banner sienge

Cronograma Físico-Financeiro: ferramenta crucial para o sucesso da gestão de obra

Blog > construcao, sienge, software
1 de agosto de 2016

Veja como utilizar o Cronograma Físico-Financeiro para melhorar a gestão da sua obra e não estourar o orçamento ou os prazos

O cronograma físico-financeiro de obra é uma ferramenta importantíssima para garantir o sucesso do planejamento de um empreendimento e evitar que o orçamento e os prazos saiam do controle. O cronograma físico financeiro é assim chamado porque leva em conta o planejamento dos custos de acordo com a etapa física (ou construída) da obra, verificando quanto dos recursos do orçamento foram usados em cada uma.

Esse tipo de controle ajuda diretamente na gestão de obra verificando como está a realidade da execução em relação ao que foi planejado, permitindo ajustes nas equipes de obra e permitindo a previsibilidade dos custos. É importante ressaltar que é possível aplicar o cronograma físico-financeiro em vários tipos de obra e de diferentes naturezas: podem ser prédios, casas, indústrias, estradas, empreendimentos novos, reformas, instalações, recuperações, etc. Basta adaptar a ferramenta à realidade da sua obra.

Além de tudo, o cronograma físico-financeiro está previsto nas normas da ABNT para controle das atividades executivas de uma obra, essencialmente na Norma 13531 da ABNT no seguinte parágrafo:

3.3.6 As atividade técnicas de projeto devem ser apresentadas em cronograma físico-financeiro que informe os prazos necessários, as datas dos eventos e os seus custos.”

Levando isso em conta, temos que os requisitos básicos de um cronograma físico-financeiro são: mostrar o progresso da obra (em porcentagem), os gastos com a obra (R$) e o detalhamento por períodos. Por exemplo: Fundação (50%) – R$5.000,00 – Janeiro-Março . Isso significa que 50% da fundação da obra ficou pronta entre janeiro e março, com um custo (até o momento) de R$5.000,00. Isso permite prever, por exemplo, que independente do planejamento anterior, os gastos com os outros 50% provavelmente serão em torno de R$5.000,00.

Os passos para começar um modelo de Cronograma Físico-Financeiro são:

1º – Definir etapas da obra
Por exemplo: compra do terreno, assinatura do contrato, terraplanagem, fundação, etc

2º – Definir prazos para o cumprimento das etapas
Podem ser semanas, meses, dias

3º – Distribuir custos por cada etapa e prazo

Vantagens de usar o Cronograma Físico-Financeiro

Quer saber as vantagens de trabalhar com um cronograma físico-financeiro? Aqui estão algumas:

– Facilidade para conseguir financiamento

A Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil (e outras instituições que trabalham com financiamento de imóveis e fornecem recursos para empresas que investem em construção) geralmente trabalham com o Cronograma Físico-Financeiro como ferramenta de controle. Esse documento é, muitas vezes, pré-requisito para liberação de recursos, e deve ser atualizado ou desenvolvido por orçamentistas qualificados.

– Controle do fluxo de caixa

Controlar o dinheiro que entra e sai da sua empresa é essencial para a saúde financeira do negócio, e não seria diferente com cada obra em particular. O orçamento e o prazo definidos para cada empreendimento, se estourados, trazem custos extras e incômodos a serem resolvidos por todos na empresa: desde o canteiro de obra até a diretoria. O cronograma físico-financeiro permite ver onde estão os desembolsos de acordo com a etapa da obra e o período.  Dessa forma é possível agir rapidamente caso algo desvie muito do planejado, comunicar os responsáveis, ajustar outras etapas para que fiquem mais econômicas e várias outras medidas de correção para chegar ao final da obra com o mínimo de desvios entre planejamento e execução.  

– Equipes mais eficientes e melhor gerenciadas
A partir do controle do que foi realizado em quanto tempo e a que custo financeiro, é possível fazer uma análise rápida que permite ter ideia de onde estão as lacunas de produtividade. Por exemplo, se o prazo inicial planejado para a etapa de acabamento era de 10 meses e o período de execução foi de 20 meses, vale a pena atentar para quais fatores influenciaram nesse atraso. Pode ser que tenha havido falta de material, que a equipe tenha sofrido com falta de pessoal ou qualquer outro problema que poderia ter sido evitado. Um acompanhamento executivo da obra permite esses insights que podem melhorar muito a gestão de obra.

– Planejamento cada vez mais realista
O objetivo principal de determinar prazos e metas financeiras é para que eles sejam cumpridos, portanto de nada adianta colocar objetivos irreais para as equipes de obra e financeira. Quanto mais se planeja, mais fácil fica de prever cenários e encontrar padrões. Por exemplo, após executar 3 obras do mesmo porte com a mesma equipe, é possível ter uma média do tempo e do custo de cada etapa. Verificando se os prazos e metas foram estourados ou não, tem-se uma medida do quanto o planejamento condiz com a execução. Dessa forma o cronograma fica cada vez mais inteligente e adaptado à realidade da empresa. Se for o caso de precisar modificar algum desses itens, é fácil analisar e verificar onde são necessárias mudanças.

Precisa de um Cronograma Físico-Financeiro para a sua obra? Baixe o nosso modelo gratuitamente!

banner sienge

Cansado de planilhas?

O Sienge é um software que permite fazer esse controle  do Cronograma Físico-Financeiro de forma ainda mais aprofundada e com mais informações do que numa simples planilha. É possível integrar o cronograma com Diário de Obras, Acompanhamento, Controle de Mão de Obra, Orçamentos, arquivos do MS Project e muito mais.

Quer saber mais sobre?

Veja como funciona o nosso módulo de Engenharia ou peça uma demonstração preenchendo o formulário abaixo!

banner sienge

Brenda Bressan Thomé

  • Editora do blog Sienge
  • Especialista em comunicação em mídias digitais
  • Jornalista formada pela UFSC
  • Filha de Engenheiro Civil e apaixonada por Construção

Leave a comment

Receba Novidades do Blog
Coloque o seu email acima para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Saiba como o Sienge pode ajudar a sua empresa