gerencial da empresa à sua mão rapidamente e de forma integrada.  Se preocupe em gerenciar sua empresa enquanto nós oferecemos a informação e o controle que você precisa!  Ficou interessado? Peça uma demonstração agora!

O modelo de pesquisa de mercado!

Para conhecer os aspectos que podem impactar diretamente no desenvolvimento de uma oferta e a sua aceitação no mercado e obter essas informações valiosas no posicionamento de uma nova oferta é essencial entender como fazer pesquisa de mercado eficiente no setor da construção civil.

Esperamos que você aproveite este modelo de pesquisa de mercado e o utilize como ferramenta de apoio para tornar o processo decisório mais assertivo e seu negócio ganhe competitividade.

>> Baixe o infográfico gratuitamente aqui e ponha em prática os 9 passos de como fazer pesquisa de mercado!

infográfico custo global
Infográfico: 10 itens que você não pode esquecer no cálculo do Custo Global
Postado dia 21 de junho de 2016 | Nenhum Comentário
Categorias: Gestão, Infográfico, Novidades Blog, Tendências

Para a sua construtora, já estão claros todos os passos para calcular o custo global dos empreendimentos? 

Como já dissemos em post anterior, o Custo global da construção é um valor que pode te ajudar a analisar lucros e definir preços de venda dos seus empreendimentos. Tendo em vista o objetivo de se manter competitivo no mercado, obter um empreendimento com preço de custo atraente e preço final de venda melhor ainda é essencial, e é aí que o cálculo do custo global do empreendimento pode entrar para ajudar.

Custo global da construção é o valor total mínimo que pode ser atribuído à edificação. Esse valor é calculado com base no custo unitário básico (CUB) praticado na região onde o imóvel está localizado. A multiplicação do CUB pela área total do empreendimento somada ao valor total que a construtora investiu para sua concretização resulta no custo global da construção.

A partir desse valor é que será obtido o custo unitário ou valor por metro quadrado da edificação, efetuando-se sua divisão pela área total do empreendimento e, com isso, estimando o valor de venda de cada uma de suas unidades. Daí a importância de se ter um custo global da construção atraente, uma vez que impacta no preço final oferecido ao consumidor.

Importante: quando se fala no valor total que a construtora investiu para tirar o projeto do papel é preciso fazer um levantamento bem completo desses custos, do início ao fim da obra, de forma a se chegar a um valor de venda justo e, ao mesmo tempo, rentável.

Entre os itens que devem ser considerados nessa conta estão pesquisas de mercado e estudos de viabilidade, custos com terreno, regularizações, elaboração de projetos, mão de obra, insumos e equipamentos.

Para te ajudar a não esquecer de nenhum item, o Sienge preparou o Infográfico Custo Global: 10 itens que você não pode esquecer no cálculo do Custo Global, falando exclusivamente sobre esse tema, faça download aqui:

http://www.sienge.com.br/custo-global/


infografico caixa de gestao de obras

superbanner do ebook como aumentar a produtividade do time de sua construtora
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa