banner sienge

CURVA ABC + TECNOLOGIA = FIM DOS CONTROLES DE ORÇAMENTO PARALELOS

Blog > industria-da-construcao, sienge, software
20 de novembro de 2015

Você já leu aqui no blog que ao utilizar a metodologia da curva ABC no segmento da construção civil, é possível estabelecer um orçamento preciso, com foco na gestão de custos e ainda reduzir o desperdício na obra. Agora você vai entender como a tecnologia ajuda a fazer melhor uso do método.

Um ERP (sistema de gestão integrado) desenvolvido especificamente para o setor da construção é capaz de eliminar a necessidade de fazer controles paralelos, em Excel, por exemplo, trazendo muito mais organização e acuracidade das informações para sua construtora. Afinal, nada mais improdutivo do que dedicar tempo buscando (ou criando) dados que já existem dentro da empresa, certo?

A solução ideal para a sua empresa deve ser capaz de consolidar os controles e as informações dos departamentos em um repositório único, trazendo mais produtividade para os processos internos. Com isso, a aplicação da metodologia da curva ABC torna-se muito mais eficiente quando utilizada nas principais etapas de um empreendimento. Confira:

  1. PLANEJAMENTO – Uma solução focada no segmento permite consultar o histórico das curvas ABC realizadas em projetos anteriores e, assim, agilizar o trabalho da equipe responsável pelo orçamento da obra. Com ela, também é possível ter automaticamente um cálculo de tendência para cada item orçado. Essa visão facilita o provisionamento dos custos futuros, a alocação de pessoal e de maquinário e a organização das demais atividades rotineiras da obra.
  2. NEGOCIAÇÃO –  As áreas que estão em contato direto com os fornecedores, como a equipe de compras e suprimentos, conquistam melhor desempenho quando o sistema facilita a comparação de diferentes versões dos orçamentos recebidos e pode agrupar solicitações semelhantes de várias obras. A leitura integrada amplia a capacidade de negociação das equipes e permite identificar quando será possível consolidar um pedido maior em um único fornecedor, ou qual deles oferece mais flexibilidade de pagamento conforme as etapas da obra, por exemplo.
  3. ESTRATÉGIA – A definição da estratégia de trabalho para os próximos empreendimentos passa, obrigatoriamente, por uma revisão dos projetos anteriores, em termos de custos e rentabilidade. Uma solução especializada consegue criar um fluxo de informação integrado dentro da empresa, passando por diretores, gerentes, investidores, engenheiros e demais envolvidos. As informações da curva ABC ficam disponíveis para serem usadas na definição da estratégia e como guia na escolha dos fornecedores e parceiros de negócios.

Com um ERP especializado, é possível eliminar os controles paralelos que cada orçamentista e engenheiro de obra fazem da curva ABC e concentrar em uma única solução as informações que geram inteligência competitiva para sua empresa.

Converse com a Softplan para alavancar a produtividade da sua equipe e a competitividade da sua construtora, por meio de soluções integradas e especializadas na construção civil.

banner sobre o quiz insumos da construção civil

Brenda Bressan Thomé

  • Editora do blog Sienge
  • Especialista em comunicação em mídias digitais
  • Jornalista formada pela UFSC
  • Filha de Engenheiro Civil e apaixonada por Construção

Leave a comment

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa