Posts Tagged / comunicação

Levando conhecimento para a Indústria da Construção




pequenas empresas de construção comunicação
Pequenas empresas de construção precisam de comunicação integrada
Postado dia 30 de junho de 2016 | Nenhum Comentário
Categorias: Construção, Gestão, Indústria da Construção, Tendências

Veja como estruturar uma comunicação eficiente na pequena empresa de construção e que ganhos isso traz para a sua empresa:

Você já parou para pensar no quanto ter uma comunicação eficiente é importante? Se não, basta lembrar das brincadeiras de telefone sem fio, das quais você já deve ter participado algum dia: a frase saía de um jeito e, ao chegar do outro lado, na grande maioria das vezes, havia se transformado em algo completamente diferente e sem sentido. E quanto mais pessoas estivessem participando, mais distorcido ainda ficava o resultado. Pois é, brincadeiras à parte, já pensou na bagunça que uma comunicação assim poderia gerar nas pequenas empresas de construção?

É claro que dentro da sua empresa de serviços em construção civil ninguém sai cochichando informações de obra e do próprio negócio no ouvido dos outros. A diferença é que na realidade empresarial – em especial do segmento de construção civil – as falhas de comunicação não são brincadeira e ruídos de comunicação e informações desencontradas são capazes de gerar resultados que podem comprometer o desempenho e até mesmo ir contra as metas e os objetivos estratégicos da pequena e média construtora (PME).

As informações das empresas de serviços de construção civil

Na área de construção civil é comum as construtoras terceirizarem serviços e realizarem contratos por empreitada, principalmente no caso das pequenas empresas de construção (a exemplo das que estão enquadradas no Simples Nacional), as quais não possuem condições – e nem interesse – em manter uma equipe própria para executar cada serviço que oferecem. A variedade de etapas e processos que fazem parte de uma obra é outro motivo pelo qual empresas de serviços de construção civil têm optado por terceirizar mão de obra: não faz sentido uma construtora PME ter como parte do seu quadro de funcionários uma equipe de gesseiros, por exemplo, se a atuação desses profissionais se dá mais para o final das obras, nas fases de acabamento.

Pois bem, é em meio a esse cenário de informações e relacionamentos múltiplos que a existência de uma comunicação eficiente e integrada se torna ainda mais imprescindível. Para se ter uma ideia dessa dimensão, veja quais são os principais dados que pequenas empresas de construção podem gerar:

  • Nas áreas administrativas

    Não importa o tamanho da sua empresa de serviços de construção civil, para que ela funcione de maneira adequada e rentável é necessário possuir as áreas financeira e de compras, por exemplo, muito bem estruturadas e definidas. É assim que o setor de finanças é capaz de ajudar na gestão financeira da construtora, fazendo sempre o controle eficiente da entrada e saída dos recursos e das contas a pagar e receber e levantando dados para a elaboração de orçamentos assertivos. Compras, por sua vez, detém informações importantes a respeito de fornecedores: preços, prazos de entrega, formas de pagamento e tudo mais que é necessário saber para se fazer uma negociação extremamente vantajosa;

  • Nos escritórios de projetos

    Supondo que você seja proprietário de uma pequena construtora e recorra sempre aos serviços de escritórios especializados para a elaboração dos projetos arquitetônicos e estruturais dos empreendimentos que irá executar. Estes fornecedores irão gerar documentos orientativos e indicar o resultado no qual as obras deverão chegar, e os projetos, para serem elaborados conforme o desejado, dependem de dados internos da construtora, e depois também precisam ser compartilhados e ficar acessíveis a todo o time envolvido na construção. Nessas horas, é impossível não pensar em Building Information Modeling (BIM)conceito de elaboração de projetos baseado na colaboração e integração de todas as informações disponíveis sobre um empreendimento em construção;

  • Nos canteiros de obras

    é neles que tudo que foi planejado começa a tomar forma e é a partir dos dados produzidos e constatados nessa prática que documentos de planejamento como orçamento e e cronograma de obra e físico-financeiro passam a mostrar seu real valor para o acompanhamento e gerenciamento das obras. A falta iminente de algum tipo de matéria-prima, por exemplo, é uma informação que precisa chegar na área de suprimentos da empresa de serviços em construção o quanto antes possível, de modo que o time não precise atrasar o serviço e Compras não precise desembolsar a mais por aquisições emergenciais.

banner sobre o quiz insumos da construção civil

Por que pequenas empresas de construção não podem abrir mão da comunicação integrada

Pode acontecer de, em função de sua construtora ser pequena e a complexidade dos processos envolvidos nela ser menor em comparação a empresas de maior porte, você achar que não precisa se preocupar tanto em estabelecer na sua empresa um fluxo de comunicação altamente eficaz.

Acontece que, nas pequenas empresas de construção, cada obra ou serviço realizados são sempre resultado de um trabalho em equipe, o que torna ainda mais indispensável a ação de planejar meios e desenvolver mecanismos eficientes para garantir a comunicação integrada e eficiente entre todas as partes envolvidas no projeto. Isso torna o trabalho em conjunto mais produtivo em relação às informações predeterminadas (presentes em planejamentos) ou mudanças que venham a ocorrer durante todas as etapas da construção ou do serviço prestado (melhorias de projetos, por exemplo).

Entre os resultados de existir uma boa comunicação nos processos das pequenas empresas de construção, sejam eles internos ou externos a elas, está o alinhamento de todos os envolvidos com os objetivos do projeto, levando a uma maior assertividade nos procedimentos e decisõesSomado a isso, equipes do canteiro de obras ficam sempre a par, em tempo hábil, das mudanças realizadas no projeto e, de sua parte, podem repassar informações do cotidiano da obra para as áreas administrativas da construtora PME, como de consumo de materiais, por exemplo, para que a empresa esteja sempre informada de seus níveis de estoque.

Uma alternativa bastante interessante para se promover essa integração de informações é o uso de uma boa solução tecnológica especializada no segmento, capaz de armazenar, consolidar, disponibilizar, acompanhar e proporcionar o uso desses dados de forma estratégica pela empresa de serviços de construção civil saiba mais!

Por meio de um ERP especializado em construção civil é possível manter informações de esferas internas e externas da construtora sempre integradas e disponíveis a todos que forem atuar nos serviços. Permitindo, dessa forma, que trabalhem com base em dados corretos e atualizados e evitando ruídos que podem comprometer seu desempenho.

Supondo, por exemplo, que você tenha aderido a um sistema que permita a utilização do conceito de BIM: o escritório formata plantas e projetos estruturais e os compartilha com áreas administrativas da construtora, as quais vão acrescentando informações como quantidades de materiais, custos e prazos, além das devidas alterações. Em seguida, os projetos são compartilhados com a equipe do canteiro de obras, que vai atualizando no software à medida que a obra vai evoluindo e ficando a par de eventuais modificações em tempo real. Outra forma de manter um bom e integrado fluxo de comunicação é realizando treinamentos com as equipes que forem atuar em cada obra, para alinhar todos ao método de trabalho da empresa e conscientizá-los da importância de segui-lo.

De forma geral, essa comunicação integrada e eficiente é importante para se promover o cumprimento das necessidades de um projeto no tempo e especificações adequados: a comunicação permite que cada parte entenda seu papel e planeje-se para cumpri-lo, além de acelerar a tomada de decisões mais assertivas. Sem uma estratégia nesse sentido, não raro os dados chegarão incompletos ou atrasados, comprometendo o bom andamento dos projetos e até mesmo a permanência das pequenas empresas de construção no mercado.

A série com dicas valiosas para você manter sua pequena empresa de serviços de construção civil sempre em alta no setor não acaba por aqui. Continue acompanhando o blog do Sienge para obter mais informações sobre o assunto a qualquer momento!

banner sobre o quiz desperdicio
comunicação segurança do trabalho
A importância da comunicação na segurança do trabalho
Postado dia 12 de maio de 2016 | Nenhum Comentário
Categorias: Artigo, construct, Indústria da Construção

Uma boa comunicação na segurança do trabalho é chave para ajudar a prevenir doenças e acidentes relacionados às atividades de uma empresa. Para empresas de construção civil, onde boa parte dos trabalhadores desenvolvem atividades fisicamente intensas e atuam em locais propensos a acidentes, como os canteiros de obras, a atenção ao tema segurança do trabalho costuma ser enfatizada. Provavelmente na sua empresa existe uma comissão permanente ou um departamento exclusivamente dedicado a garantir que todas as normas de segurança sejam cumpridas, que os funcionários sejam treinados para evitar acidentes, que a assistência médica saiba agir quando coisas ruins acontecem. Mas será que sua empresa dá a devida atenção ao papel específico da comunicação em todo esse processo?

Frequentemente, como gestores, negligenciamos o tema comunicação. Assumimos que sabemos nos comunicar bem o suficiente, já que fazemos isso o tempo todo e sem precisar pensar muito a respeito. Acreditamos que nossos líderes, pares e liderados compreendem bem nossas mensagens e comunicam-se bem uns com os outros. Deixamos de fazer um planejamento de comunicação orientando cada objetivo de negócio ou cada processo. Deixar de planejar a comunicação é um grave erro! Sem planejamento, não se estabelecem critérios de sucesso e não se identificam oportunidades de ganho de eficiência, não se identificam os pontos que podem funcionar melhor ou pior dependendo do tipo e da qualidade da comunicação. Quando deixamos de planejar a comunicação na segurança do trabalho, o custo de uma falha ou da falta de comunicação pode ser um grave acidente ou até mesmo a morte de uma pessoa.

banner do ebook sobre produtividade na construção

Pesquisando sobre esse tema recentemente, encontrei um artigo muito interessante sobre comunicação na segurança do trabalho, da australiana Angelica Vecchio-Sadus, especialista saúde e segurança corporativa. Angelica fala sobre como uma comunicação efetiva contribui para o fortalecimento de uma cultura que prima pela segurança do trabalho.

A autora destaca que precisamos unir prática e teoria das normas de segurança para que as precauções sejam eficazes, e ter esses objetivos previstos em seu plano de comunicação é o que faz a diferença. Veja alguns exemplos de como conseguir isso:

Missão, política e plano estratégico para saúde e segurança no trabalho

Definir a política das medidas de saúde e segurança da sua empresa, assim como sua missão, ajuda na hora de delimitar e comunicar a direção dos processos nessa área, e pode até se tornar uma referência nas tomadas de decisão. O plano estratégico complementa (isso) levantando as melhores maneiras de repassar esses objetivos e prioridades a todos os envolvidos na organização.

Você pode demonstrar os desempenhos por meio de gráficos indicativos que mostram melhorias contínuas e o cumprimento dos objetivos estabelecidos neste setor, ou então enfatizar consequências negativas de não seguir as medidas de segurança, como taxas de gravidade, tratamentos médicos e tempo perdido. Além disso, elaborar um manual de segurança para sua empresa pode ajudar a consolidar regras e requisitos mínimos de segurança, ou então listas de verificação que podem ser usadas como uma ferramenta para orientar e verificar processos como funcionamentos, inspeções e relatórios.

Se preferir engajar sua equipe de uma forma mais dinâmica, eventos como uma “Semana da Segurança” podem servir bem para promover um ambiente de trabalho mais saudável, conscientizando todos os funcionários e os envolvendo no comprometimento da gestão. Atividades criativas podem ser oferecidas, como seminários, concursos e artigos promocionais. Num viés mais formal, conferências sobre o tema também são uma dinâmica a ser organizada, visando compartilhar mais informações sobre saúde e segurança no trabalho e até estudos de outras organizações. Fóruns para se reunir com outros profissionais do ramo também podem ser considerados.

banner sobre o quiz insumos da construção civil

Treinamentos e campanhas

Treinamentos são as melhores ferramentas para cobrir qualquer lacuna de conhecimento que grupos e áreas de alto risco tenham. Assim, a percepção de risco é ajustada. Programas de treinamento pró-ativos funcionam bem para estimular atitudes positivas e construtivas para saúde e segurança do local de trabalho, mantendo sempre em mente as necessidades específicas da sua equipe.

Para envolver toda a equipe no processo de melhorias, campanhas para estimular a comunicação de incidentes e acidentes também são importantes, pois muitos trabalhadores ainda têm receio de denunciar condições e situações irregulares por medo de serem recriminados.

Brochuras, cartazes e vídeos

Como há muitas informações sobre saúde e segurança no trabalho que devem ser repassadas, torná-las facilmente acessíveis e compreensíveis é um dos passos principais. Vídeos e até um website para fornecer e centralizar todos os documentos referentes a este setor na sua empresa podem ser bons recursos para disponibilizar essas informações. Vale apenas lembrar que o site deve ser divulgado internamente, pois precisa de visibilidade para cumprir seu objetivo.

Hoje temos uma grande variedade de publicações sobre questões de saúde e segurança no trabalho, desde simples folhetos instrutivos sobre temas específicos, como cartilhas de dicas de segurança, até outras fontes de informação para relatórios mais detalhados, livros, entre outros.  Em caso de problemas de linguagem, posters com ilustrações e símbolos podem simplificar e esclarecer certas mensagens. Para destacá-los, você pode colocar em paineis exclusivos para esse tipo de comunicação!

Avaliação de risco

Riscos como calor, produtos químicos e peças móveis podem ser uma ameaça imediata de lesão aos trabalhadores, mas nem sempre é fácil identificá-los: o monóxido de carbono, por exemplo, é muito tóxico e não tem nenhum cheiro. Uma avaliação pode ajudar a mapear os perigos no local de trabalho e sua magnitude, para então aplicar medidas e controles a fim de evitá-los.

Divulgar os resultados dessa avaliação de risco ou incidente dentro da empresa também ajuda a mostrar o compromisso da gestão em identificar e abordar as causas desses problemas. Assim, os trabalhadores são incentivados a se envolverem mais e sugerir estratégias para implementar melhorias.

Relatórios públicos

Publicar um relatório anual ou mensal sobre as iniciativas e atividades realizadas na empresa em relação às medidas de saúde e segurança no trabalho mostra comprometimento da organização, as realizações alcançadas na saúde e segurança no trabalho e no bem-estar dos funcionários. Os relatórios também podem ajudar na revisão de normas de desempenho no setor.

Alertas de segurança e relatórios de quase-acidentes, por exemplo, servem para pontos que precisam de atenção imediata e que ainda podem ser revertidos antes de se tornarem riscos e ameaças reais para os trabalhadores.

 

drew beaurline construct

por Drew Beaurline, fundador e CEO da Construct

Americano da cidade de São Francisco, Califórnia, Drew é apaixonado por tecnologias móveis e empreendedorismo. Considera como sua missão de vida criar aplicativos que as pessoas amem usar e que lhes possibilitem superar grandes desafios. Ele é um dos idealizadores do Construct App, primeiro aplicativo de comunicação desenvolvido especialmente para profissionais da construção. O Construct é simples, intuitivo e pensado para pessoas – não para processos. Drew veio para o Brasil em 2013 e vive em Belo Horizonte, na região conhecida como San Pedro Valley, onde está a sede da Construct.

 

banner sobre o quiz insumos da construção civil
banner sobre orçamento empresarial
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa