Posts Tagged / normas construção civil

Levando conhecimento para a Indústria da Construção




nbrs da construcao civil
Benefícios das NBRs da construção civil para regulamentar materiais
Postado dia 17 de novembro de 2016 | Nenhum Comentário
Categorias: Construção, Indústria da Construção, Tendências

Aumento de qualidade, produtividade, segurança e redução de custos são alguns dos pontos positivos que as NBRs da construção civil oferecem. Desenvolvidas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) – organização não governamental, sem fins lucrativos e reconhecida pelo governo – mais do que um meio de regulamentação, as NBRs são uma forma de organizar e permitir monitoramento e controle em todo processo da obra e da conformidade dos materiais utilizados na construção.

Com surgimento em 1940, a ABNT tem como responsabilidade a elaboração das Normas Brasileiras, que são desenvolvidas por seus Comitês Brasileiros. Atualmente, a ABNT possui um quadro com vários comitês técnicos, que atuam na coordenação, planejamento e execução das atividades de normalização técnica dentro de seu âmbito de atuação, sempre contando com alinhamento de necessidades entre consumidores e produtores.

No decorrer dos anos, o mercado da construção civil passou por um aumento de demanda, o que ocasionou o surgimento de muitos materiais de pouca qualidade que acabam prejudicando o consumidor. As NBRs voltadas ao controle dos materiais para construção civil têm como objetivo estabelecer critérios de avaliação de materiais, visando o aumento de durabilidade e desempenho dos mesmos, o que também gera a oportunidade de constante melhoria dos produtos e fortalece a competitividade no setor.

 

>>Confira a nossa página especial sobre Material de Construção!

 

Diante dessa tarefa de regulamentação, foi desenvolvido um comitê especializado na área, o CB-002, que atua no desenvolvimento das normas NBRs da Construção Civil e auxilia o mercado a extrair o melhor dos materiais e gerar um aumento de produtividade e qualidade. Com essa normalização, materiais de maior qualidade são desenvolvidos e processos mais assertivos são criados, aumentando a eficiência das construtoras e suas obras.

superbanner do ebook 7 dicas de ouro de como fazer orçamento de obra

Confira a seguir alguns materiais para construção civil e seus critérios de avaliação, estabelecidos em suas devidas normas:

  • Tijolos Maciços Cerâmicos para Alvenaria

As normas que regulamentam os Tijolos Maciços Cerâmicos são a NBR 7170 e a NBR 6460. Têm como objetivo estabelecer exigências para a melhor qualidade do produto, como por exemplo, terem as mesmas dimensões e mesma resistência mínima à compressão.

  • Blocos Vazados de Concreto para Alvenaria

As NBRs que regulamentam Blocos Vazados de Concreto estabelecem critérios de componentes de alvenaria, fabricados a partir da mistura de cimento Portland, agregados e água, que apresentam furos em ambas as faces, no sentido perpendicular ao do seu comprimento, cuja área é igual ou inferior a 75% da área bruta, utilização de blocos segundo seu uso, que pode ser estrutural ou não estrutural e definido em três classes, A, B e C, entre outros critérios de avaliação.

  • Telhas Cerâmicas

A norma NBR 15310 das Telhas Cerâmicas estabelece o critério de estanque de água, precisam apresentar o mesmo formato, o mesmo tipo de sobreposição e mesma propriedade construtiva. Seguindo as normas, os materiais têm a garantia de segurança, durabilidade e qualidade.

 

  • Placas Cerâmicas para Revestimento e Porcelanato

As placas precisam estar de acordo com os critérios estabelecidos para garantir o melhor do material final. Exemplares de placas que, dentro de uma mesma família, apresentam ainda as mesmas dimensões, porcelanato com baixa absorção de água (menor ou igual a 0,5% para os porcelanatos esmaltados ou menor ou
igual a 0,1% para os porcelanatos não esmaltados), entre outros critérios.

  • Cal Hidratada para Argamassa

Como todos os outros materiais, com a finalidade de obter qualidade e maior resistência do material, o cal hidratado precisa seguir os critérios de possuir pó obtido pela hidratação da cal virgem, constituído essencialmente de uma mistura de hidróxido de cálcio e hidróxido de magnésio, ou ainda de uma mistura de hidróxido de cálcio.

As normas determinam critérios de qualidade desde o processo de controle e recebimento até o preparo dos materiais. Argamassas colantes, pisos de madeira maciça e torneiras são outros exemplos de materiais, que quando desenvolvidos com base em suas respectivas NBRs da Construção Civil, têm a garantia de um um produto final mais seguro e resistente. Por isso, quando sua construtora está usando materiais em conformidade com as NBRs, não só seu processo construtivo está regulamentado, como seu empreendimento mais valorizado, uma vez que um produto certificado aumenta a qualidade da sua obra e a satisfação dos seus clientes.

Obrigatoriedade das NBRs da Construção Civil

No Brasil, existem dois tipos de Avaliação de Conformidade das NBRs da construção civil: a compulsória e a voluntária.

  1. Compulsória

    A norma compulsória, diferente da voluntária, é exercida pelo poder do Estado e tem seu uso obrigatório. É desenvolvida caso haja o entendimento de que algum produto ou serviço possa ter riscos à segurança do consumidor, ao meio ambiente ou até mesmo caso possa trazer prejuízos econômicos ao país.

  2. Voluntária

    Normas voluntárias, segundo o site do Inmetro “são aquelas em que a empresa define se deve ou não certificar o seu produto, e acordo com o disposto em uma norma técnica, partir dos benefícios que identifique que essa certificação pode trazer ao seu negócio.”

    As normas voluntárias são desenvolvidas pela ABNT e, por lei, a sua aplicação não é obrigatória. Porém, caso haja uma Norma Regulamentadora que requer o uso de alguma NBR, o seu exercício se torna obrigatório.

Em 2015 o setor de Construção Civil passou por um momento de crise, inclusive de ética e compliance. Milhares de demissões, executivos presos e grandes empresas fechando as portas. Atualmente o cenário caminha para a melhoria e é visível que o mercado está evoluindo e mostrando resistir ao meio conturbado onde atua. O que poucos sabem é que fortes aliadas para a retomada do mercado são as NBRs da construção civil, ao passo que enquanto regulamentam os materiais para as construções, também instituem métodos de otimização de produção, durabilidade, resistência e qualidade.

Benefícios das NBRs da Construção Civil

Uso de mais tecnologia

Um dos benefícios da normalização quando falamos de qualidade é a de contratação e venda de novas tecnologias. A utilização de materiais catalogados e normalizados, facilita a exportação e a importação padronizada de produtos que estejam regulamentados de acordo com as NBRs da construção civil.

Mais durabilidade dos produtos

Quando os materiais estão em conformidade com as normas, há a garantia de maior durabilidade e qualidade dos mesmos. As normas previnem práticas enganosas que prejudicam o consumidor e estabelecem requisitos mínimos que os materiais precisam seguir, assim também estimulando a concorrência.

Maior qualidade para obra

A padronização é um processo constante de melhoria. A determinação de padrões e normalização dos materiais de produção também exige a adequação por parte da equipe envolvida nas obras, tornando-a mais preparada quanto ao uso e desenvolvimento de materiais mais resistentes, duráveis e de qualidade.

Algumas construtoras ainda se contrapõem ao uso das NBRs da construção civil, pois acreditam que são mais um meio de burocracia, ou apenas um instrumental legal de defesa. No entanto, as normas que regulamentam os materiais têm se mostrado de extrema importância e cada vez mais empresas adotam o meio de padronização e normalização para suas organizações. É importante trabalhar a ideia dos benefícios que o cumprimento das NBRs da construção civil pode proporcionar, tanto para sua construtora, quanto para seus funcionários e clientes.

banner do ebook sobre produtividade na construção
banner sobre pedir demonstracao
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa