Posts Tagged / Mercado Construção Civil

Levando conhecimento para a Indústria da Construção




Construção Civil
Construção Civil – Como escolher a melhor construtora?
Postado dia 9 de março de 2015 | Nenhum Comentário
Categorias: Incorporação, Indústria da Construção

O mercado da construção civil é bem movimentado, com uma grande variedade de opções de construtoras. O Blog do Sienge te ajuda a escolher a melhor opção.

Saber avaliar e contratar a melhor construtora de modo a garantir a capacidade de execução do serviço no prazo acordado e com qualidade é uma tarefa que requer muito cuidado e atenção. É essencial entender quais obrigações e responsabilidades estão previstas no código civil para evitar surpresas, minimizar impactos financeiros e assim concluir a entrega da obra com maior exatidão.

Uma escolha bem feita é fator determinante para o sucesso da execução do seu empreendimento. Confira alguns cuidados que você e seu time deve considerar na hora de avaliar uma construtora parceira.

1. Conheça o fornecedor – investigue a experiência, a saúde financeira, a reputação e o histórico das empresas candidatas. Confira o alvará de funcionamento e verifique se respeitam as normas legais e trabalhistas, as práticas de segurança no trabalho e ambientais.

2. Capacitação – exija que a equipe técnica possua a certificação obrigatória para exercer o desempenho de suas funções assegurando a qualidade e segurança. Profissionais bem capacitados podem ser seus aliados no controle dos recursos e processos da obra.

banner sobre a palestra crise na construção

3. Peça Referências – indicações de fornecedores não são suficientes para protegê-lo de fraudes e profissionais desonestos. Por isso, converse com os clientes e peça autorização para fazer visitas técnicas a obras em execução e finalizadas para conhecer o padrão do serviço prestado, limpeza, bom aproveitamento de recursos e acabamento.

4. Preço – Solicite orçamento para 4 ou 5 fornecedores e pesquise separadamente os preços dos materiais, o custo do serviço, o valor médio pago aos profissionais e não deixe de considerar os custos indiretos. Se houver algum preço muito abaixo ou acima do praticado no mercado, desconfie e questione.

Antes de decidir, lembre-se que nem sempre o menor orçamento é o mais vantajoso. Tenha a certeza de que o serviço prestado será bem feito e confira se os materiais utilizados são de boa qualidade.

Após seguir as etapas mencionadas acima e escolher o sua construtora, negocie todos os acordos, custos, prazos, multas, serviços extras, níveis de qualidade e métodos de medição da entrega dos serviços. É importante registrar em contrato todos os direitos e deveres do incorporador, do construtor e do empreiteiro previstos no Código Civil, Código de Defesa do Consumidor, Código Penal e leis específicas do setor.

Quanto às condições de pagamento, o ideal é atrelar o pagamento à execução do serviço, sem adiantamentos. Deixe pelo menos uma parcela para ser paga depois da entrega e aceite da obra. Defina os percentuais de multas e indenizações decorrentes de atrasos, acidentes, eventuais danos e prejuízos.

O prazo de garantia legal da obra e a responsabilidade do empreiteiro é de cinco anos. Isso significa que neste prazo ele responde pelos defeitos do material que aplica e pelas imperfeições dos serviços, como por exemplo, danos causados por infiltrações, vazamentos, quedas de blocos de revestimentos, problemas com estrutura, entre outros. E, pode ainda ser responsabilizado por qualquer dano causado a terceiros.

Inclua cláusulas que tratem sobre a possibilidade de alterações do projeto e modificações em suas especificações. Cabe ressaltar que todas as partes envolvidas também respondem criminalmente por desabamentos ou desmoronamentos de construções, ocasionados por erro no projeto ou na execução da obra, colocando em risco a integridade física ou o patrimônio de terceiros.

O fornecedor competente não terá problemas de atender a sua demanda e, embora não seja possível eliminar 100% os imprevistos, ele estará preparado para resolvê-los da melhor forma possível.

Contar com ótimos parceiros, comprometidos e qualificados é fundamental para entregar seus empreendimentos no prazo, deixar o cliente satisfeito e garantir a longevidade da sua empresa.

banner sobre o quiz insumos da construção civil

Mercado Imobiliário
Mercado Imobiliário – Quer saber resultados sem sofrimento?
Postado dia 3 de dezembro de 2014 | Nenhum Comentário
Categorias: Incorporação, Indústria da Construção, Software

O mercado imobiliário é instável e muito competitivo. Ter um total controle dos seus resultados é um grande diferencial competitivo.

Tão importante quanto, é o planejamento fiscal e societário, se por conta de participação (SCP) ou com propósito específico (SPE), ou até por consórcio; se por lucro real ou lucro presumido.

Mercado Imobiliário

Somado a isso, temos que o mercado da construção civil é um dos setores mais relevantes da economia nacional, altamente competitivo e trabalha com grande demanda, cenário onde as empresas lidam com margens de lucro muito estreitas.

Somado a isso, temos que o mercado da construção civil é um dos setores mais relevantes da economia nacional, altamente competitivo e trabalha com grande demanda, cenário onde as empresas lidam com margens de lucro muito estreitas.

Agora, vale lembrar que sua construtora ou incorporadora têm diversos empreendimentos em realização simultaneamente, e à medida que esta quantidade aumenta, também cresce muito a complexidade de gestão no Mercado Imobiliário.

banner sobre o quiz insumos da construção civil

Isto nos confirma que a gestão precisa dos resultados de cada empreendimento e o tratamento destes resultados de forma unificada para sua construtora ou incorporadora são decisivos para atingir um bom desempenho em termos de resultados financeiros.

E então você pensa em todos os detalhes envolvidos na gestão de um empreendimento para apuração do resultado de cada um deles!
Ufa!!! Difícil a vida de quem gerencia tudo isto, não é?

Quer dizer então que:

O resultado final de uma obra é consequência de um bom planejamento de execução, financeiro e tributário, considerando sempre margens muito justas!

Que temos diversas obras, em diversos pontos geográficos, cada qual com suas particularidades e ocorrências!

Isso mesmo, e que o resultado financeiro de cada uma delas é igualmente importante!

Mercado Imobiliário

E como podemos ter o controle sobre todo este cenário, cheio de variações, informações relevantes e metas financeiras?

Fácil: através da análise e acompanhamento precisos dos resultados de cada empreendimento e da visualização desses resultados de forma unificada para sua construtora ou incorporadora.

A tecnologia se torna grande aliada para solucionar estes problemas, através de sistemas de gestão que permitem:

❏  Um processo de comunicação rápido e eficiente.

❏  A integração do escritório de projetos com as áreas administrativa e financeira.

❏  Atualização de informações em tempo real.

❏  A eliminação de retrabalho e ganho de tempo.

❏  Confiabilidade em informações que retratam a realidade do mercado imobiliário.

Este diferencial extraordinário na eficiência na gestão,  por meio de informações precisas ao seu alcance, fica garantido com visões gerenciais do financeiro e contábil; análise de tendência do realizado x orçado e gerencial das obras, avaliando resultado de margem; acompanhamento de viabilidade econômica;entre outros.

Em resumo, com a solução adequada, seus esforços podem ser direcionados para a estratégia de sua empresa, sendo suportado por informações relevantes para tomada de decisão no mercado imobiliário.

Torne a mensuração do resultado final de seus empreendimentos e do resultado unificado de sua construtora ou incorporadora um processo integrado e produtivo.

Fale conosco e conheça mais das características de uma solução que possa facilitar sua vida e tornar mais fácil o entendimento do mercado imobiliário.

Alguns Desafios que Assombraram a Incorporação e Construção no Brasil
Construção Civil – Maiores desafios do setor no Brasil
Postado dia 28 de novembro de 2013 | Nenhum Comentário
Categorias: Construção, Gestão, Incorporação, Indústria da Construção, Sienge, Software, Tendências

Apesar de passar por algumas situações alarmantes, como mostram as capas das revistas, muitas das questões levantadas na Construção Civil eram especulações.

 Revista Construção Civil

Como por exemplo, em meados 2007 , a preocupação era a bolha imobiliária, a reportagem da machete “Boom ou Bolha”, questionou crescimento abrupto do setor, mas também fez o contraponto ao falar que tal desenvolvimento é sustentável e ao mostrar as diferenças entre o mercado imobiliário brasileiro e o Europeu e Americano.

Em 2008 a preocupação era a falta de material. Passados mais de três anos, a resposta foi dada pela indústria de materiais de construção, que aumentaram a capacidade de produção, ampliaram a distribuição, buscaram sistemas construtivos industrializados e recorreram à importação de materiais, quando necessário.

Construção Civil

No ano seguinte, em 2009 o assunto que estampou capas de revistas foi o fim dos bons momentos da construção civil, o que fomentou tal especulação foi a possibilidade da crise mundial atingir ou não o Brasil. O que vimos foi o setor da construção se destacar na geração de empregos formais, o aumento nos investimentos ante ao ano anterior e crescimento em ritmo intenso – compare os gráficos de venda, velocidade, lançamentos e estoque do post:  “Passado Recente da Indústria da Construção” .

Já em 2010, o que aterrorizou o setor da construção foi a falta de mão de obra. Bolha Imobiliária, altos custos, falta de crédito, foram, novamente, as preocupações em 2011. Não há provas que evidenciam estamos vivendo ou não em um bolha imobiliária, mas há estudos que mostram onde estão os riscos e quais são os pontos fortes no nosso cenário atual – veja a pesquisa feita por alguns especialistas na Exame.

Revista Construção Civil

Ano passado, falou-se da exportação de serviços brasileiros e da retração das grandes incorporadoras, já esse ano, sobre os preços, aumento necessário da produtividade, infraestrutura urbana, código florestal, subsídios do governo, novas leis relacionadas a qualidade da construção, custo da obra, bolha imobiliária.

Contudo, sabemos que questões como falta de crédito, falta de mão de obra, falta de material e os outros pontos abordadas são problemas reais, mas têm solução e precisam ser enfrentados pelo setor -leia também, é hora de aumentar a produtividade na indústria da construção. As oportunidades oportunidades existem e para enfrentar os novos desafios na indústria da construção existem diversas alternativas.

construção civil
O que esperar de 2014 na indústria da construção civil
Postado dia 7 de outubro de 2013 | Nenhum Comentário
Categorias: Construção, Incorporação, Indústria da Construção, Sustentabilidade, Tendências

Na indústria da construção civil isso acontece através dos sindicatos, federações, câmaras, entre outros órgãos. Esse ano, seguindo a tradição, houve o 85º ENIC – Encontro Nacional da Indústria da Construção, que acontece em Fortaleza do dia 02 a 04 de outubro, aborda algumas questões referentes ao setor.

Segundo a organização do evento os assuntos tratados serão a burocracia que limita as atividades de construção civil, com o painel Barreiras Regulares e Burocráticas na Competitividade da Construção Civil Brasileira. Outros aspectos discutidos serão a chamada especulação imobiliária e as mudanças que ocorreram no Brasil nos últimos anos e de que forma a construção civil pode acompanhá-las.

Durante o ENIC Fortaleza, o presidente da CBIC – Câmara Brasileira da Indústria da Construção, Paulo Safady Simão, ressaltou o bom momento que o Brasil está, a estabilidade econômica, o reconhecimento internacional e o amadurecimento do país como um todo, mas também frisou que toda a nova conquista representa um desafio a ser vencido.

Sobre a Construção, Safady falou que o setor é estratégico para o Brasil, pois só assim o país conseguirá responder a demanda de infraestrutura da população, como por exemplo, construção de novas escolas e creches, melhores hospitais, erradicação do déficit habitacional, melhoria imediata de toda nossa infraestrutura, entre outros desafios que têm como elementos chaves para a solução a Indústria da construção civil e do Mercado Imobiliário.

O Presidente da CBIC também falou do outro lado da moeda, que apesar de vivermos o bom momento, é inviável para a Construção continuar crescendo de maneira constantes que vêm crescendo nos últimos anos, quando conta com um ambiente de negócios arcaico. Para ele são muitos gargalos que se colocam à frente de qualquer cadeia produtiva, o que propaga uma enorme insegurança e baixo desenvolvimento na economia do país.

Então é muito importante que haja uma mudança na área tributária, na política, na área trabalhista, no Poder judiciário e promover uma ampla mudança cultural na indústria da construção civil, caso contrário o setor passará por dificuldades no futuro.

Desde o início do ultimo semestre do ano algumas boas notícias surgiram para o setor, veja e inteire-se um pouco mais sobre as principais manchetes que saíram que envolvem a construção:

Além das notícias apresentadas a cima, entrarão em vigor em 2014 mudanças nas leis, novas obrigações fiscais e benefícios para o setor . Então fique atento, pois  no próximo post falaremos um pouco mais sobre o eSocial,  um novo componente do SPED Fiscal instituído pelo Governo Federal que tem como objetivos unificar, integrar e padronizar as informações sobre os empregadores e seus empregados ou contratados.

Construção Civil
Construção Civil – Feirão do Imóvel em Santa Catarina
Postado dia 28 de agosto de 2013 | Nenhum Comentário
Categorias: Construção, Gestão, Incorporação, Indústria da Construção, Sienge

Grandes empresas com ótimas oportunidades no Feirão do Imóvel. É o grande evento do mercado da Construção Civil.

O Salão do Imóvel convida o mercado da Construção Civil a apresentarem seus mais diversificados produtos, que variam entre apartamentos residenciais e comerciais, casas, terrenos, lojas, centros comerciais, condomínios fechados, loteamentos, entre outros produtos para todos os gostos e bolsos. A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil participam das edições praticando taxas especiais durante a feira.

A Construfair é plataforma de venda e aluguel de produtos, equipamentos e serviços para as empresas da Construção Civil e pessoas em busca de imóveis para morar. A exposição apresenta inovações tecnológicas, como sistemas e soluções para todos os níveis de necessidade dentro da indústria da construção.

Na sua 4ª edição, a Expo Condomínio, realizada pela Secovi e pelo Jornal do Condomínios, apresenta novidades par ao setor condominial. Este evento traz conhecimento do setor da Construção Civil, atingindo desde síndicos, administradores e moradores.

Em 2011 a Expo Decor Móveis passou a fazer parte da feira da construção e abrange, arquitetos, decoradores e consumidores, que vão até o local com o intuito de conhecer o que há de novo no mercado quando se fala de móveis, além de opções móveis personalizados.

Para quem visita a feira além de conhecer as novidades do setor da Construção Civil, fazer excelentes negócios, ainda pode-se participar de palestras, seminários, treinamentos e outras atividades gratuitas. Já para os expositores, a oportunidade de estar em um ambiente de negócios é propício para captar clientes e fazer boas parcerias.

Nessa edição de 2013, alguns de nossos clientes de Santa Catarina marcaram presença e nós fomos lá prestigiá-los e também recolher o feedback deles em relação a feira.

Todos os clientes que conversamos estavam satisfeitos com a participação na feira, com o estandes bem movimentados, mesmo em dias de semana em horários comerciais havia movimento. No entanto, apesar da boa  produtividade  as maiores expectativas estavam para o sexta-feira (23/08) fim do dia e fim de semana (24 e 25/08).

Muitos deles destacaram a qualidade do público que frequentou a feira, pois as pessoas estavam lá procurando imóveis e predispostas a fazer negócios. Alguns já  haviam fechado negócios desde o  primeiro dia de feira, além de muitas propostas feitas e diversas captações bem qualificadas.

Outras empresas, com o objetivo de potencializar as ações da feira, fizeram promoções específicas  que levavam benefício direto para quem quisesse comprar um imóvel como o presente de uma  Home Sala  para os clientes que comprassem um apartamento dentre três opções disponíveis na cartela, entre outros. 

Depois de ter visitado a feira e escutado alguns depoimentos e críticas contrutivas sobre o feirão, gostaríamos de parabenizar todos os nosso clientes que participaram da feira. Assim como o Sinduscon SC, que repetindo o êxito do ano passado, fez um evento bem organizado, fomentando cada vez mais a indústria da Construção Civil catarinense.

Gostaríamos de agradecer em especial o Sinduscon-SC e as empresas:

Páginas:12
banner do ebook sobre desperdicio
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa